Você está na página 1de 11

Sistema Reprodutor Feminino

Ovários, óvulos e processo de ovulação

Os ovários são duas glândulas situadas no


interior da cavidade pélvica. São eles que
produzem os óvulos, que são os gametas
femininos.
A maturação de óvulos começa, em geral por
volta dos 12 ou 13 anos de idade. Então, mais ou
menos a cada mês, um óvulo de um ovário
amadurece e é eliminado na superfície daquele
ovário. Ao processo de liberação do óvulo pelo
ovário dá−se o nome de ovulação.
Por volta dos 50 anos de idade, a mulher atinge a
menopausa, período em que cessam as ovulações e
portanto, não há mais liberação de óvulos contidos
nos ovários.
O óvulo tem forma esférica e seu tamanho é bem
maior que o do espermatozoide, o diâmetro do óvulo
é de cerca de 0,1 mm.
Além dos óvulos, os ovários produzem dois
importantes hormônios femininos: o estrogênio e
progesterona.
O estrogênio é responsável pelo desenvolvimento
das características sexuais secundárias femininas,
como o desenvolvimento das mamas e o surgimento
de pelos púbicos. A progesterona, entre outras
funções, “prepara” o útero para receber o embrião.
Tubas Uterinas: onde ocorre a fecundação
As tubas uterinas são dois tubos finos e longos que
ligam os ovários ao útero.
Quando um óvulo está maduro, ele é liberado do
ovário e passa pelo interior das tubas uterinas, local
onde normalmente ocorre a fusão do óvulo com o
espermatozoide, essa fusão se chama fecundação.
Uma vez ocorrida a fecundação forma−se o zigoto.
Então, a partir do zigoto, ocorrem sucessivas
divisões celulares que originam um embrião .
Impulsionado por pequenas contrações da parede
da tuba uterina, o embrião chega ao útero em
aproximadamente 4 ou 5 dias.
Útero: onde o embrião se desenvolve
O útero é um órgão muscular com a forma de
uma pera invertida, seu interior é revestido pela
mucosa uterina (endométrio). É nessa mucosa
que o embrião se aloja − esse fenômeno é
chamado de nidação.
O útero aloja o embrião, que se desenvolve em
seu interior até o nascimento.
Por volta da oitava semana de gestação, o
embrião já exibe forma humana: é possível o
reconhecimento de estruturas como braços,
pernas, olhos, nariz e boca.
O embrião passa então a se chamar feto. Durante o
período da gravidez, as ovulações são interrompidas.

Embrião com 3 semanas Feto com aproximadamente 4 meses

Embrião com 6 a 7 semanas Feto com aproximadamente 6 meses


Vagina e Vulva
A vagina é o canal que liga o útero ao meio
externo. Os órgãos genitais femininos externos
constituem a vulva.
A vagina é constituída de uma membrana
mucosa e de uma parede muscular, ela
apresenta grande elasticidade, permitindo a
relação sexual e a abertura adequada à
passagem do bebe no parto normal.
A vulva compreende o conjunto formado por
estruturas como os lábios maiores, menores e o
clitóris.
Os lábios maiores são duas pregas de pele que
envolvem os lábios menores, que também se
constituem de duas pregas de pele que
protegem a abertura da vagina.
O hímen é uma expansão da mucosa da vagina
que fecha parcialmente a sua abertura.
O clitóris é um órgão externo e pequeno, que
possui tecido erétil. É um órgão que proporciona
prazer sexual à mulher.
O Mecanismo da Fecundação
Numa relação sexual, no momento da
ejaculação, o esperma ou sêmen é lançado no
fundo da vagina. Uma vez no corpo feminino, os
milhões de espermatozoides contidos no
esperma locomovem−se ativamente, graças ao
batimento do flagelo, e chegam à tuba uterina,
após atravessar o útero.
Se houver um óvulo no interior de uma das
tubas uterinas, um ou mais espermatozoides
poderá penetrá−lo ocasionando a fecundação e
o inicio da gravidez.
Trabalho de Biologia 2112
• Allan Victor
• Felipe Nata
• Camila
• Robert