Você está na página 1de 47

|  

 
   
  
  
  
No estado errante, e antes de começar
nova existência corporal, o Espírito tem
consciência e previsão das coisas que
lhe vão acontecer durante a vida?

Π         
   
    
        

KARDEC, Allan. 4   


 .

 . Perg.
Perg. 258.
èe o Espírito pode escolher o gênero de
provas que deve sofrer, seguir
seguir--se-
se-á que todas
as tribulações que experimentamos na vida
foram previstas e escolhidas por nós?

Π       
         
         !
          "# 
          
$      "! %!!!&

KARDEC, Allan. 4   


 .

 . Perg.
Perg. 259.
Como pode o Espírito que, em sua origem, é
simples, ignorante e sem experiência com
conhecimento de causa, ser responsável por essa
escolha?

Π     '     


        $   
      ! (    
          
  '          
  $      '     
          
    ! %!!!&

KARDEC, Allan. 4   


 .

 . Perg.
Perg. 262.
4 que guia o Espírito na escolha das
provas que queira sofrer?

Π   % &   


   ' %  &  
   $       
   %  $ & 
 ! %!!!&

KARDEC, Allan. 4   


 .

 . Perg.
Perg. 264.
Dodos os Espíritos estão em condições de
planejar sua própria reencarnação?

> Π           %!!!&


       %!!!&    
         '   %!!!&

> Π            


   " %!!!&     
     $"       
  %!!!&       
        %!!!&!

XAVIER, Francisco Cândido e VIEIRA, Waldo. ë       ë


 
         ë        !  "#
"# "$
4 planejamento reencarnatório é o mesmo
para todos os Espíritos?

> !! Π     %   


       & %!!!&    
"        
        )  
   
    '  
          !

XAVIER, Francisco Cândido e VIEIRA, Waldo. ë       ë


 
         ë        !  "$
Centro de Planejamento de Reencarnações
(   Œ!* 

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  

    
  ë  
   
  
  
  &"#
&"# ! '() 
 m 
m  ë *  +  
    , ë m -.
4 Instituito de Planejamento das
Reencarnações

  *$

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
  *$ '  
+ 
Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
Pavilhão de Desenhos

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
  *$

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
Projeto de reencarnação de èilvério

  *$
,   - 
Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
Projeto de reencarnação de Anacleta

   ,     *$

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
4utro projeto de
reencarnação

  *$

,  

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
Õlcera planejada

Cândido.. m%   
XAVIER, Francisco Cândido    ë
    
  
  
   
 ë  
    
  
  
  &"#
&"# ! '()   m m 
ë *  +  
    , ë m -.
 !!!
> ! )   "      
   '       
##
> '        
         
##
>        
       
 
 #
#
>   
          
         
     "     
 ##
espírita. 4rg
FEB. Estudo sistematizado da doutrina espírita.
FEB. 4rg.. Cecília Rocha
Rocha..   
 ë  "  
"
m   /0    #
# 
 / !0!!!
>   
            
            
     
##
> .        $   
  
 )        )     
    #
  #
>   
         )  
       
     
            
 ##
>    
        
        
   
  !!
espírita. 4rg
FEB. Estudo sistematizado da doutrina espírita.
FEB. 4rg.. Cecília Rocha
Rocha..   
 ë  "  
"
m   /0    #
# 
%!!!&  '         
  %!!!& 
  '  
        
          
    Π     

XAVIER, Francisco Cândido. m%   . Pelo Espírito André Luiz.


ed. esp. Rio de Janeiro: FEB, 2003, p.193.
1 !(1!  
- .-,2!
  3 !14*2.5

| 3 (6.(7. 1

 3 Œ,.--.!1.-*25

3 8 

 3 1*,.-

 93 ( !: 

| 3 -! !,-2!.-
"ëë # $%&"ë"ë'()* &

ë   
    
   
  

        
      
 

        

          

 
   
  
    ! 
 + ,        ! -      
.       
  
     

       
   + ,  .  
       
           &       
      !
 / 
4 casal
não está
bem.

   + ,  .  


      

    0   
      
 &

         1  !    


  
     0 
  
 2  !


 !        
 
   

 
         !       
          
|                 !  0 
   
   
        
!  
      -     
  3   
        
         
     
         


 2  
2   &   


 
   
     !  
            
   
              
    
   
  
            
 +  4         
       !  3  !     0
    
    ! 
 
#    
5       
  

           
 +   
   
  
          

 
         
    
    !     .    6 7 
 + ,    6 0 7        

      
     
 + ,    ! -        +
 
 
      + 1 ,0   
.      
!  ë
 #     
 
       
&                

  8 
3         / 
ë
 #    
                
               
  
                  
                  
             
   
         !  
         
 1   
  
         

 
& ë
 #    
      


         
        
   

       
     

        


  
          
       
   3 
   
     -   
      +  
     
        -      !
      & 
  3   !     


      !      

 
           
ë
 
     
   
     
   
    
  !        
 9    :        -       
           
    
   +        
      
         
 
 
5  8  !5  
      
 
 +       

 
  

3    
& 
        
      
   !
     
    
    
 
     
   ; 
   +  #    ë
      
      + 3    ;       
   
   
    
 + ,                 
 -  8 
  9 ,:    
    + ,   8 
  9 ,:
A passagem do Espírito pelo estado de
infância
± estões para disc ssão

‡ Por q e temos q e passar pelo estado de


infância?

‡ O q e o ser reencarnante herda dos pais?

‡ Por q e não há possibilidade de livre


manifestação do espírito na infância?

‡ A infância se dá em todos os m ndos


habitados?