Você está na página 1de 5

DIREITO CANNICO

CARLA CRISTINA
DIREITO CANNICO
Direito da Igreja Catlica, e chamado cannico
porque deriva da palavra grega canon, que
significa regra.
Existe at hoje, sendo atualizado de tempos em
tempos.
Foi importantssimo na Idade Mdia, por causa da
Igreja, que detinha um poder quase absoluto nos
sculos VIII a XV, bem como por ser escrito, o que
lhe dava primazia em muitos lugares da Europa,
visto que a oralidade imperava numa poca de
um grande nmero de analfabetos, tornando-o
nico.
As fontes so o ius divinum (conjunto de regras
extradas da bblia), a prpria legislao cannica
(decises dos conclios e escritos (decretais)
papais) e os costumes e princpios recebidos do
direito romano.
DIREITO ROMANO NA IDADE
MDIA
Pela sua complexidade e fora, no poderia deixar de
ser usado durante a Idade Mdia.
Sobreviveu, com a aplicao direta do Princpio de
Personalidade das Leis, atravs do qual o direito
romano continuou a ser aplicado para os romanos e o
direito germnico para os invasores brbaros.
Serviu como fonte de inspirao para novas legislaes
(fenmeno da recepo do direito romano).
Na Europa Oriental (Bizncio) continuou a ser utilizado
durante toda a Idade Mdia, mas se pode considerar
que a partir do sculo XII na Itlia e, nos sculos
seguintes, em toda a Europa Ocidental, houve o
chamado Renascimento do direito romano.
RECEPO DO DIREITO ROMANO
Sculo XII, com a fundao das universidades, principalmente as de
Bolonha, na Itlia, onde os chamados glosadores faziam
compilaes de legislaes escritas e organizadas, como o corpus
iuris civilis de Justiniano, misturadas a ferramenta intelectual
advinda da filosofia grega.
O renascimento do direito romano, nesta poca, adveio da
necessidade das monarquias nacionais absolutistas de legislaes
escritas e organizadas (codificao).
Cdigo Justinianeu => ponto de partida (ratio scripta razo
escrita), sobre o qual se aplica a dialtica, a lgica e a retrica. a
primeira tentativa de sistematizar o direito ocidental (direito
organizado).
Assim, nas universidades, atravs das regras metodolgicas do
saber cientfico, nasce os conhecimentos integrados em um sistema
que pode ser aprendido em seus princpios, que o IUS
COMMUNE => direito comum a todos, qual seria o direito romano
interpretado pelos doutores das universidades europias
DIREITO ROMANO-GERMNICO.
BIBLIOGRAFIA
FLAVIA LAGES HISTRIA DO
DIREITO GERAL E BRASIL; CAPTULO
VII.

Você também pode gostar