Você está na página 1de 9

ADAPTAÇÃO INFANTIL NA ESCOLA PORQUÊ É TÃO DIFÍCIL?

O QUE É ADAPTAÇÃO INFANTIL? A adaptação é um processo. . É uma transição. inclusive. não deve ser feita de maneira brutal. tanto para a criança. por isso. para os professores. quanto para os pais e.

PORQUÊ É DIFÍCIL? Porque é uma separação. incomoda. Enfrentar algo desconhecido é sempre uma condição estressante independente da idade. incômoda. que afeta as crianças e também os pais. . Quando a gente tem que passar por alguma mudança de rotina. porque saímos de nossa zona de conforto. como sempre. É uma situação nova para as crianças e para os pais e.

familiares e a casa) . PORQUÊ É DIFÍCIL? O que pra gente é somente um “primeiro dia de aula”.as pessoas não são familiares É difícil também para os pais! Exemplo: novo emprego.se afastar do que é conhecido (pais. para as crianças isso pode representar muitas outras coisas: . .as rotinas são novas .

mas o papel de educar é dos pais. o filho vai para a escola para aprender e passa um período do seu dia aqui. Não crie falsas expectativas no seu filho. A escola tem a função de ENSINO. Entenda quem (você ou seu filho) está inseguro com o processo escolar. Os pais esclarecem aos filhos o porque ele deve ir a escola e devem deixar claro que ele vai ficar sozinho lá (sem os pais) depois de alguns dias. . e não da escola. QUAL O PAPEL DOS PAIS NA ADAPTAÇÃO? Enorme! Afinal. Os pais precisam dar espaço para que a escola acolha a criança e para que a criança comece o processo de adaptação.

.qual a função da professora. .porque ele vai para a escola. . . . . . nem nos negativos.o que acontece na escola.não saia sem se despedir do seu filho.a criança percebe quando os pais não estão se sentindo seguros com aquela situação. O QUE FAZER? Explique o máximo possível para o seu filho o que irá acontecer (ou o que está acontecendo) .a possibilidade de fazer novos amigos.que ele vai para a escola. . não exagere nos pontos positivos. isso pode gerar uma quebra de confiança na criança.seja verdadeiro.

O choro transmite o que as crianças não conseguem dizer. Chantagem. muitas vezes. Mas. afinal.. É normal que as crianças chorem. . E O CHORO? O choro da criança precisa ser avaliado pelos pais e pela professora (e coordenadores da escola). é um momento de adaptação e que a criança pode se sentir angustiada e não saber como lidar com aquela mudança. esse choro é apenas uma forma de tentar sair daquele ambiente desconhecido. é preciso tentar decifrar a mensagem..

Os pais precisam estar muito seguros do que realmente querem (deixar a criança na escola). PAIS E ADAPTAÇÃO Várias pesquisas já demonstram que a forma como a família. Mas. os pais se sentirem culpados em deixar seus filhos na escola. o momento de ir a escola chegaria. lembre-se. é mais fácil de as crianças se adaptarem. Se os pais estão seguros quanto a decisão e deixam com que o filho siga o caminho escolar. principalmente a mãe. É normal. mais cedo ou mais tarde. pois terão que manter firmes e não ceder a ‘chantagem’ dos pequenos que tentam de todas as maneiras manipulá-los. também. Seu filho só tem a ganhar com isso! . vê a entrada do filho na instituição influencia as reações da criança durante o período de adaptação.

já é difícil se adaptar. Ex: trabalho novo. mas é importante que os pais lembrem que a escola é feita por seres humanos.. com suas possibilidades e impossibilidades. isso porque nós falamos e já temos maturidade para expressar sentimentos. É importante perceber que a esse processo de adaptação vai ser delicado para a criança. muitas vezes. Tente perceber quanto o seu filho não está se adaptando e quando é você que não está se adaptando às mudanças na vida do seu filho. Não existe escola perfeita. é importante lembrar que os pais têm um papel importante na adaptação do filho na escola. Além disso. CONCLUINDO.. É uma pessoa que ainda é bastante imatura e não consegue expressar seus sentimentos e pensamentos. A criança não é passiva. . As escolas vão buscar fazer o melhor. Quando nós passamos por mudanças na vida. algo que você modela e enquadra em uma situação.

Interesses relacionados