Você está na página 1de 22

M4

1.4. Quantidade de matéria


e massa molar
Conteúdos
1.4. Quantidade de matéria e
M4
massa molar
 Quantidade de matéria
 Massa molar

Síntese de conteúdos
Diagrama de conteúdos
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Como caracterizar uma quantidade de matéria?

Quantidade de matéria

Estimativas apontam para que 1 kg de


grãos de arroz possa conter mais de
150 mil grãos de arroz.

No entanto, um átomo é 109 vezes


menor do que um grão de arroz!

Existem duas escalas de observação da matéria:


• a escala macroscópica, usada para dimensões percetíveis ao ser humano, e
• a escala microscópica, usada na medição de “partículas” invisíveis.
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
Uma quantidade macroscópica de matéria contém, portanto, um elevado
número de partículas.

Uma vez que o número de partículas


existentes numa pequena porção de matéria é
extremamente grande, para o exprimir usa-se
o número de Avogadro, hoje mais conhecido
por constante de Avogadro.

6,022  1023
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
Avogadro não encontrou este valor (6,022  1023), apenas formulou uma
hipótese (hipótese de Avogadro):
Igual volume de gases diferentes, submetidos à mesma pressão e à
mesma temperatura, têm o mesmo número de partículas.

Gases diferentes com:


Igual volume
Igual pressão
Igual temperatura

Igual número de
partículas
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
O primeiro cientista a encontrar um valor com base na
hipótese de Avogadro foi Loschmidt.
Número de Loschmidt – número de partículas que se
encontram num centímetro cúbico de gás, nas condições
normais de pressão e temperatura: 2,687  1019.
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
A quantidade de matéria mede a quantidade de partículas (átomos,
moléculas, iões, eletrões, etc.) que existem numa dada amostra ou sistema.

12 = 1 dúzia
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
A quantidade de matéria mede a quantidade de partículas (átomos,
moléculas, iões, eletrões, etc.) que existem numa dada amostra ou sistema.

12 = 1 dúzia
100 = 1 centena
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
A quantidade de matéria mede a quantidade de partículas (átomos,
moléculas, iões, eletrões, etc.) que existem numa dada amostra ou sistema.

12 = 1 dúzia
100 = 1 centena
1010 = 10 mil milhões
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
A quantidade de matéria mede a quantidade de partículas (átomos,
moléculas, iões, eletrões, etc.) que existem numa dada amostra ou sistema.

12 = 1 dúzia
escala
100 = 1 centena macroscópica
1010 = 10 mil milhões
escala
6,022  1023 = 1 mole microscópica
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria
A quantidade de matéria mede a quantidade de partículas (átomos,
moléculas, iões, eletrões, etc.) que existem numa dada amostra ou sistema.

escala
6,022  1023 = 1 mole microscópica

A mole (mol) é a quantidade de matéria que contém tantas partículas


quantos os átomos que existem em 0,012 kg de carbono-12, ou seja, é a
quantidade de matéria que contém o número de partículas igual à
constante de Avogadro.
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Quantidade de matéria

Quantidade de Número de
Unidade estrutural
matéria átomos
1 mol 1  6,022  1023
Magnésio 2 mol 2  6,022  1023
3 mol 3  6,022  1023

N – número de partículas
n – quantidade de matéria (mol)
NA – constante de Avogadro (mol– 1)

O número de partículas (N) de uma dada amostra de substância obtém-se


multiplicando a quantidade de matéria (n) dessas partículas pela
constante de Avogadro (NA).
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Massa molar
N
No caso de uma mole de partículas (átomos, moléculas, iões, etc.) o
valor da sua massa é numericamente igual ao da massa atómica relativa
(no caso dos átomos) ou da sua massa molecular relativa (caso das
moléculas) e designa-se por massa molar.

A massa de uma mole de substância tem a designação de massa molar.


Representa-se pelo símbolo M e exprime-se, usualmente, em grama por
mole (g mol – 1 ou g/mol).

Exemplos:

Ar(N) = 14,01  M(N) = 14,01 g mol–1

Mr(N2) = 2  14,01 = 28,02  M(N2) = 28,02 g mol–1


1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Massa molar
Átomo n massa (g) N
N
1 mol 1  24,3 = 24,3 1  6,022  1023
Magnésio
2 mol 2  24,3 = 48,6 2  6,022  1023
M = 24,3 g mol–1
3 mol 3  24,3 = 72,9 3  6,022  1023
Para moléculas ou sais encontram-se o mesmo tipo de relações:

Molécula n massa (g) N

1 mol 1  44,0 = 44,0 1  6,022  1023


Dióxido de carbono
2 mol 2  44,0 = 88,0 2  6,022  1023
M = 44,0 g mol–1
3 mol 3  44,0 = 132,0 3  6,022  1023
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Massa molar

A relação entre a quantidade de matéria (n) de uma da substância, a sua


massa (m) e a respetiva massa molar (M) traduz-se pela expressão:

n – quantidade de matéria (mol)


m – massa da substância (g)
M – massa molar (g mol – 1)

Substância massa (g) M (g/mol) n


24,3 1 mol
Magnésio 48,6 24,3 2 mol
72,9 3 mol
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Massa molar
Outros exemplos:
Informação Informação
Molécula Ar
qualitativa quantitativa
Carbono 1 átomo de carbono Ar(C) = 12,0
CO2
Oxigénio 2 átomos de oxigénio Ar(O) = 16,0

Mr(CO2) = 1  Ar(C) + 2  Ar(O) = 12,0 + 2  16,0 = 44,0


M(CO2) = 44,0 g/mol

Molécula massa (g) M (g/mol) n


44,0 1 mol
Dióxido de
88,0 44,0 2 mol
carbono
132,0 3 mol
1.4. Quantidade de matéria e massa molar
Massa molar
Outros exemplos:
Informação Informação
Molécula Ar
qualitativa quantitativa
Sódio 1 átomo de sódio Ar(Na) = 23,0
NaCℓ
Cloro 1 átomo de cloro Ar(Cℓ) = 35,5

Mr(NaCℓ) = 1  Ar(Na) + 1  Ar(Cℓ) = 23,0 + 35,5 = 58,5


M(NaCℓ) = 58,5 g/mol

Molécula massa (g) M (g/mol) n


58,5 1 mol
Cloreto de
117,0 58,5 2 mol
sódio
175,5 3 mol
M4 Síntese de conteúdos
• A mole (mol) é a quantidade de matéria (n) que contém tantas partículas
(átomos, moléculas, iões, eletrões, etc.) quantos os átomos que existem em
0,012 kg de carbono-12, ou seja, é a quantidade de matéria que contém a
constante de Avogadro (NA = 6,022  1023 mol – 1).

• Tal como a massa atómica relativa, o valor da massa molecular relativa (Mr)
tem como referência 1/12 da massa do átomo de carbono-12.

• O número de partículas (N) de uma substância determina-se por: N = n  NA.

• A massa de uma mole de substância designa-se por massa molar.


Representa-se pelo símbolo M e exprime-se, usualmente, em g mol– 1. Tem o
valor numérico da massa molecular relativa que se determina a partir de
massas atómicas relativas.

• A relação entre a quantidade de matéria (n), de uma dada substância, a sua


𝒎
massa (m) e a respetiva massa molar (M) traduz-se pela expressão: 𝒏 = .
𝑴
M4 Diagrama de conteúdos
M4 Diagrama de conteúdos
M4 Diagrama de conteúdos
M4 Diagrama de conteúdos