Você está na página 1de 28

Síntese da

unidade 2
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O autor:
Linguagem e estilo
Almeida Garrett

Contextualização A dimensão patriótica e a


histórico-literária sua expressão simbólica

Sebastianismo: história e
Fontes da obra
ficção

Drama romântico Dimensão trágica


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O autor: Almeida Garrett


• Representa um tempo de transição entre o
Neoclassicismo e o Romantismo.

• Seguidor dos ideais liberais, o que o leva a conhecer o


exílio.

• Vida política muito ativa. Almeida Garrett


1799-1854
• Reformador do teatro português.
• Responsável por introduzir o Romantismo em Portugal.
• Considerado o escritor português mais completo de
todo o século XIX, tendo deixado obras-primas na
poesia, no teatro e na prosa, inovando em cada um
destes géneros literários.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Obras de Almeida Garrett


• «Retrato de Vénus» (1821)
• Catão (1822)
• «Camões» (1825)
• «Dona Branca» (1826)
• «Adosinda» (1828)
• Lírica de João Mínimo (1829)
• Um auto de Gil Vicente (1838)
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

• Mérope (1841)

• O alfageme de Santarém (1842)


• Frei Luís de Sousa (1843)
• Romanceiro e cancioneiro geral (1843)
• Flores sem fruto (1845)
• O arco de Sant’Ana (1845)
• Viagens na minha terra (1846) Frontispício da 1.a edição de Frei Luís de
Sousa, de Almeida Garrett, Imprensa
Nacional, Lisboa, 1844.

• As profecias do Bandarra (1848)


• Folhas caídas (1853)
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Contextualização histórico-literária
Principais acontecimentos

• Invasões francesas.
• Revolta liberal – revolução de 1820.
• Estabelecimento das bases da futura Constituição.
• Revoltas absolutistas (Vilafrancada [1823] e Abrilada [1824]).
• Abolição da vigência da Constituição de 1822.
• Implantação da monarquia absolutista por D. Miguel (1828).
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Contextualização histórico-literária
• Restauração da Carta Constitucional por Costa Cabral (1842).
• Início do período da Regeneração (1851).
• Necessidade de exaltação dos valores nacionais e da busca da
liberdade, como consequência das invasões napoleónicas.

• Apologia de uma sociedade mais justa, mais livre e com maior acesso
à cultura, resultado do progresso social das classes mais baixas.

• Arte romântica como espelho dos tempos modernos deixando


transparecer, paralelamente, uma certa preferência pelo passado.

• Antinomia valorização do sentimento/manifestação subtil da razão.


Síntese da unidade 2

Frei Luís de Sousa


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Fontes da obra

históricas literárias

• Vida de Manuel de Sousa Coutinho: • Luís de Sousa, de Ferdinand Denis.


• O Cativo de Fez, de Silva Abranches.
- casamento com D. Madalena de
Vilhena, viúva de D. João de Portugal,
• Biografia de Frei Luís de Sousa, de
Frei António da Encarnação.
desaparecido em Alcácer Quibir;
- tomada do hábito: Frei Luís de Sousa.
• Manuel de Sousa Coutinho, de
Paulo Midosi.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Drama romântico

• Drama em prosa.

• Apologia da liberdade poética em detrimento do rigor


histórico.

• Valorização da identidade nacional (o patriotismo).

• O Sebastianismo.

• Exaltação do sentimento da liberdade individual.


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Drama romântico

• A crença em agouros e superstições populares.

• Referência constante ao cristianismo.

• Não cumprimento da lei das conveniências.

• Relação entre a problemática política e os problemas individuais.

• Missão social da literatura (vertente didática).


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo
Modos de
representação

• diálogo. • monólogo.

• oralidade / coloquialidade.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo

Registos de língua

• formal. • informal.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo

Léxico
• recorrência de palavras conotadas com
sentimentos e emoções.

• repetições.
• interjeições e locuções interjetivas, a exprimir a
ansiedade e a angústia das personagens.
• substituição lexical.
• vocábulos em desuso no século XIX, conferindo
o tom epocal do século XVI.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo

Sintaxe

• frases inacabadas, a traduzir as hesitações e/ou a


intensidade das emoções das personagens.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo

Prosódia

• entoação, pausa e ritmo.


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Linguagem e estilo

Pontuação

• pontuação expressiva: a frequência do uso


de reticências, de pontos de exclamação e
pontos de interrogação, a sugerir a tensão
emocional e dramática.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

A dimensão patriótica e a sua


expressão simbólica

• Incêndio do palácio de Manuel de Sousa Coutinho: exaltação


do «patriotismo anticastelhano» e da nobreza de caráter,
apologia da liberdade de pensamento e de escolha do ser
humano – crítica à política autoritária vigente no século XIX.

• Procura da definição do ser português, apresentando Portugal


como uma pátria moribunda, sem identidade, representada no
«Ninguém».
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

A dimensão patriótica e a sua


expressão simbólica

• A obra literária enquanto agente do devir da pátria.

• O devir de Portugal só é possível olhando para o futuro e


não para um passado exânime.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O Sebastianismo: história e ficção

Alcácer Quibir

• o desmoronar da última pedra do


império português;

• humilhação perante a soberania


castelhana: propagação do
patriotismo (enaltecimento das
qualidades de Portugal).

Batalha de Alcácer Quibir


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O Sebastianismo: história e ficção

D. Sebastião

• símbolo da decadência de Portugal:


o apego ao passado;

• espectro simbólico que ressurge


somente na literatura: poder
demiúrgico da literatura (devolução à
pátria da sua dignidade perdida).

D. Sebastião
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O Sebastianismo: história e ficção

Frei Luís de Sousa

• tragédia portuguesa sebastianista;


• o passado – Sebastianismo – enquanto elemento destruidor
(D. João de Portugal, duplo de D. Sebastião, preconiza a
destruição da hegemonia da família/Portugal).
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

O Sebastianismo: história e ficção


Frei Luís de Sousa

• Frei Luís de Sousa = o poeta, o


escritor que sobrevive à catástrofe – o
homem novo: o desejo de mudança, a
necessidade de intervenção, a
responsabilidade na criação de uma
nova sociedade preconizados pelo
Liberalismo – literatura como meio
essencial e privilegiado para a criação
de um Portugal novo.
Almada Negreiros, Almeida Garrett, 1954,
jornal República, Lisboa, 9 de dezembro de 1954
(republicado em 1970).
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Dimensão trágica

• Tragédia portuguesa sebastianista.

• Ação simples.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Dimensão trágica

• Concentração temporal:

- a ação desenrola-se em pouco mais de uma semana,


verificando-se um afunilamento do tempo: o reconhecimento
dá-se no dia 4 de agosto, a catástrofe na madrugada do dia 5
(concentração na sexta-feira).
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Dimensão trágica

• Concentração espacial:

- afunilamento progressivo do espaço: palácio de Manuel de


Sousa Coutinho → palácio de D. João de Portugal → parte baixa
do palácio de D. João → a capela (do espaço amplo e iluminado –
da felicidade – aos espaços sem ornamentos e escuros à
resignação e à morte);

- limitação progressiva da movimentação das personagens até um


espaço/situação do qual não existe saída.
Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Dimensão trágica

• Personagens em número reduzido.

• Presença de indícios trágicos.


Síntese da unidade 2
Almeida Garrett, Frei Luís de Sousa

Dimensão trágica

• Principais elementos da tragédia clássica

Hybris Pathos
(atos desafiadores) (sofrimento)

Ágon Clímax
(conflito interior) (auge)
Peripeteia Anagnorisis
(peripécia, mudança) (reconhecimento)

Ananké Katastrophé
(destino implacável) (desenlace trágico)

Interesses relacionados