Psicanálise

EQUIPE: Aline Xavier dos Santos Eucinéia Gomes Lucianna Almeida Paola Couto Zuccoli Roger Coelho Wander Aparício Profª orientadora: Vanessa
Belo Horizonte - 2010

Psicanálise
Compreensão e análise do homem, compreendido enquanto produto do inconsciente ‡ ‡ Método de investigação da mente e seu funcionamento Sistema teórico sobre a vivência e o comportamento humanos ‡ Método de tratamento psicoterapêutico
Papel do Psicanalista

Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856Para Freud a neurose representava a ausência de repressão. Método psicanalítico: Método que utiliza da livre associação (falar o que vier a mente) substituiu o método catártico; Método catártico: Esse método consistia em catártico: falar da doença ou sobre as causas anteriores e isso eliminava os sintomas;

. ocorre sem que a pessoa perceba.Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856Repressão ou recalque: Esquecimento que tira da recalque: consciência certos conteúdos. Resistência: Ocorre quando o paciente gera criticas sobre suas idéias a fim de oculta-las. ‡A repressão está ligada aos esquecimentos do dia a dia e aos equívocos que cometemos no cotidiano.

‡Foi então que Freud desenvolveu a teoria do COMPLEXO DE EDIPO! . ‡Freud buscou a auto-analise porque os pacientes começaram a oferecer grande resistência à hipnose e também por problemas pessoais.Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856Formação substitutiva: Sintoma da neurose que substitutiva: camufla o desejo reprimido.

Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856Freud definiu o que chamou de ZONAS ERÓGENAS ERÓGENAS. zona: 2ª zona: Anus e aparelho genital. zona: . 1ª zona: Boca e lábios.

‡A censura é uma espécie de guardiã da consciência. Freud chamou de CONTEÚDO MANIFESTO o fato de a pessoa relatar um sonho durante a terapia.Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856‡Para Freud. os sonhos são realizações dos desejos ocultos e os sonhos absurdos são desejos distorcidos que se manifestam a noite devido ao cansaço. . e de CONTEÚDO LATENTE as idéias que surgem após esses relatos.

. ‡ATO FALHO: Era um sintoma constituído de FALHO: compromisso entre intuito consciente da pessoa e o desejo reprimido. ‡A SUBLIMAÇÃO é a adaptação dos desejos sexuais segundo as regras da sociedade.Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856O INSTINTO seria o centro da energia psíquica. A LIBIDO representa a energia psíquica de origem sexual.

É ele que tenta canalizar o impulso do ID e satisfazer suas necessidades. e está em contato com a realidade. . que guiada pelo prazer procura a satisfação imediata dos instintos. O EGO faz parte do ID.Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856‡Freud dividiu a personalidade humana em O ID. O EGO E O SUPEREGO. ID O ID representa a reserva libidinosa.

Psicanálise Sigmund Freud (1856-1939) (1856Pode-se considerar o SUPEREGO como sendo a consciência moral. Assimilação dos padrões morais. ‡Segundo a teoria de Freud a sociedade reprime o individuo. porque para se adaptar as regras sociais ele precisa reprimir seus desejos impulsivos e dessa forma começa a nascer um sentido de frustração prolongada. .

1961) Para seremos realmente felizes. ou o que todos esperam que sejamos e descobrir quem realmente somos. devemos parar de tentar sermos quem achamos que devemos ser. .Psicanálise Carl Jung (1875 .

secreto. . que tinha uma proximidade especial para com Deus.Psicanálise Carl Jung (1875 . e um eu interno. que era envolvido com o mundo familiar. Jung sentiu possuir duas personalidades separadas: um ego público.1961) ‡ A infância vivida no campo. ‡ Aos 11 anos. exterior. em contato com a natureza e entre os livros de filosofia e teologia.

Psicanálise Carl Jung (1875 .1961) ‡ Estudou medicina. ‡ Tornou-se grande amigo de Freud. ‡ Porém tamanha identidade de pensamentos e amizade não conseguia esconder algumas diferenças fundamentais. dedicando-se a psiquiatria. .

Freud x Jung Tabela 1 . religião.Psicanálise Carl Jung . memórias reprimidas e pensamentos. se forma. produz conteúdos. portanto. Inconsciente é influenciado pelo coletivo de experiências de todas as pessoas. a finalidade Libido é toda a energia psíquica.Ponto crucial do desentendimento entre os dois gênios Freud A teoria busca as causas Libido é somente sexual Comportamento motivado exclusivamente por impulso sexual Inconsciente movido por impulsos sexuais. reagrupa os já existentes e trabalha numa relação compensatória e complementar com o consciente. por exemplo. necessidade de aprovação. sede de poder. aproximando da concepção de vontade Comportamento movido por diversos fatores. a partir do consciente. Jung A teoria busca a direção. isento de movimento e estático. Ele é dinâmico. . É um depósito de rejeitos do consciente.

portanto reprimidas.Psicanálise Carl Jung . Inconsciente Coletivo É a camada mais profunda da psique e constitui-se dos materiais que foram herdados da humanidade. Corresponde àqueles aspectos que em algum momento do desenvolvimento da personalidade não foram compatíveis com as tendências da consciência e foram.Inconscientes Tabela 2 Inconsciente individual x Inconsciente Coletivo Inconsciente Individual É a camada mais superficial de conteúdos. É nessa camada do inconsciente que todos os humanos são iguais. .

pessoas. .Psicanálise Carl Jung . fatos e pensamentos ‡ Pensar antes de agir ‡ Facilidade de expressão escrita ‡ Passam boa parte do tempo se pessoas ‡ Ação antes de pensar ‡ Facilidade de expressão oral ‡ Preferência a passar tempo com outras analisando. emoções e ‡ Mundo externo: objetos.Tipos de Atitude Tabela 3 Introversão x Extroversão Introversão Extroversão ‡ Mundo interno: impressões.

Tipos Psicológicos Tabela 4 Pensamento x Sentimento Pensamento Sentimento ‡ Julgamentos de critérios impessoais ‡ Lógicos e objetivos ‡ Pessoas reflexivas e planejadores Tabela 5 Sensação x Intuição ‡ Julgamentos de valores próprios ‡ Aspecto emocional da experiência ‡ Valorizam a empatia e harmonia Sensação ‡ Percepção de detalhes. cheirar ‡ Realistas e práticas . tocar.Psicanálise Carl Jung . de fatos Intuição ‡ Entender o significado e implicações ‡Imaginativas e criativas concretos ‡ Ver.

Eles podem ser nomes. imagens familiares entre outros. A função geral dos sonhos é tentar estabelecer a nossa balança psicológica pela produção de um material onírico (fantasioso) que reconstitui equilíbrio psíquico total.Psicanálise Carl Jung . São padrões de comportamento.Conceitos ‡ Arquétipo: Faz parte do inconsciente coletivo. . Todos nós atuamos inconscientemente esses papéis arquetípicos. ‡ Símbolo: O inconsciente se expressa basicamente pelos símbolos. e só podem ser considerados símbolo quando evoca algo mais que seu simples significado. ‡ Sonho: Os sonhos são pontes entre processos conscientes e inconscientes.

O self não é somente o centro. mas deve ser considerado como uma instância que responde às necessidades de uma outra que lhe é superior: o Self. é o centro dessa totalidade. manutenção da personalidade. porém é limitado e incompleto. ‡ Self: O princípio ordenador da personalidade inteira. Envolve a identidade pessoal. mediação entre campos conscientes e inconscientes. escreve Jung. como ego é o centro da mente consciente .Conceitos ‡Ego: O centro da consciência. mas também a circunferência total que abrange tanto o consciente como o inconsciente.Psicanálise Carl Jung . .

desejos. através dela nós nos relacionamos com os outros. . Mas também é a fonte principal de nossa criatividade.Conceitos ‡ Persona: É a forma pela qual nos apresentamos ao mundo. memórias e experiências que são rejeitadas pelo indivíduo que são contrárias aos padrões e ideais sociais. O termo Persona é derivado da palavra latina equivalente a máscara ‡ Sombra: É o núcleo do material que foi reprimido da consciência. É o caráter que assumimos. São tendências.Psicanálise Carl Jung .

.Nossa sociedade valoriza o indivíduo mais do que nunca. .Psicanálise Carl Jung (1875 . O próprio Carl Jung tornou-se.. E termos como introvertido e extrovertido fazem parte do nosso vocabulário no dia-a-dia. de certa forma. parte do nosso inconsciente coletivo..1961) ..

Jacques Lacan. já que é esse o servirpapel que ela desempenha na vanguarda da antropologia contemporânea.1981) (1901Jacques Lacan nasceu na França em Orleans. então. estava sendo transformada em uma prática que tinha como finalidade a adaptação do indivíduo ao meio social. a fim de que a experiência psicanalítica seja reconduzida à fala e à linguagem: A lingüística pode servir-nos de guia neste ponto. atuando como neurologista e psiquiatra. da pedra angular dos fundamentos de Freud . 1998. passando a atuar na área de psicanálise em 1936. desviando-se. 286). e não poderíamos ficar-lhe indiferentes. ficar(LACAN. Formou-se em medicina. assim. a partir de uma nova ciência. aparece com uma proposta de reflexão. a psicanálise.Psicanálise Jacques Lacan (1901. No início dos anos 50. p. .

dentro do que Freud preconizava. Embora.Psicanálise Jacques Lacan (1901. certamente embasada na teoria freudiana. .1981) (1901Lacan então foi quem voltou a estudar a fundo a teoria de Freud e a partir da década de 50 fez Freud retornar ao seu lugar. mas que muda completamente o modo de ser do terapeuta. Lacan dizia-se Mais freudiano que o próprio Freud na verdade ele criou uma teoria própria.

Psicanálise Jacques Lacan. as crianças se tornam capazes de reconhecer sua imagem no espelho. . Nessa idade. O estádio do espelho descreve a formação do Ego através do processo de objetivação. O Ego é o resultado de um conflito entre uma percebida aparência visual e uma da experiência emocional.O Estádio do espelho LacanO primeiro oficial da contribuição de Lacan para a psicanálise foi o Estádio do Espelho que ele descreveu como formador da função do eu . A observação fundamental das preocupações de Lacan foi a descrição do comportamento de crianças entre as idades de 6 e 18 meses. tendo sua primeira antecipação de si mesmo como um indivíduo unificado e separado. Esta identificação é o que Lacan chama de alienação.

A estrutura perversa tem a ver com o significante. Significado (ou signo) : é a coisa em si. Para Lacan o recalque definido por Freud é a causa entre o distanciamento do significante e o significado. . já que na nossa vida normalmente o significado é mais importante que o significante.Psicanálise Jacques Lacan Teoria Lacaniana Significante : é algo que aparece em lugar da coisa em si.

O meu desejo é o desejo do outro . ou seja. o fim do desejo. Lacan afirma que comprovadamente pertence ao homem o desejo. algo que Desejo: completa. . não no sentido orgânico (ejaculação) mas no sentido de prazer pleno. diretamente ou através de outro ou outros. Gozo: é a finalização. é algo que aparece no lugar da falta. O Falo para Lacan é o significante da falta. Gozo: Outro: Representa o código. está relacionado com o narcisismo. Desejo: desejo é o que move. isto é.Psicanálise Jacques Lacan Teoria Lacaniana Falo: Falo: é aquilo que produz a sensação de plenitude. a linguagem que determina as necessidades. de perfeição e que levará ao gozo. a lei. O falo é o próprio signo do desejado. Outro imaginário: Semelhante especular com o qual a criança vai se identificar e crê que esse outro é ele.

é a fase onde Freud localiza o Complexo de Édipo .Psicanálise Jacques Lacan .Estrutura psíquica O aparelho psíquico será estruturado por três registros que Lacan vai definir como Imaginário. Registro Imaginário é a ilusão de autonomia de consciência que corresponde ao que Freud definia como narcisismo. Todos estão lidados como um nó. demonstrando a interdependência de cada um entre eles. que Lacan denominou nó borromeano e se algum desses registros sair do nó (romper) desestrutura os outros. . Registro Real é o próprio sujeito biológico determinado pela genética. Simbólico e Real. é o inconsciente condicionado pela linguagem. Registro Simbólico .

não é o tempo: bebê que tem o desejo. significante que inscreve na subjetividade do menino a função do pai simbólico e promove a instauração da lei. Para Lacan. O Nome do Pai . o PaiIdeal e o Ego.Psicanálise Jacques Lacan . e sim a mãe que deseja ter um bebê que a complete como mulher 2°tempo: É quando temos a entrada do pai na cena narcísica.Complexo de Édipo Lacan vê três tempos distintos do Édipo: 1°tempo: É a célula narcísica entre mãe e filhos. equivalência entre o Pai Imaginário. onde a tempo: criança percebe que a mãe é castrada e pode buscar o falo no pai. Castração . .

Mas esse pai que a criança toma conhecimento. ‡ O outro papel. é o personagem que é dono da mãe. para a possibilidade de escolher sua parceira no futuro. . pois a mãe quer ter o amor do pai. que é seu rival no amor da mãe. tem dois papeis: ‡O de ser o personagem que vai direcionar o menino para a vida.Psicanálise Jacques Lacan . que é o desejo da mãe. para a cultura. onde a criança não é mais o que completa a mãe.Complexo de Édipo 3°tempo: identificação do pai ideal.

reconduzindo o sujeito à sua dependência significante. . A psicanálise é uma prática. Ela coloca esta noção de maneira nova. uma visão de mundo ou uma filosofia que pretende dar a chave do universo. Ela é comandada por uma visada particular que é historicamente definida pela elaboração da noção do sujeito. onde através do método da livre associação chegaremos ao núcleo do seu ser.Psicanálise Jacques Lacan Para Lacan a psicanálise não é uma ciência.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful