Você está na página 1de 19

1 - O que é o CEBus e o que

significa?
CEBus significa Consumer Electronic Bus e é
um protocolo de comunicação desenvolvido
por empresas dos EUA.
2 - Quais foram as principais
motivações para o criação da
norma CEBus?
Foi o desenvolvimento de um protocolo universal, de
baixo custo, para a comunicação entre vários
dispositivos domésticos, independentemente do
fabricante e de fácil uso por parte do consumidor.
3 - O que é a norma EIA-600?

A norma EIA-600 especifica o formato da


mensagem, a entrega desta e as regras de
resposta das camadas de Aplicação, Rede,
Dados/Lógica e Física.
4 - Indique as funções das camadas
da norma EIA-600 que utiliza o
protocolo CEBus?
Aplicação: Fornece serviços às aplicações do utilizador;
Rede: Encaminhamento (routing) de pacotes e
fragmentação. Esquema de endereçamento lógico;
Dados/Lógica: Controla o acesso ao meio físico de
transmissão. Controlo de erros da camada física;
Física: Define as características do meio físico de transmissão
da rede, conectores, interfaces, codificação ou modulação de
sinais.
5 - Quais as principais aplicações
do Protocolo CEBus?
Suas principais aplicações são em controle
remoto, indicação de status, gerenciamento de
energia, sistemas de segurança, gerenciamento
de dispositivos de entretenimento, etc.
6 - Que tipo de arquitetura
utiliza o protocolo CEBus?
O CEBus é um protocolo de arquitetura aberta,
qualquer um pode ter uma copia e desenvolver
produtos que trabalhem com esse padrão.
7 - Indique os meios de
comunicação que o protocolo
CEBus pode utilizar?
1 Rede eléctrica; 2 Par entrançado; 3 Cabo
coaxial; 4 Infravermelhos; 5 Rádio
frequência; 6 Fibra óptica.
8 - O CEBus permite até quantos
endereçamentos?
O CEBus permite até 4 biliões de
endereçamentos.
9 - Como é feita a interligação entre
diferentes meios de comunicação?
A interligação entre diferentes meios de
comunicação é feita recorrendo a dispositivos
específicos designados de routers, brouters e
data-bridges.
10 - O sistema de automação CEBus
pode ser instalados, sem
necessidade de colocar nova
cablagem?
Como o CEBus suporta vários meios de
comunicação, alguns sistemas de automação
podem ser instalados, sem necessidade de
colocar nova cablagem.
11 - Qual é o ritmo de transmissão
do canal de controlo CEBus?
O ritmo de transmissão é cerca de 8000 bps.
12 - O protocolo CEBus pode
suportar canais de dados para
vídeo/áudio e porquê?
Sim, porque permite maiores taxas de
velocidade na transmissão de dados.
13 - Onde e de que forma são
transmitidos os comandos e as
informações do estado?
São transmitidos no canal de controlo na
forma de mensagens, compostas por pacotes
de bytes.
14 - As mensagens CEBus são
pacotes que possuem o quê?
Um preâmbulo, um byte de controlo, um
endereço fonte, um endereço destino, uma
mensagem CAL (Common Application Language)
e um byte de checksum.
15 - O que é o CAL (Common
Application Language)?
O CAL é uma linguagem predefenida de controlo
que permite aos dispositivos comunicarem entre
si e executarem certas tarefas.
16 - Porquê que o CEBus suporta
uma topologia flexível?
Um dispositivo pode ser colocado em qualquer
lugar onde seja necessário e poderá ligar-se a
qualquer meio de comunicação, para o qual terá
uma interface CEBus apropriada.
17 - O protocolo CEBus utiliza
arquitetura centralizada ou
descentralizada?
Pode utilizar ambas as arquiteturas.
18 - O CEBus permite que novos
dispositivos sejam inseridos num
sistema em qualquer momento,
porquê?
Sim, porque utiliza um arquitetura
descentralizada e é reconhecido e
configurado automaticamente pelo sistema.
19 - Qual é a principal desvantagem
do protocolo CEBus?
A desvantagem mais significativa desta tecnologia
deve-se a este protocolo ter sido criado
principalmente para ser utilizado nos EUA. Isto faz
com que o acesso a equipamento que funcione com
esta tecnologia seja difícil e dispendioso.