Você está na página 1de 8

Gil Vicente,

Farsa de Inês Pereira

Texto analisado
Um pretendente para Inês Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
Lia. Inês Pereira é concertada veredes vós, minhas flores,
pera casar com alguém? a discrição que ele tem.
Mãe Até ‘gora com ninguém Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
não é ela embaraçada. Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Lia. Eu vos trago um casamento Mãe Hui! E ela sabe latim,
em nome do Anjo bento. e gramática e alfaqui
alfaqui,
Filha, não sei se vos praz. e tudo quanto ela quer.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. aviamento
Eu vos trago aviamento. Gil Vicente, Farsa de Inês Pereira,
Porto, Porto Editora, 2014 [pp. 18-19]

Inês Porém, não hei de casar


concertada: comprometida.
avisado
senão com homem avisado,
ainda que pobre pelado,
pelado aviamento: rapidez.
seja discreto em falar. avisado: sensato.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
pobre pelado: sem dinheiro.
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer. em camisa: sem dote.
Inês Primeiro, eu hei de saber alfaqui: sábio muçulmano (a Mãe toma,
se é parvo, se sabido. erradamente, o alfaqui pelo nome de uma
ciência difícil).
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém? Lianor Vaz quer saber
Mãe Até ‘gora com ninguém se Inês está Qual é o ASSUNTO
não é ela embaraçada. comprometida do excerto?
Lia. Eu vos trago um casamento
em nome do Anjo bento.
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz? Lianor Vaz A alcoviteira Lianor
Lia. Eu vos trago aviamento. encontrou um Vaz quer saber
Inês Porém, não hei de casar
pretendente para se Inês está
senão com homem avisado, Inês comprometida,
ainda que pobre pelado, pois encontrou
seja discreto em falar.
um pretendente
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido; para a jovem.
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.
Representação
Lia. Nesta carta que aqui vem O pretendente enviou do quotidiano
pera vós, filha, d’amores, uma carta a Inês,
veredes vós, minhas flores,
(combinação
para se dar a conhecer de casamento)
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Lia. Inês Pereira é concertada
Lianor Vaz, pera casar com alguém?
a alcoviteira
Quem são as
Mãe Até ‘gora com ninguém PERSONAGENS
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento intervenientes
na ação?
Mãe de em nome do Anjo bento.
Inês Pereira Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz?
Lia. Eu vos trago aviamento.

Inês Porém, não hei de casar • Inês


Inês Pereira senão com homem avisado, • Lianor Vaz
ainda que pobre pelado, • Mãe (de Inês)
seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido;
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.

Lia. Nesta carta que aqui vem


pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Lia. Inês Pereira é concertada
Lianor Vaz
pera casar com alguém?
• alcoviteira / Quais são as
Mãe Até ‘gora com ninguém
não é ela embaraçada. casamenteira CARACTERÍSTICAS DAS
Lia. Eu vos trago um casamento • dissimulada PERSONAGENS?
em nome do Anjo bento. • pragmática
Filha, não sei se vos praz.
Inês E quando, Lianor Vaz? • bajuladora
Lia. Eu vos trago aviamento. • Lianor Vaz:
alcoviteira/casamenteira,
Inês Porém, não hei de casar Inês Pereira
senão com homem avisado, • ansiosa por
dissimulada, pragmática,
ainda que pobre pelado, casar bajuladora
seja discreto em falar. • idealista e • Inês Pereira: ansiosa por
Lia. Eu vos trago um bom marido, desejosa de casar, idealista, desejosa
rico, honrado, conhecido; ascensão social de ascensão social, culta
diz que em camisa vos quer.
Inês Primeiro, eu hei de saber • com alguma • Mãe de Inês Pereira:
se é parvo, se sabido. cultura ansiosa pelo casamento
da filha
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores, Mãe de Inês
veredes vós, minhas flores, Pereira
a discrição que ele tem. • ansiosa pelo Representação
Inês Mostrai-ma cá, quero ver. casamento da do quotidiano
Lia. Tomai. E sabedes vós ler? filha (combinação de casamento)
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Lia. Inês Pereira é concertada
pera casar com alguém?
Mãe Até ‘gora com ninguém
Que relações se
não é ela embaraçada.
Lia. Eu vos trago um casamento Lianor Vaz estabelecem entre as
em nome do Anjo bento. • interesse em casar PERSONAGENS?
Filha, não sei se vos praz. Inês com um
Inês E quando, Lianor Vaz? homem “rico,
Lia. Eu vos trago aviamento. honrado, conhecido”
Inês Pereira Antagonismo Mãe
Inês Porém, não hei de casar • interesse em casar e Lianor Vaz / Inês:
senão com homem avisado, com um homem • oposição de
ainda que pobre pelado, “avisado” e interesses e
seja discreto em falar. “discreto”, ainda conceções de vida
Lia. Eu vos trago um bom marido, que pobre
rico, honrado, conhecido; • conflito
diz que em camisa vos quer. intergeracional
Inês Primeiro, eu hei de saber
se é parvo, se sabido.

Lia. Nesta carta que aqui vem


pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver.
Lia. Tomai. E sabedes vós ler?
Mãe Hui! E ela sabe latim,
e gramática e alfaqui,
e tudo quanto ela quer.
Como se caracteriza
Inês Porém, não hei de casar a LINGUAGEM?
senão com homem avisado,
Expressão ainda que pobre pelado,
coloquial seja discreto em falar.
Lia. Eu vos trago um bom marido,
rico, honrado, conhecido; Linguagem expressiva
diz que em camisa vos quer. • Cómico de linguagem
Inês Primeiro, eu hei de saber • Expressões coloquiais
Expressão se é parvo, se sabido.
coloquial • Interjeições
Lia. Nesta carta que aqui vem
pera vós, filha, d’amores,
veredes vós, minhas flores,
a discrição que ele tem.
Inês Mostrai-ma cá, quero ver. Cómico de linguagem
Lia. Tomai. E sabedes vós ler? (uso indevido da
Interjeição Mãe Hui! E ela sabe latim, palavra “alfaqui”
(“Hui!”) e gramática e alfaqui, pela Mãe)
e tudo quanto ela quer.
Tópicos de análise
O excerto apresentado ilustra algumas das características das peças de Gil Vicente:

• representação de um episódio:
– que aborda o relacionamento familiar (Inês e Mãe);
– que reflete um aspeto da vida quotidiana – o casamento – opondo
duas conceções de “marido” – uma pragmática (Lianor Vaz), outra
idealizada (Inês);
– em que surgem representados tipos sociais: jovem rapariga em idade
de casar e que deseja ascender socialmente (Inês), alcoviteira/
casamenteira (Lianor);

• texto caracterizado por uma linguagem expressiva, de carácter popular,


pelo cómico de linguagem (cf. emprego incorreto do termo “alfaqui”).