Você está na página 1de 1

Ando na rua e não posso me furtar (Simões, Janice)

Enxergo sem querer


Nos que vagam pela rua
Sem saber que sua dor
Ultrapassa seu próprio peito
E rasga meu coração
Tantas injustiças mundo afora
E, eu pergunto por quê
Crianças, adolescentes
Jovens, adultos,
Idosos ...
Ainda que tudo tem
Muito desculpa
Crianças, adolescentes,
Jovens, adultos,
Idosos ...
Ainda faltam,
Ainda que o sorriso disfarce,
A incompreensão,
Um solidão,
Um pouco,
A dor,
O frio que a alma,
Sedenta de aceitação,
Sedenta de respeito,
Sedenta de apoio,
Faz com que busquem
Em cada olhar,
Em cada cabeça que se volta
Na
Que se garanta
Seu direito de sonhar ...
Tudo é possível ...
Basta acreditar