Você está na página 1de 87

Polímeros

Profa. Juliana Casali Revisado Prof. Adalberto

Polímeros

Polímeros
Polímeros

Polímeros

Polímeros

Produtos petroquímicos

Oriundos de hidrocarbonetos derivados do petróleo; Água oceânicas profundas; Rio de Janeiro - Bacia de Campos (75%)

Produtos petroquímicos • Oriundos de hidrocarbonetos derivados do petróleo; • Água oceânicas profundas; • Rio de

Polímeros

Produtos:

parafinas, olefinas, naftaleno hidrocarbonetos aromáticos (metano, propano, etano, etileno, butenos, benzeno, tolueno);

Polímeros • Produtos: • parafinas, olefinas, naftaleno • hidrocarbonetos aromáticos (metano, propano, etano, etileno, butenos, benzeno,

Processo de produção

Polímeros • Produtos: • parafinas, olefinas, naftaleno • hidrocarbonetos aromáticos (metano, propano, etano, etileno, butenos, benzeno,

Consiste em separar Fluidos com pontos de ebulição diferentes através do aquecimento dos mesmo

Destilação

Refinaria de petróleo

Polímeros • Produtos: • parafinas, olefinas, naftaleno • hidrocarbonetos aromáticos (metano, propano, etano, etileno, butenos, benzeno,

Polímeros

Refinaria de petróleo;

Polímeros • Refinaria de petróleo;

Polímeros

Destilação; Separar líquidos com pontos de ebulição diferentes - aquecimento;

Polímeros • Destilação; • Separar líquidos com pontos de ebulição diferentes - aquecimento;

Polímeros

Polímeros

Polímeros

Polímeros

Oleofinas

• Os Alcenos (ou Olefinas) são um grupo funcional orgânico que se difere dos alcanos pelo número de ligações duplas (os Alcenos possuem pelo menos uma ligação dupla entre carbonos (portanto insaturada) enquanto que os Alcanos não apresentam esse tipo de ligação), e consequentemente na proporcionalidade entre átomos de Carbono e Hidrogenio. A fórmula geral dos Alcenos é C n H 2n . (Eteno, propeno, buteno,etc.)

Oleofinas

• A produção das oleofinas começa com o craqueamento, um processo no qual a nafta é aquecida em fornos causando o rompimento das moléculas de nafta de cadeias longas a se romperem em moléculas de cadeias curtas ou serem transformadas em outras moléculas em forma gasosa.

Oleofinas

• Os gases assim produzidos são resfriados e, então, mediante um processo de destilação e são resfriados e comprimidos.

• Os produtos resultantes são, então, enviados para a unidade de fracionamento criogênico e purificação, onde são destilados para a recuperação de eteno e propeno de alta pureza.

ADITIVOS

ADITIVOS
ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

ADITIVOS

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros
Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros
Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Técnicas de conformação dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros Principais grupos de materiais poliméricos de acordo com o seu comportamento mecânico até

Principais grupos de materiais poliméricos de acordo com o seu comportamento mecânico até a ruptura

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros
Propriedades dos polímeros
Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros Ensaio de tração de um material polimérico

Ensaio de tração de um material polimérico

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros Alongamento de um corpo-de-prova após a ruptura

Alongamento de um corpo-de-prova após a ruptura

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros Representação esquemática do comportamento tensão-deformação para um polímero termoplástico parcialmente cristalino

Representação esquemática do comportamento tensão-deformação para um polímero termoplástico parcialmente cristalino

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros Diagrama tensão-deformação para um polietileno de baixa densidade a diferentes temperaturas
Propriedades dos polímeros Diagrama tensão-deformação para um polietileno de baixa densidade a diferentes temperaturas

Diagrama tensão-deformação para um polietileno de baixa densidade a diferentes temperaturas

Propriedades dos polímeros

Transição vítrea dos polímeros; Polímeros amorfos; Resfriados a partir líquidos fundido – Sólidos Rígidos (com estrutura molecular desordenada – líquidos)

Rígido

Propriedades dos polímeros • Transição vítrea dos polímeros; Polímeros amorfos; Resfriados a partir líquidos fundido –

Tg

Borracha

Propriedades dos polímeros • Transição vítrea dos polímeros; Polímeros amorfos; Resfriados a partir líquidos fundido –
Propriedades dos polímeros • Transição vítrea dos polímeros; Polímeros amorfos; Resfriados a partir líquidos fundido –
Duro e frágil
Duro e
frágil

Assemelham-se a Borracha

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Propriedades dos polímeros

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros reciclagem
reciclagem
reciclagem

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros
Tipos de polímeros

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS

TERMOPLÁSTICOS
TERMOPLÁSTICOS

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros

TERMOFIXOS

TERMOFIXOS

TERMOFIXOS

TERMOFIXOS
TERMOFIXOS
TERMOFIXOS

Tipos de polímeros

Tipos de polímeros
Tipos de polímeros

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS
ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

ELASTÔMEROS OU BORRACHAS

TIPOS DE POLIMEROS

TIPOS DE POLIMEROS

FIM