Você está na página 1de 21

CULTURA E SOCIEDADE

O HOMEM E A
CULTURA

Profª. Dr. Maria de Fátima Silva


Porto
CULTURA E MULTICULTURALISMO
Cultura ► vários sentidos
“a cultura é aquilo que liga os homens, são as idéias e
padrões que têm em comum, a organização coerente de
seu comportamento” (Ruth Benedict)

Abrange ► conhecimento, crenças, técnicas, artes,


moral, leis, costumes e quaisquer outras capacidades
adquiridas socialmente pelos seres humanos

É uma construção humana ► preservadas/
transformadas/ eliminadas
MULTICULTURALISMO/PLURICULTURALISMO

Pluriculturalismo  faz referência à interrelação


entre diferentes culturas  conjugam práticas e
símbolos

Multiculturalismo  é encarado como


justaposição ou presença de várias culturas em
uma mesma sociedade  não implica em
interação

Reconhecimento e respeito à diferença


CULTURA
“Não há cultura se nãox
houver uma tradição
viva, conscientemente elaborada que passe
de geração para geração, que permita
individualizar ou tornar singular e única
uma dada comunidade relativamente às
outras (constituídas de pessoas da mesma
espécie). É a tradição que dá à coletividade
a consciência do seu estilo de vida”
(Roberto DaMatta)
CULTURA

Consiste na soma total das idéias,


reações emocionais condicionadas a
padrões de comportamento habitual que
seus membros adquiriram por meio da
instrução ou imitação e de que todos, em
maior ou menor grau, participam (RALF
LINTON)
Classificação da cultura

instrumentos
Material artefatos
obras de arte

crenças
conhecimentos
Imaterial aptidões
hábitos
COMPONENTES DA CULTURA

Conhecimento
Valores

símbolos
Crença
Normas
CRENÇAS

Consiste em uma atitude mental do


indivíduo que serve de base à ação
voluntária

Religião
Superstições
Magias
Positivas
Aspectos culturais têm
funções Negativas

POSITIVA - TEM FUNCIONALIDADE,


AJUDA NA ORDENAÇÃO DO GRUPO NEGATIVA – DISFUNCIONALIDADE –
PÕE EM PERIGO A SOBREVIVÊNCIA
Ex: Prática Religiosa, educação DO GRUPO Ex.
consumismo exacerbado Uso do cigarro
bebida
CULTURA E DESENVOLVIMENTO
Não há relação entre cultura e desenvolvimento

TRES MITOS EM TORNO DA LIBERDADE CULTURAL


E O DESENVOLVIMENTO
1-algumas culturas tem mais probabilidades, do que
outras, de fazer progredir o desenvolvimento
2- a diversidade cultural leva inevitavelmente a choques
de valores
3- a diversidade cultural é um obstáculo ao
desenvolvimento
RELATIVISMO CULTURAL
O Relativismo Cultural é uma ideologia político-social
que defende a validade e a riqueza de qualquer
sistema cultural e nega qualquer valorização moral e
ética dos mesmos

O relativismo cultural defende que o bem e o mal, o


certo e o errado, e outras categorias de valores são
relativos a cada cultura. O "bem" coincide com o que
é "socialmente aprovado" numa dada cultura. Os
princípios morais descrevem convenções sociais e
devem ser baseados nas normas da nossa sociedade
MITOS E RITOS

Mitos e ritos ► manifestações da cultura

Mitos ► explicam e ensinam as coisas que todos devem


saber ► narração poética e alegórica

Ritos ► formas de vivenciar momentos e significados


dos mitos

Etnocentrismo ► dificultador na compreensão das


outras culturas e da nossa própria cultura
ETNOCENTRISMO
É o julgamento que fazemos dos outros, utilizando como parâmetro
nosso conjunto de referência (GARCIA, 1999)
ETNOCENTRISMO
DICOTOMIA HUMANA: ser biológico ou ser de
cultura

Cultura interfere na satisfação das necessidades


fisiológicas

Cultura condiciona aspectos biológicos►reação ao


etnocentrismo

Doenças psicossomáticas ►influenciadas pelos


padrões culturais

Cultura é capaz de curar doenças ► perpassada pela



CULTURA POPULAR/ERUDITA E DE MASSA

NÃO HÁ SEPARAÇÕES ENTRE CULTURAS


POPULAR  anônima, produzida pelo povo  transmitida
pelos costumes e de forma oral

ERUDITA  é a cultura clássica ► cultuada pela tradição e


por suas instituições oficiais

MASSA  Veiculada pelos Meios de Comunicação de


Massa▼
INDÚSTRIA CULTURAL
INDÚSRIA CULTURA L

INDÚSTRIA CULTURAL  questão polêmica


• (estimula a passividade)  consumidores
“Aliena e manipula as pessoas”?
• Democratização do conhecimento?

Consiste na produção cultural como mercadoria,
de acordo com os mesmos princípios de
acumulação capitalista que regem a produção
geral das mercadorias
Texto: "A arte de sensibilizar o olhar ou por
que ensinar antropologia?”
CULTURA POPULAR

É a Forma de Produção Cultural Não-


Institucionalizada, onde o Agente Cultural (o POVO)
desconhece a importância de sua produção cultural
Características
• surge de Tradições e costumes regionais
• Passada por gerações por meio da comunicação
oral
• É heterogênea
CULTURA DE MASSA

Mercantilização dos bens culturais=


consumismo

Homogeneização das manifestações


culturais

Disseminação da propaganda e
banalização da produção cultura
CULTURA ERUDITA

É a forma de produção cultural


institucionalizada, ligada ao domínio da
escrita e da leitura, da escola, da Universidade
e do pensamento científico
Características
•Surge da pesquisa e da produção acadêmica
•É preservada e passada por geração em
geração por meio da escrita e /ou gravada
•É heterogênea e pretende ser dominante