Você está na página 1de 29

CONTRIBUIÇÕES DA

PSICOLOGIA PARA A
EDUCAÇÃO

Claudson Cerqueira Santana


Psicólogo e Neuropsicólogo (CRP-03/IP12940)
Professor Universitário
Coordenador do Grupo de Trabalho em Neuropsicologia (CRP-03)
Membro Voluntário do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Pedagogia
Universitária (NEPPU-UEFS)
(75) 99147-8758/98185-0002
http://lattes.cnpq.br/4511933634366701
PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO
- Conhecimento científico que direciona
sua produção para a compreensão do
ser humano no processo de ensino-
aprendizagem
- Investigações sobre o desenvolvimento
e a aprendizagem humana
PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO
- Disciplina dos currículos dos cursos
de formação de professores; um
conhecimento escolar;
- A disciplina reflete o
desenvolvimento da área de
conhecimento
Tanto área quanto disciplina - Psicologia
da Educação constituíram-se no
contexto das políticas educacionais e
dos movimentos pedagógicos, ambos
definidores dos rumos da educação. E
definidores também dos
modelos/concepções de formação de
professores
CONCEPÇÃO TRADICIONAL

X
CONCEPÇÕES ATUAIS
SOBRE FORMAÇÃO
DOCENTE
CONCEPÇÃO TRADICIONAL

-Racionalidade técnica – onde a


prática do professor é entendida
como aplicação de princípios
derivados da investigação
científica
-O professor é um técnico
especialista que aplica com
rigor as regras que derivam do
conhecimento científico;
-Portanto, a ciência fornece os
instrumentos e as técnicas para
a atividade docente.
Historicamente a Psicologia
voltada para a Educação
tem contribuído para
perpetuar a visão tradicional
de formação docente.
Como?
Comportamentalismo
e
Psicometria
Por extensão do empirismo
e do funcionalismo
Mente – vista como uma
instância adaptativa que se
modelava a partir do exterior
Comportamentalismo:
a aprendizagem determina o
desenvolvimento da mente
humana.

APRENDIZAGEM
OBJETO SUJEITO
DESENVOLVIMENTO
Trabalho pedagógico:
ênfase nos métodos e
técnicas empregados na
aprendizagem ignorando
possíveis traços a priori
nos indivíduos.
Psicologia da Educação
Desenvolvimento e a
aprendizagem humana
Concepções sobre a
relação desenvolvimento
aprendizagem:

INATISMO AMBIENTALISMO

INTERACIONISMO
Por influência do racionalismo
Mente é quem define o processo
de aquisição do conhecimento.
A razão é a fonte primeira de
conhecimento. Nesse caso, a
estrutura do pensamento é inata
e a mente é responsável pela
adaptação do indivíduo ao
meio.
Psicometria - Estudo e medida
das diferenças individuais por
meio da comparação entre os
sujeitos estudados.

D
SUJEITO
A
OBJETO
Historicamente a
Psicologia voltada para a
Educação tem também
contribuído muito para
perpetuar a visão
tradicional de formação
docente.
Por que?
Com o
comportamentalismo e a
Psicometria a Psicologia da
Educação – ciência -
passou a ser vista como um
“sistema de práticas e
instrumento” em detrimento
de um “sistema de idéias”.
Críticas à formação
tradicional
1. O trabalho educativo -
está marcado pela
complexidade, instabilidade,
incerteza e singularidade.
Como este trabalho pode
estar sujeito “a esquemas
preestabelecidos de natureza
técnico-científica”?
2. Estudos apontam que o
professor percebe o processo
ensino-aprendizagem de
maneira dissociada onde a
atividade de ensinar tem
características de
funcionamento independente
de aprender. Essa percepção
é resultante de uma
formação instrumental.
3. Também ocorrem
resultados desastrosos se o
conteúdo transmitido nos
cursos de formação objetivar
hábitos e habilidades do tipo
“como fazer”, sem valorizar a
conformação de sentidos
para o professor.
CONCEPÇÕES ATUAIS SOBRE
FORMAÇÃO DOCENTE
- Desenvolvimento profissional
- A reflexão teórica deve partir
da atividade educativa onde
surgem as necessidades dos
sujeitos envolvidos
- Figura do professor reflexivo
INTERACIONISMO

D
SUJEITO
A
OBJETO

Teorias: Construtivismo,
Histórico-cultural e Sócio-afetiva
CARACTERÍSTICAS:

- Pressupõem a relação bidirecional


entre desenvolvimento e
aprendizagem;
- Foco passa para a relação professor –
aluno;
- Proporciona a visão articulada entre
ensino-aprendizagem;
- Desloca o enfoque para os processos e
não para os resultados (o que implica
dinamismo e análise contextualizada).
DIALÉTICA: O inovador é utilizar uma
abordagem dialética para analisar o
problema o que exige um novo
método: que vise a processos e não a
objetos e que seja explicativo e não
meramente descritivo, buscando-se a
história constitutiva dos fenômenos
psíquicos.
Qual deve ser a
contribuição da psicologia
da educação na formação
de professores?
Contribuir para reflexão
sobre o processo ensino-
aprendizagem visando os
conhecimentos necessários
para o exercício crítico,
consciente e autônomo da
docência.
Num momento em que se
discute as mudanças de
paradigmas na educação
importa questionar sobre a
formação do educador e sobre
as implicações dessa formação
nessa mudança
paradigmática.
PLANO DE AÇÃO:
• Facilitar a aprendizagem dos alunos;
• Capacitação de professores;
• Melhora de relacionamentos interpessoais
entre alunos e professores;
• Qualidade de Vida no Trabalho;
• Melhora de vínculos interpessoais entre
professores e equipe de gestão;
• Plano de carreira e valorização do
funcionário