Você está na página 1de 20

Processos fonológicos

e etimologia
1. Fonética e fonologia
Processos fonológicos

Modificações sonoras Fone = som da fala

Princípio do Princípio da lenta Princípio da


menor esforço evolução inconsciência

Os sons mais Os sons Os falantes não


difíceis de alteram-se se apercebem
pronunciar são muito das modificações
simplificados lentamente que a língua vai
sofrendo
Processos
fonológicos

De inserção De supressão De alteração


(qualitativa
ou posicional)
Processos fonológicos
de inserção

Prótese

P
Epêntese E
P

Paragoge
Processos fonológicos
de inserção

Prótese Inserção no início da palavra speculu-  espelho

spiritu-  espírito

P
E Epêntese Inserção no meio da palavra humile-  humilde

P tonare  troar

Paragoge Inserção no fim da palavra ante  antes

flor  flore
(Linguagem popular)
Processos fonológicos
de supressão

Aférese

Síncope A
S
A

Apócope
Processos fonológicos
de supressão

Aférese Queda no início da palavra episcopu-  obispo  bispo

A Síncope Queda no meio da palavra colore  color  coor  cor


S corona-  corõa  coroa

A colubra-  colobra  coovra


 cobra

Apócope Queda no fim da palavra castigat  castiga

male  mal

nunquam  nunca
Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Sonorização

Palatalização

Redução vocálica

Contração

Vocalização

Metátese

Assimilação

Dissimiliação
Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Sonorização Transformação de uma consoante surda entre vogais


numa consoante sonora

pb sapere saber

lupu- lobo

td civitate- cidade

secretu- segredo

c [k]  g secretu- segredo

aquila- águia
Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Palatalização Transformação de vários fonemas numa consoante palatal

cl  ch clave- chave l + e / i  lh palea- palha

folia- folha
fl  ch flamma- chama

pl  ch pluvia- chuva d+e/ij video vejo

n + e / i  nh vinea- vinha hodie hoje

seniore- senhor

cl  nh oculu- oclo olho

gl  lh tegula- tegla telha


Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Redução vocálica Enfraquecimento de vogais quando passam a estar


em posição átona

mala malinha

[a] []

boca boquinha

[o] [u]
Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Contração

Crase Contração ou fusão de duas vogais numa só

legere leer ler

sedere seer ser

Sinérese Contração ou fusão de duas vogais num ditongo

ego eo eu

lege lee lei


Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Vocalização Passagem de uma consoante a vogal

octo oito

absente ausente

lacte- leite

regnu- reino

Metátese Troca de fonemas ou de sílabas no interior de uma palavra

semper sempre

super sobre
Processos fonológicos
de alteração
(qualitativa ou posicional)

Assimilação Um som aproxima-se ou torna-se igual a um som próximo

nostru- nosso

ipse esse

Dissimilação Alteração de fonemas iguais

liliu- lírio

memorare nembrar lembrar


2. Etimologia
Étimo

Raiz latina
da qual deriva
a palavra portuguesa.
É a forma original
de uma palavra.

espremer areia

exprimere arena-

exprimir arena
Palavras

Divergentes Convergentes

Um mesmo étimo Dois étimos latinos,


latino pode originar com significados diferentes,
duas palavras têm a mesma realização
portuguesas em português

areia sanu-

arena- são (adjetivo)


são (verbo)
arena sunt
Palavras divergentes
areia

arena-
Um mesmo étimo latino pode
arena originar duas palavras portuguesas

Dois processos evolutivos diferentes

Via popular Via erudita

Resultam da lenta Introduzidas diretamente


evolução (sobretudo oral) do latim, nos séculos XV
do latim vulgar até ao e XVI (escritores do
português Renascimento)

Diferente do étimo Semelhante ao étimo


Via popular Via erudita

arena- areia arena

exprimere espremer exprimir

macula- mancha, mágoa mácula

planu- chão plano

plenu- cheio pleno

atriu- adro átrio

Diferente Semelhante
do étimo ao étimo