Você está na página 1de 15

A memória é a cola que segura nossos

pensamentos, impressões e experiência.


Hans J. Markowitsch

A memória é filha da repetição, como provavelmente


(o são) todas as funções que envolvem sinapses.
Ivan Izquierdo
Memória

Não é um sistema único, mas formada por múltiplos


sistemas do SNC que funcionam de forma
independente, porém cooperativas.
Xavier, 1993.
Amnésias
Amnésia do Lobo temporal medial: HM – incapacidade de formar
novas memórias, a despeito do fato da inteligência, comportamento
e aprendizado motor estarem normais.
Discrepância entre QInteligência e Qmemória.

Amnésia diencefálica: Síndrome Wernicke-Korsakoff (corpos


mamilares e tálamo).
Amnésia anterógrada e retrógrada que pode se estender por
décadas e preservação da memória imediata e implícita. Presença
de confabulação. Esquecimento muito rápido.

Amnésia prosencefálica (rup. de aneurisma de ACA):


comprometimento indireto de áreas mediais e áreas de inervação
colinérgicas.
As etapas da memorização
Aquisição/Registro
Canais sensoriais-córtex primário.

Codificação
Impulso elétrico é traduzido em código. A informação será
transformada, reorganizada e associada a outras já conhecidas.

Armazenamento/estocagem
Córtex cerebral distribuídos em áreas unimodais, heteromodais
e paralímbicas.
Tranferência da memória temporária para permanente.
Locais adequados- estantes-prateleiras.

Recuperação/decodificação - processo construtivo (área pré-


frontal e córtex temporal anterior.
Memória

Curto prazo ou
Longo prazo
operacional

Explícita ou Implícita ou
declarativa não declarativa

Habilidades
Episódica Semântica motoras Condiciona-
Priming
(memória de mento clássico
procedimento)
Memória operacional (MCP)
Armazenamento temporário de informações, integração temporal e manipulação de
vários tipos de informações relevantes para a ação imediata (Kammer et al., 1997).
Sistema de capacidade limitada que armazena temporariamente a informação para o
desempenho de inúmeras tarefas cognitivas – 5 a 7 itens.
Funciona independente do sistema límbico.
Baddeley e Hitch, 1974

Executivo central
(sistema controlador da
atenção)
Alça fonológica
Alça vísuoespacial
(áreas perisilvianas do
(parieto-occipital HND)
Hdominante)
Buffer episódico (2000)
manter a informação
ativa
Memória operacional
Avaliação
Modalidade verbal - repetição imediata de palavras, números ou melodias.
Ex: teste de dígitos (wais)
Ordem Direta – 5 7 1 3 6 5 9
Ordem Inversa – 5 3 9
Modalidade não verbal
Memória episódica
Experiências pessoais e eventos específicos em tempo e hora específicos, em tempo e
lugar particulares.
Anterógrada
Anterógrada verbal – teste de recordação de algum evento recente, três palavras
do MMSE, memória lógica (WMS), recordação de um nome e endereço apresentado
previamente, lista de palavras (RAVLT), pares associados (WMS).
>>> SN: lobo temporal medial, hipocampo, córtex entorrinal, sistema límbico e região
frontal dorso–lateral.

Anterógrada não verbal – evocação figura complexa de Rey, reconhecimento de


faces.
Retrógrada
Eventos famosos, desastres naturais e escândalos
Memória semântica
Conhecimento sobre fatos, conceitos, pessoas, objetos, palavras e seu
significado.
SN
Neocórtex polar e inferior do lobo temporal, região temporal anterior
particularmente do hemisfério esquerdo
Avaliação
Testes que envolvam conhecimento geral e vocabulário (WAIS), fluência
verbal por categoria semântica, teste de nomeação de objetos, informação
(WAIS), reconhecimento de pessoas famosas, bateria de memória
semântica de Cambridge.
Memória implícita/não declarativa
Definição: capacidade de adquirir habilidades percepto–motoras ou cognitivas
através de exposição repetida de um estímulo ou atividade. Só pode ser
aferida pela melhora no desempenho do indivíduo, já que não se expressa
de maneira consciente ou intencional (Squire, 1986, Saint-Cyr et al., 1988).

Formas de saber sobre as


quais não temos
consciência. Independe do
sistema límbico e neocórte
X temporal.
Memória implícita
Priming–Heilbronner
tipo de memória influenciada por um
aprendizado prévio, ainda que inconsciente.
Uma única exposição é suficiente para
perceber seu funcionamento
Ex verbal: rastro, brisa.
Pistas: ras, bri

Ex não verbal:
Memória
Spreen, 1998

Estes processos devem ainda ser avaliados:


– Nos domínios verbal e não verbal;
– Utilizando técnicas de recordação e de reconhecimento.

Efeitos de primazia e recência?


Utiliza alguma estratégia?
Intrusões?
Melhora com pistas?
Reconhece junto a distratores?
O aspecto mais notável da memória
é o esquecimento.

James McGaugh
Universidade da Califórnia