Você está na página 1de 23

REFLEXOLOGIA

e Técnicas de Massagem

Carol Fontoura
REFLEXOLOGIA

A reflexologia atua nos seguintes níveis:


fisiológico, psicológico e espiritual
Áreas reflexas no corpo:
As principais áreas reflexas trabalhadas são:

 as mãos (reflexo palmar);


 os pés (reflexo podal);
 as orelhas (reflexo auricular);
 a coluna (reflexo vertebral);
 a face (reflexo facial);
 e o crânio (reflexo cranial).
REFLEXOLOGIA
 O principal benefício da reflexologia é o relaxamento. Ao reduzir a
tensão, também melhora a irrigação sanguínea, faz aflorar um
funcionamento nervoso desimpedido, restabelece a harmonia
entre todas as funções do corpo e combate o seu estresse.

 Baseia-se no princípio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos


pés e nas mãos que correspondem a cada órgão, glândula e estrutura
no corpo.

 Ao trabalhar nesses reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo.


A energia está sempre fluindo através de canais ou zonas no corpo,
que terminam formando os pontos reflexos nos pés e mãos.
REFLEXOLOGIA
 O mapa da reflexologia:
REFLEXOLOGIA
 A Reflexologia Podal consiste em massagear e pressionar os
pontos de reflexos nos pés, e estes são encontrados na sola
dos pés;

 Quando a energia vital fica bloqueada em determinada


região do corpo, e isto reflete em zonas refletoras... e
bloqueia a energia da parte do corpo que está em
desequilíbrio;

 São identificados como sensação de dor e pela presença de


“áreas granulosas”, conhecidas como depósitos de cristais.
 A reflexologia não é um substituto para o atendimento
médico normal, e sim um sistema holístico de suporte à
saúde.

 Pode aliviar sintomas como: dores de cabeça, nas costas,


estômago, indigestão, constipação, cólicas menstruais, e
estresse.

 Divide-se em fase exploratória e de implementação. E


quanto mais habilitado você se tornar na 1ª fase, mais
sucesso terá na 2ª.
 Fase exploratória: Fazer pressão muito suave em qualquer ponto
dos meridianos, e pode sentir no local: leve dor, dor muito forte
ou não sente-se dor.

 Nesta fase busca-se minúsculos pontos cristalizados que cercam


o ponto meridiano. Estes depósitos parecem partículas de areia.
Alguns se agrupam e quanto maior o acúmulo, mais sensível será
o ponto meridiano.

 Quanto maior o acúmulo, indica que há tempo o caminho


nervoso tem sido afetado, e indica o tempo que o corpo está em
desequilíbrio.

 Podem ser necessárias várias sessões de reflexologia para obter


uma melhora.
Fase de implementação:

 Considerada a sessão de tratamento, onde ocorre as


manipulações para oferecer o alívio ao cliente.

 Esta fase pode ser desconfortável e dolorosa.


CRISTAIS:

 São depósitos de cálcio, ácido úrico e vestígios de


outras toxinas no sangue. Se acumulam quando o fluxo
sanguíneo diminui. Quando se quebram há um
aumento do fluxo sanguíneo, e se equilibra o corpo
internamente.

 Função da reflexologia: fazer o fluxo sanguíneo voltar


ao normal.
COMO FAZER:
 Imersão dos pés com sais, esfoliação e massagem em todo o
pé.

 Atua com a compressão... e no final massageie


normalmente todo o pé.

 Nos dias seguintes o cliente pode sentir mal-estar devido à


liberação das toxinas. Isto pode ocorrer até o 3º
atendimento.
 COMO FAZER:

 O tratamento leva de 20 a 40 min., tratando um pé de cada


vez.

 Aplica-se pressão com a ponta do polegar ou dos dedos


sobre pontos reflexos, uma pressão firme, não forte.

 Com o grau de desconforto, maior ou menor, nas zonas


pressionadas, é possível saber em que partes
correspondentes que o corpo pode registrar maior ou menor
desequilíbrio.
COMO FAZER:
 Aplique uma pressão firme, levemente crescente, mas
esteja ciente da tolerância do receptor à medida que os
pontos meridianos forem sentidos.

 Pressão por 5 segundos, e repetir cada ponto 3 vezes.

 Depois saia do ponto, e verifique se não há dor ou sensação


latejante quando a pressão para. A dor no reflexo
meridiano informa de que há dor na parte do corpo
associada.
REFLEXOLOGIA
 O ponto meridiano sempre é redondo, mas a área de
sensibilidade pode ter um formato levemente diferente.

 Deve-se localizar toda a área sensível para mapear a região


que não dói em volta do ponto dolorido.

 Ao passar para a próxima área reflexa a pressão do polegar é


reduzida, e em seguida desloca-se para a área seguinte.
Efeitos no organismo:
 Relaxa o corpo;
 Descontrai os músculos;
 Melhora a circulação sanguínea, facilitando o transporte de
O2 e nutrientes e a limpeza de toxinas celulares;
 Estimula as produções hormonais de endorfinas
(analgésico);
 Combate o estresse e seus efeitos maléficos.
Contra-indicações:
 Trombose, tromboflebites, embolia;
 Diabetes;
 Gravidez – em útero, ovário, tireóides e hipófises;
 Fraturas, feridas e lesões temporárias;
 Varizes expostas;
 Clientes cardíacos com marcapasso, lesões de coronária;
 Dermatites e encefalites;
 Febres;
 Câncer em estágio avançado.
Modo de realização:
 Deslizamento nas laterais dos pés;
 Compressões com dedos alternadas na sola do pé;
 Compressões sobre o dorso do pé e lateral;
 Compressões cruzando os polegares por toda parte central
do pé;
 Alongue o dorso do pé;
 compressão com nós dos dedos sobre o calcanhar;
 Compressão nos tornozelos e lateral dos pés;
 Torções com o pé segurando o peito e calcanhar;
 Deslizamento com os dedos em todo o pé até o calcanhar.
REFLEXOLOGIA
 O corpo foi dividido em zonas longitudinais e zonas
transversais facilitação da prática.

 Há 10 zonas longitudinais, com uma linha traçada no


centro do corpo, com 5 zonas de cada lado. Cada zona está
relacionada com os dedos.

 Há 03 zonas transversais, divididas em 3 partes: ombros,


cintura e base pélvica. Refletindo em 3 zonas nos pés.
TEORIA ZONAL
SEQUÊNCIA SUGERIDA

1. Relaxar articulações;

2. Massagear todo pé;

3. Reflexologia: estimular todos pontos


sequencialmente ou pontos principais para o caso;

4. Finalizar massageando todo pé (podendo incluir


cremes).
Capacitação em Reflexologia

 Curso de 20h – valor de 250,00 à 500,00.

 Especialização – valor diferenciado de acordo com a


Instituição.

Interesses relacionados