Você está na página 1de 1

CHAVE DE IDENTIFICAÇÃO “MADEIRAS COMERCIAIS DO BRASIL”

(VERSÃO ANDROID)
Gontijo, A. B.1, Rodrigues, J.S.2, Santana, C.S.F.3, Menezes, N.A. 4, Barbosa, L.L.5, Coradin, V.R.6, Lisi, C.S.7
1Alexandre Bahia Gontijo. Laboratório de Produtos Florestais/Serviço Florestal Brasileiro. e-mail: (alexandre.gontijo@florestal.gov.br).

Introdução
Conhecer os caracteres anatômicos do lenho de cada
espécie é uma ferramenta muito importante (ZENID, 1997).
Sem uma identificação correta, muitas espécies podem ser
confundidas e exploradas de forma ilegal. A diferença entre as
espécies, quando vista de forma clara e objetiva, auxilia no
controle do manejo florestal, diminuindo prejuízos econômicos e
auxiliando na manutenção da biodiversidade (KANASHIRO,
2002).
Neste sentido, o objetivo desse trabalho foi selecionar
diferentes espécies de madeiras comumente comercializadas no
Brasil, inseridas na Chave Interativa de Identificação de
Figura 1. Imagens ilustrativas do aplicativo Madeiras comerciais do Brasil: guia para identificação por caracteres
Madeiras Comerciais do Brasil, anteriormente desenvolvida para gerais e macroscópicos. (A) Imagem do Ícone do aplicativo a ser acessado no celular depois de baixado e instalado.
funcionar em computadores pessoais com sistema operacional (B) Tela inicial (Splash) do aplicativo. (C) Menu de acesso a informações e aos ambientes de busca.

Windows, e montar uma nova versão com acessibilidade mais Espera-se que esta ferramenta possa ser utilizada por agentes de
intuitiva e desenvolvida para funcionar em sistemas operacionais controle do estado, ligados a órgãos ambientais em todas as esferas
Android a partir de um ambiente off-line, permitindo a sua de poder.
instalação em dispositivos móveis (Smartphones), facilitando sua A B C

utilização em campo e facilitando seu uso em trabalhos de


fiscalização e controle do setor madeireiro.

Material e Métodos
Foram identificadas 157 espécies de maior
representatividade do comércio de madeira nacional.
A padronização dos caracteres macroscópicos foi baseada
em Coradin & Muñiz (1992) e na Lista de caracteres
microscópicos da Associação Internacional de Anatomistas de
Madeira (IAWA Committee, 1989).
O aplicativo foi desenvolvido com base na Chave de
Identificação de Madeiras Comerciais do Brasil (CORADIN et al,
Figura 2 – Imagens da tela “buscar espécie”: (A) Ilustra o acesso a índices de busca e caracteres a serem
2010). Foram feitos ajustes que seguiram a adequação escolhidos de acordo com o tipo de domínio fitogeográfico que a planta em análise se enquadrar. (B) Relação de
espécies obtidas conforme a escolha dos caracteres. (C) Imagem da madeira da espécie selecionada (Garapeira).
necessária para o funcionamento em smatphones (sistema (D) Informações correspondentes à espécie selecionada. Todas as imagens são relativas ao aplicativo Madeiras
operacional Android) a fim de tornar as informações de fácil comerciais do Brasil.

acesso mesmo “off-line”, permitindo ao usuário a perfeita Conclusão


comparação da madeira examinada ao registro científico contido Com a chave, os fiscais serão capazes de determinar com maior
no aplicativo. segurança as espécies que deram origem aos produtos florestais
comercializados, trazendo à tona a possibilidade real de
Resultados e Discussão sustentabilidade ao setor, tendo como principal consequência a
A Tela de Menu (Fig. 1) corresponde a tela principal do aplicativo, conservação da biodiversidade tropical.
através dela o usuário acessa as demais funcionalidades. Estas
Referências Bibliográficas
estão dispostas em quatro campos, com acesso por apenas um CORADIN, V. T. R. & MUÑIZ, G. I. B. 1992. Normas e procedimentos em estudos de anatomia da
clique sobre ícone escolhido. Os recursos disponíveis na Tela de madeira: I. Angiospermae, II. Gimnospermae. Brasília: LPF – série técnica, n. 15. 19 p.
CORADIN,V. T. R.; CAMARGOS, J. A. A.; PASTORE, T. C. M.; CHRISTO, A. G. Madeiras comerciais do
Menu são: Encontrar Espécies, Glossário, Instruções e Sobre. Brasil: chave interativa de identificação baseada em caracteres gerais e macroscópicos = Brazilian commercial
timbers:interactive identification key based on general and macroscopic features. Serviço Florestal Brasileiro,
Laboratório de Produtos Florestais: Brasília, 2010. CD-ROM
IAWA Committee. 1989. IAWA list of microscopic features for hardwood identification. IAWA Bull. n.s.
10(3): 221–332.
KANASHIRO, M. As Diferenças entre as Árvores. São Paulo. Pesquisa FAPES, n. 82, p. 20-33, 2002.
ZENID G. J. Identificação e grupamento das madeiras serradas empregadas na construção civil
habitacional na cidade de São Paulo [dissertação]. Piracicaba. USP, 1997.