Você está na página 1de 19

 O QUE É GRAMÁTICA?

 É o estudo dos elementos que formam uma língua?


 É o estudo que dita as regras para o uso “correto” da
comunicação em determinado idioma?
 É o estudo da origem e a evolução de um idioma desde o
seu aparecimento até os dias atuais?
 É o estudo que estabelece comparação de uma língua com
outra língua da mesma família?
 É um conjunto de regras que o falante possui, domina e
utiliza na sua comunicação?
• Prescreve as regras, normas gramaticais de uma
língua. Ela admite apenas uma forma correta para a
realização da língua, tratando as variações como
erros gramaticais.

• Ela é dividida em três ramos de estudo: fonologia,


morfologia e sintaxe.
• Estuda a origem e evolução de um idioma, desde o
seu aparecimento até os dias atuais. São os estudos
Diacrônicos de uma língua.

• Compara elementos gramaticais de línguas de


origem comum a fim de detectar a estrutura da
língua original da qual elas se desenvolveram,
buscando pontos em comum entre elas.
• O surgimento do Romantismo na Alemanha

• A descoberta do sânscrito, antiga língua da Índia

• O surgimento das ideias de Darwin


• Se desenvolveu na segunda metade do século XX,
sob as ideias de Ferdinand Saussure.

• A língua como um sistema autônomo, organizada


internamente por leis do próprio sistema.

• Caracteriza-se como uma tendência de descrever a


estrutura gramatical das línguas.
• É uma teoria linguística elaborada por Noam
Chomsky e pelos linguistas do Massachusetts
Institute of Technology a partir do fim da década de
1950.
• Utiliza a gramática internalizada como ferramenta de
estudo.

• É analisada a partir de três ângulos: sintaxe,


semântica e fonologia.
• Utiliza a gramática internalizada como ferramenta de
estudo.
• É analisada a partir de três ângulos: sintaxe,
semântica e fonologia.
• Utilizamos o termo “cognitivo-funcional” para
designar um conjunto de propostas teórico-
metodológicas que caracterizam algumas escolas de
natureza relativamente distinta, que, adotando
princípios distintos dos que caracterizam o
formalismo gerativista, apresentam alguns pontos
em comum.
• a) Observam o uso da língua, considerando-o
fundamental para a compreensão da natureza da
linguagem;

• b) Observam não apenas o nível da frase,


analisando, sobretudo, o texto e o diálogo;

• c) Têm uma visão da dinâmica das línguas, ou seja,


focalizam a criatividade do falante para adaptar as
estruturas linguísticas aos diferentes contextos de
comunicação;
• Para ela existe uma simbiose entre gramática e
discurso, onde o discurso precisa dos padrões da
gramática e essa se alimenta do discurso,
renovando-se para adaptar-se as novas situações de
interação.
 O QUE É GRAMÁTICA?
 É o estudo dos elementos que formam uma língua?
 É o estudo que dita as regras para o uso “correto” da
comunicação em determinado idioma?
 É o estudo da origem e a evolução de um idioma desde o
seu aparecimento até os dias atuais?
 É o estudo que estabelece comparação de uma língua com
outra língua da mesma família?
 É um conjunto de regras que o falante possui, domina e
utiliza na sua comunicação?
À TODOS PELA ATENÇÃO!