Você está na página 1de 7

como teoria, as origens do pensamento liberal na

obra de Jonh Locke (1632-1704), filsofo e cientista


ligado a Revoluo Gloriosa de 1688-1689 na
Inglaterra.
na Frana, foram as reflexes de Montesquieu e dos
pensadores iluministas sobre o Estado e os direitos
naturais.
todos acreditavam que a liberdade consiste em um
direito natural, inerente a todos os seres humanos
desde o nascimento
a funo do Estado seria defender e proteger essa
liberdade, assim como o de propriedade, o de
conscincia e o de livre manifestao do
pensamento - base do liberalismo poltico.
o liberalismo no era uma teoria de carter
democrtico.
o liberalismo uma teoria da liberdade
poltica e econmica.
prega-se a plena realizao da liberdade de
mercado, o Estado de direito (o Estado regido
por uma Constituio livremente votada pelos
representantes ou integrantes da nao) e a
diviso de poderes entre o Executivo, o
Legislativo e o Judicirio.
a democracia uma forma de organizao
poltica da sociedade baseada no princpio da
participao da maioria e da igualdade

se manifesta principalmente no sufrgio


universal, que todos sejam iguais perante a lei
e tenham as mesmas oportunidades, sem
privilgio de nascimento, etnia, sexo, credo
religioso, etc.
A questo do voto:
os democratas propunham o sufrgio
universal masculino (e o voto feminino?);
os liberais (sc. XVIII e do comeo do XIX) se
satisfaziam com o voto censitrio.
por que este voto exclusivo?
na rea da economia, os pensadores liberais
argumentavam que a nica forma de se
alcanar o bem-estar geral de uma sociedade
seria assegurar aos indivduos e s empresas
plena liberdade de iniciativa

a interveno do Estado, para os liberais,


deveria ser limitada ao mnimo indispensvel.

comeou a ser proposto em meados do sculo


XVIII pelos fisiocratas franceses, cujo princpio
fundamental era deixe fazer, deixe passar
(laissez faire, laissez passer), sugerindo que o
mercado e no o Estado, regulasse a economia.
foi Adam Smith, autor de Investigao sobre a
natureza e as causas da riqueza das naes
(1776), quem deu ao liberalismo econmico sua
formulao mais completa

defendeu que o princpio fisiocrata do laissez-


faire, afirmando que o caminho para a
prosperidade das pessoas e dos pases estaria
na livre organizao das atividades produtivas
e comerciais.

seria o prprio mercado, por meio de sua


mo invisvel, que se encarregaria de
melhorar a distribuio de renda entre os
indivduos, corrigindo as injustias sociais.