Você está na página 1de 17

Treinamentos em Habilidades Sociais

Alunos: Fábio Teixeira de Sousa; João Henrique Favarão; Lorena Yuri Teixeira Borges
O que é THS?
•Origem na Inglaterra, por volta dos
anos 60
Pra que serve THS?
• Compreende as dificuldades apresentadas
• Estratégias funcionais para mudança
O desenvolvimento de um bom relacionamento interpessoal
torna o sujeito menos propensos a doenças, ou seja, são mais
saudáveis, e também mais produtivos no ambiente de
trabalho ou acadêmico.
Apesar de um bom repertório
comportamental ser
Importante lembrar importante
para o convívio social, vale
ressaltar que: repertórios
comportamentais
podem variar de acordo com
determinadas culturas e
contextos sociais
que o sujeito possa estar
inserido.
Por que THS em crianças?
É importante trabalhar a temática no contexto clínico com
grupo de crianças, pois as mesmas estão em pleno
desenvolvimento cognitivo, tornando assim, mais eficaz e
também uma prevenção para o futuro, pois este possibilita o
desenvolvimento de um bom repertório para convivo social de
uma maneira geral.
Encontros
• 8 encontros
• 5 crianças de faixa etária
de 6/9 anos.

Todos os participantes apresentavam algum tipo de


comportamento inadequado, seja desatenção, hiperatividade ou
retraimento social, sendo assim, não conseguiam de maneira
eficaz a interação no meio social ou até mesmo familiar.
Temas trabalhados
Importância
dos vínculos
• Revisão/Feedback no
sétimo encontro
• Loja no oitavo encontro Expressão de
Afetividade
sentimentos

Amor ao
Assertividade
próximo
Atividades
• Cartaz do bom comportamento
• Cartaz do humor
• Importância dos vínculos – Árvore feita com recortes das mãos
• Afetividade – Perguntas relacionadas ao afeto que recebiam ou
faziam no dia-a-dia.
• O feitiço virou contra o feiticeiro – Escreviam algo para o colega
fazer, mas ao final quem escreveu era que fazia a atividade.
• Assertividade – Perguntas sobre acontecimentos do dia-a-dia para
saber as reações das crianças.
• Expressão de sentimentos – Mimica sobre sentimentos para que
pudessem adivinhar de qual se tratava.
• Cartaz do humor foi capaz de motivá-los a não
esconder o que sentem
• Cartaz do bom comportamento os incentivaram a
buscar maior comprometimento com as atividades
realizadas
• A loja reforçou seus comportamentos adequados
Resultados
Os problemas interpessoais das crianças com TDAH ou
outros transtornos relacionados ao comportamento, podem
muito bem ser os aspectos mais salientes e debilitantes do
seu comportamento psicopatológico". Suas dificuldades são
agravadas diante das expectativas sociais, dentro do
contexto trazido no grupo, era agravada diante da
expectativa familiar, essa confusão de sentimentos e ideias
faz com que as crianças vejam as expectativas de seus
cuidadores e notando que não podem suprir isso de forma
adequada entra o comportamento disfuncional, seja agindo
de forma agressiva, ou apenas se retraindo cada vez mais.
• Já demonstravam domínio ao que se referia
entender sobre os sentimentos, mas isso foi
reforçado
• Aumento na autoestima
• Aumento na interação social.
Apesar da melhora apresentada no grupo, não pode-se
tomar os méritos apenas para as abordagens realizadas
dentro desse contexto, mas vale analisar a importância
do acompanhamento de grupo de treinamentos para
pais, que houve em paralelo com o grupo de THS,
sendo assim, os pais aprendendo como reforçar de
forma adequada os comportamentos de seus filhos, e
seus filhos fortalecendo aquilo que já demonstraram
saber, conseguem ter um convívio mais tranquilo,
favorecendo comportamentos mais adaptativos.
FIM!