Você está na página 1de 27

Administrativos

Processos

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO
Administrativos
Processos

“Planejamento é um conjunto de atividades e


providências destinadas a alcançar um estado
futuro desejado, principalmente em situações em
que prevalece a hipótese de que o futuro diferirá
do passado e do presente.”

ESTRATÉGIA:
• TÁTICA
• OPERAÇÃO

ESTADO A ESTADO B
2/27
ABRANGÊNCIA DO
PLANEJAMENTO
Administrativos
Processos

Planejamento Estratégico:
Planejamento Estrat égico • Envolve toda a organização
NÍVEL mapeamento ambiental e • Direcionamento a longo prazo
Mapeamento ambiental
INSTITU avaliação das
e avalia ção dasforças
for ças e • Focaliza o futuro e o destino
CIONAL limitações dações
e limita organização.
da • Ação global e molar
organiza ção

Planos Táticos: • Envolve cada departamento


tradução e interpretação • Direcionamento a médio prazo
NÍVEL das decisões estratégicas • Focaliza o mediato
INTERMEDIÁRIO em planos concretos em • Ação departamental
nível departamental.

Planos Operacionais:
desdobramento dos planos • Envolve cada tarefa/atividade
NÍVEL • Direcionamento a curto prazo
táticos de cada departamento
OPERACIONAL em planos operacionais • Focaliza o imediato/presente
para cada tarefa. • Ação específica e molecular
3/27
Planejamento
ESTRATÉGICO
Administrativos
Processos

Processo administrativo que


proporciona sustentação metodológica
para se obter a melhor direção a ser
seguida pela empresa, visando a
otimização do grau de interação com o
ambiente e atuando de forma inovadora
e diferenciada.
(Restrito aos escalões superiores)
4/27
ETAPAS DO PLANEJAMENTO
ESTRATÉGICO
Administrativos
Processos

DETERMINAÇÃO DOS OBJETIVOS


(Aonde queremos chegar?)

ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA • Oportunidades


(O que há no ambiente?) • Ameaças

ANÁLISE ORGANIZACIONAL INTERNA • Forças


(O que temos na empresa?) • Fragilidades

FORMULAÇÃO DE ALTERNATIVAS
(O que fazer?)

ELABORAÇÃO DO PLANEJAMENTO
(Como fazer?)

IMPLEMENTAÇÃO E EXECUÇÃO
(Como tornar realidade?)

AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS


(Como estamos indo?)
Retroação
5/27
DETERMINAÇÃO DOS
OBJETIVOS
Administrativos
Processos

Objetivos genéricos principais que as empresas procuram


alcançar:
1. LUCRO:
• Sob duas óticas:
• Retorno dos proprietários e da economia da
empresa.
2. EXPANSÃO DA EMPRESA:
• Em relação a si mesma e ao mercado.
3. SEGURANÇA:
• Assegurar o seu futuro e a continuidade.

4. AUTONOMIA OU INDEPENDÊNCIA:
• Decidir livremente sobre seu destino.
6/27
MODELOS:
Shareholders e Stakeholders
Administrativos
Processos

Quando se trata de Objetivos Organizacionais pergunta-se:


• A quem a empresa deve prestar contas?
• Quem deve receber o retorno da riqueza criada?
• Quem deve usufruir dos resultados gerados?

1. MODELO SHAREHOLDERS:
• Predominante na era industrial.
• A empresa é considerada uma “entidade econômica”.
• Trazer retorno aos proprietários e acionistas (shareholders).
• O lucro é o indicador supremo do sucesso
empresarial.
• Documentos mais importantes:
• Balanço Contábil e Demonstrativo Financeiro.
7/27
MODELOS:
Shareholders e Stakeholders
Administrativos
Processos

2. MODELO STAKEHOLDERS:
• Emergiu nas últimas décadas.
• A empresa é considerada uma “entidade
social”.
• Trazer retorno para todos os parceiros do
negócio ou grupos de interesse (stakeholders).
• Modelo de Responsabilidade Social.
• Distribuição da riqueza deve ser proporcional,
de acordo com a contribuição de cada parceiro.
• Documento mais importante:
• Balanço Social.

8/27
DESDOBRAMENTO E
HIERARQUIA DOS OBJETIVOS
Administrativos
Processos

9/27
ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA
Análise do Ambiente Geral-Fatores
Administrativos
Processos

AMBIENTE AMBIENTE AMBIENTE


POLÍTICO LEGAL ECONÔMICO

A INDÚSTRIA

AMBIENTE AMBIENTE
DEMOGRÁFICO CULTURAL

COMPETITIVA
AMBIENTE AMBIENTE
SOCIAL ECOLÓGICO

AMBIENTE
TECNOLÓGICO
10/27
ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA
Análise do Ambiente de Tarefa
Administrativos
Processos

Stakeholder é qualquer indivíduo ou grupo que


pode afetar o alcance dos objetivos
organizacionais, ou que é
afetado pelo alcance destes objetivos (Freeman,
1983).
Congresso Acionistas Comunidade
Financeira Ambientalistas
Fornecedores

Governos Nos
Concorrentes 3 Níveis
Indústria CNPQ
Petrolífera
ANP Defesa do
Consumidor
Grupos
Contrários
a Ind. Petrol. Consumidores

Imprensa Revendedore
Empregados OPEP
s
11/27
ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA
Análise do Ambiente de Tarefa
Administrativos

Análise de Mercado
Processos

• O objetivo desta técnica é pesquisar e analisar as


informações sobre
a estrutura e mudanças no mercado e/ou segmento,
estabelecendo a ligação entre demanda, oferta e
concorrência.
• Há tambémimportantes
• As informações a preocupação comrealizar
os clientes, atuais ede
para a análise
potenciais,
mercado são: isto
é, as do
• Volume necessidades
mercado; não atendidas ou a serem criadas.
• Crescimento do mercado;
• Fatia do mercado (absoluta e relativa);
• Política de preços;
• Estrutura de custos;
• Ciclo de vida do produto e curva de experiência.

• Classicamente, a preocupação desta técnica é com o mercado de


vendas.
• Atualmente, utiliza-se também a análise para o mercado de 12/27
ANÁLISE AMBIENTAL EXTERNA
Análise do Ambiente de Tarefa
Administrativos
Processos

•OQuantos
QUE SEePODE
quaisAVALIAR
são? DA CONCORRÊNCIA?
• Qual a tecnologia básica que cada concorrente
utiliza?
• Qual a participação de cada concorrente no
mercado?
• Qual o faturamento, volume de vendas, lucro e
tendências?
• Qual o tipo e o nível de vendedores,
promotores e
distribuidores?
• Qual a linha de produtos e serviços?
• Quais são os preços, qualidade intrínseca
e percebida e redes de distribuição? 13/27
ANÁLISE AMBIENTAL
DE PORTER
Administrativos
Processos

1.Para Porter, o objetivo da estratégia


competitiva de uma empresa em uma
indústria é encontrar nela uma posição
onde possa se defender das maneiras
possíveis contra as forças competitivas, ou
influenciá-las a seu favor.

2.A atratividade e o comportamento da


indústria não é função somente das
características econômicas e tecnológicas,
como defende a Economia Industrial, mas
também da posição competitiva relativa
dentro da indústria. 14/27
ANÁLISE AMBIENTAL
DE PORTER
Administrativos
Processos

AS
NOVOS 5 FORÇAS C0MPETITIVAS
ENTRANTES DE PORTER

Ameaça de Novos Entrantes


Poder de
CONCORRENTES Negociação
NO MERCADO Dos
Compradores

FORNECEDORES COMPRADORES
INTENSIDADE
Poder de
Negociação DA
Dos RIVALIDADE
Fornecedores
Ameaça de Substitutos

PRODUTOS
SUBSTITUTOS

15/2
ELABORAÇÃO DE CENÁRIOS
Administrativos
Processos

 Ao usar a análise de cenário, os pesquisadores


tentam tirar uma fotografia subjetiva de vários
futuros possíveis.
 Uma abordagem comum gera três
diferentes retratos do futuro: otimista,
pessimista ou realista (ou mais
provável).
 Cada uma dessas abordagens
apresenta uma situação consistente na
qual vários eventos são analisados em
termos de seus efeitos sobre elas e
sobre o futuro.
16/27
ANÁLISE ORGANIZACIONAL
INTERNA
Administrativos
Processos

DEVE-SE LEVAR EM CONTA OS SEGUINTES


ASPECTOS INTERNOS DA ORGANIZAÇÃO:
1. MISSÃO, VISÃO E OBJETIVOS ORGANIZACIONAIS:
• Ambos funcionam com balizadores de toda a atividade
da empresa.
• São indicadores de como as pessoas podem contribuir
para o sucesso organizacional.
2. RECURSOS EMPRESARIAIS DISPONÍVEIS:
• Humanos, Financeiros, Materiais, Mercadológicos,
Administrativos, Tecnológicos.
3. COMPETÊNCIAS ATUAIS E POTENCIAIS:
• Conhecimentos, Habilidades, Capacidades e Atitudes.
4. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL:
• Como a empresa se organiza para cumprir sua estratégia
(características, sistemas internos, valores, princípios)
17/27
ANÁLISE ORGANIZACIONAL
INTERNA
Administrativos
Processos

DEVE-SE LEVAR EM CONTA OS SEGUINTES


ASPECTOS INTERNOS DA ORGANIZAÇÃO:
5. TECNOLOGIA:
• Representam a infraestrutura que permite e amarra
o seu desenvolvimento.
• Podem estar voltadas a produção ou ao
funcionamento interno.
6. PESSOAS:
• Habilidades, talentos, Capacidades e Competências.
• Para que a empresa possa crescer e ser bem-sucedida.
7. CULTURA ORGANIZACIONAL:
• O Estilo da Administração.
• O Clima organizacional.
• Estilos de Liderança.
• Aspectos Motivacionais Internos. 18/27
ANÁLISE SWOT
Administrativos
Processos

• OPORTUNIDADES: variáveis externas e não controláveis que


podem criar condições favoráveis para a empresa.
• AMEAÇAS: variáveis externas e não controláveis que podem
criar condições desfavoráveis para a empresa.
OPORTUNIDADES
AMBIENTE OPPORTUNITIES

EXTERNO A
SITUAÇÕES
AMEAÇAS FAVORÁVEIS Ç
THREATS
Õ
Pontos Fortes SITUAÇÕES E
STRENGHTS
AMBIENTE DESFAVORÁVEIS S
INTERNO Pontos Fracos
WEAKNESS

• PONTOS FORTES: variáveis internas e controláveis que provocam uma


condição favorável para a empresa.
• PONTOS FRACOS: variáveis internas e controláveis que provocam uma
condição desfavorável para a empresa. 19/2
Formulação de
Alternativas Estratégicas
Administrativos
Processos

Etapas:
 Formulação da estratégia
propriamente dita.
 Checagem da consistência das
estratégias.
 Priorização das estratégias.

20/27
Formulação de
Alternativas Estratégicas
Administrativos
Processos

Características das Estratégias


 Devem considerar as tendências relevantes, bem como
as análises do meio ambiente e de cenário.
 Devem criar vantagem competitiva duradoura.
 Devem ser compatíveis com os recursos.
 Devem ser coerentes entre si.
 Devem buscar o compromisso das pessoas.
 Devem estar dentro do limite de risco aceito pela
empresa.
 Devem ser fundamentadas nos princípios da empresa.
 Devem ser criativas e inovadoras.

21/27
Formulação de
Alternativas Estratégicas
Administrativos
Processos

Checagem da Consistência das Estratégias


 São uma decisão?
 Consideram o ambiente e as tendências relevantes?
 Ajudam a concretizar a visão?
 Estão direcionadas a um ou mais objetivos?
 Respeitam os princípios?
 Ajudam a cumprir a missão dentro do negócio?
 Estão claras para todos os que as lerem?
 São de fato estratégias ou são ações?
 Criam vantagem competitiva duradoura?
 São viáveis e compatíveis com os recursos da empresa?
 São coerentes com as demais estratégias?
 Promovem o compromisso das pessoas envolvidas?
 Respeitam o limite de risco definido pela empresa?
 São criativas e inovadoras?
22/27
Formulação de
Alternativas Estratégicas
Administrativos
Processos

Priorização das Estratégias

Reduzido Elevado
Impacto
Retorno

Rápido Prioridade média Alta prioridade

Demorado Baixa prioridade Prioridade média

23/27
ELABORAÇÃO DO
PLANEJAMENTO
Administrativos
Processos

• O PROCESSO DE PLANEJAMENTO deve contar com


ampla e irrestrita participação de todos os níveis da
organização.
• Deve ser SEMPRE UM FATOR RESULTANTE. NUNCA
DESENCADEANTE, do trabalho de equipes
organizacionais.
• Precisa considerar todos os fatores que compõem e
integram o COMPORTAMENTO DA EMPRESA (7 S).

24/27
FILOSOFIAS DE
PLANEJAMENTO
Administrativos
Processos

1. PLANEJAMENTO CONSERVADOR:
• Preocupação com a identificação de deficiências e
problemas internos do que explorar oportunidades
ambientais futuras.
• Busca obter resultados bons, não necessariamente os
melhores possíveis.
• Sem mudanças radicais. Conservar práticas vigentes.
2. PLANEJAMENTO OTIMIZANTE:
• Preocupação em quantificar todas as decisões.
• Melhorar as práticas atualmente vigentes na empresa por
modelos matemáticos.
• Minimizar recursos e maximizar desempenho.
3. PLANEJAMENTO ADAPTATIVO:
• Preocupação em reduzir o planejamento retrospectivo
voltado para a eliminação das deficiências do passado.
• Busca a tomada de decisão que produzirá efeitos futuros.
• Decisões compartilhadas. 25/27
IMPLEMENTAÇÃO,
EXECUÇÃO E AVALIAÇÃO
Administrativos
Processos

1.PARTICIPAÇÃO DAS PESSOAS


2.COMUNICAÇÃO INTENSIVA
3.PREPARAÇÃO PRÉVIA DO
PESSOAL
4.REFORÇO CONTÍNUO
5.AVALIAÇÃO SISTEMÁTICA
6.RECOMPENSA POR RESULTADOS 26/27
Administrativos
Processos

“Se não aprendemos com a história, seríamos


compelidos a repeti-la. É verdade. Mas se não
mudarmos o futuro, seremos compelidos a suportá-
lo. E isso pode ser pior.”
(ALVIN TOFFLER - Escritor)