Você está na página 1de 9

Apresenta determinadas informaes ou

problemas.
Explica assuntos ou factos, no sentido de ser
entendido pelo seu destinatrio.
Serve para explicar ou fazer compreender algo,
desenvolvendo-a pormenorizadamente.
Deve permitir que o leitor identifique, claramente,
o tema central do texto.
Razovel grau de objectividade;
Linguagem cuidada, com estruturas lexicais
e sintcticas correctas e adequadas;
Clareza, simplicidade e rigor;
Uso de estruturas impessoais, de
nominalizaes e modalidades de
possibilidade, certeza ou probabilidade, em
vez de juzos de valor ou sentimentos de
apreciao.
Apresentao do tema (objectivos e inteno
do autor);
Desenvolvimento do tema (Explicao,
demonstrao e estabelecimento lgico entre
os dados enunciados)
Concluso (sntese do exposto)
um texto que visa convencer, persuadir ou
influenciar o ouvinte/leitor atravs da
apresentao de uma tese (ponto de vista),
cuja veracidade deve ser demonstrada e
provada atravs de argumentos adequados.
concebido de forma a convencer ou a
persuadir.
A tese defendida deve ser claramente
identificada pelo destinatrio.
O texto deve usar um registo adequado ao
destinatrio e tema.
Os argumentos utilizados devem ser
diversificados: Universais /
Experincia pessoal / Histricos / Exemplares
/ Cientficos
Introduo, normalmente um pargrafo.

Desenvolvimento, em pargrafos, com os


respectivos argumentos e contra-argumentos,
seguidos de exemplos.
Concluso, de pargrafo nico, que retoma a
afirmao inicial provada ou contrariada.

Os vrios pargrafos devem estar encadeados


uns nos outros pelos articuladores do
discurso ou conectores lgicos.
TESE PREMISSA ARGUMENTOS
CONCLUSO
Indicao do tema ou objecto de
argumentao.
Formulao da tese defendida.
Demonstrao, por meios de argumentos, de
que verdadeira.
Concluso (tenta-se convencer ou persuadir)