Você está na página 1de 14

Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN

Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

AULA 12
Sobre “ Integração metabólica ”, enfocar:
• Quais as principais vias metabolicas no
estado alimentado;
• Quais as principais vias metabolicas no
estado de jejum;
• Glicólise, gliconeogênese, glicogenólise,
glicogênese;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

CICLO ALIMENTADO / JEJUM

• O ESTADO ABSORTIVO OCORRE NO PERÍODO DE DUAS A QUATRO


HORAS APÓS UMA REFEIÇÃO NORMAL. DURANTE ESSE INTERVALO
OCORRE UMA ELEVAÇÃO PLASMÁTICA TRANSITÓRIA DE AMINOÁCIDOS,
GLICOSE E TRIACILGLICERÓIS.

• OS METABÓLITOS OBTIDOS DA ALIMENTAÇÃO SOFREM MECANISMOS


REGULATÓRIOS DE NATUREZA ENZIMÁTICA E HORMONAL.
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

CICLO ALIMENTADO / JEJUM

INSULINA GLUCAGON

 LIBERADA NA ELEVAÇÃO DA  LIBERADA NA DIMINUIÇÃO DA


GLICOSE; GLICOSE;
 DIMINUI GLICEMIA;  AUMENTA GLICEMIA;
 ACUMULA GLICOGÊNIO, GORDURA  QUEBRA GLICOGÊNIO, GORDURA E
E PROTEÍNAS; PROTEÍNAS.
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Fisioterapia
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Fisioterapia
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

CICLO ALIMENTADO / JEJUM

• A FORMAÇÃO DE GLICOGÊNIO A PARTIR DA GLICOSE CHAMA-SE


GLICOGÊNESE E SUA DEGRADAÇÃO, GLICOGENÓLISE.
• A GLICONEOGÊNESE É A PRODUÇÃO DE GLICOSE A PARTIR DE
COMPOSTOS QUE NÃO SÃO CARBOIDRATOS (LIPÍDEOS E
AMINOÁCIDOS).
• O FÍGADO ESTÁ ANATOMICAMENTE SITUADO PARA PROCESSAR E
DISTRIBUIR OS NUTRIENTES DA DIETA SENDO O PRINCIPAL ÓRGÃO DE
METABOLIZAÇÃO DO NOSSO ORGANISMO.
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO ALIMENTADO
• FÍGADO
- FÍGADO RETÉM 60% DA GLICOSE QUE ENTRA PELO SISTEMA
PORTA NÃO SENDO INFLUENCIADO PELA INSULINA.

- ELEVA-SE A SÍNTESE DE GLICOGÊNIO E A GLICÓLISE COM


PRODUÇÃO DE ACETIL-COA QUE SERVE TAMBÉM DE
SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE GORDURA.

- AUMENTA A SÍNTESE DE ÁCIDOS GRAXOS, TRIGLICERÍDEOS E


LIPÍDEOS. AUMENTA A DEGRADAÇÃO DE AMINOÁCIDOS E É
BAIXA A SÍNTESE DE PROTEÍNAS.
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO ALIMENTADO
• TECIDO ADIPOSO
- GRANDE SENSIBILIDADE DO TECIDO ADIPOSO À INSULINA.
AUMENTA ENTRADA DE GLICOSE;

- GLICÓLISE AUMENTADA E FORNECIMENTO DE SUBSTRATO PARA


A SÍNTESE DE TRIGLICÉRIDES;

- GLICONEOGÊNESE DIMINUÍDA;

- AUMENTA A SÍNTESE DE ÁCIDOS GRAXOS E TRIGLICÉRIDES;


Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO ALIMENTADO
• TECIDO MUSCULAR
- CAPTAÇÃO AUMENTADA DE GLICOSE PARA PRODUÇÃO DE
ENERGIA;
- SÍNTESE AUMENTADA DE GLICOGÊNIO: DEPLETADO COMO
RESULTADO DA ATIVIDADE MUSCULAR;
- CAPTAÇÃO AUMENTADA DE AMINOÁCIDOS PARA SÍNTESE
PROTÉICA OU PRODUÇÃO DE ENERGIA (GLICONEOGÊNESE);
- SÍNTESE AUMENTADA PROTÉICA: SÍNTESE PARA REPOR A
PROTEÍNA PERDIDA DESDE A REFEIÇÃO ANTERIOR;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO ALIMENTADO
• TECIDO CEREBRAL
- CONSOME 20% DO OXIGÊNIO CORPORAL EM REPOUSO;

- PRIORIDADE DE ENERGIA (GLICOSE). NÃO CONTÉM DEPÓSITO DE


GLICOGÊNIO SENDO DEPENDENTE DA GLICOSE DO SANGUE;

- ÁCIDOS GRAXOS NÃO ATRAVESSAM EFICIENTEMENTE BARREIRA


HEMATO-ENCEFÁLICA;

- TRIGLICERÍDEOS NÃO CONTRIBUI COMO FONTE DE ENERGIA E


NEM SE DEPOSITA NESTE ÓRGÃO;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO JEJUM
• TECIDO HEPÁTICO
- O FÍGADO PROMOVE A DEGRADAÇÃO DE GLICOGÊNIO E
GLICONEOGÊNESE PARA MANTER OS NIVEIS DE GLICOSE E SUPRIR
O ENCÉFALO E DE OUTROS TECIDOS DEPENDENTES DE GLICOSE;
- APÓS 18 HORAS DE JEJUM, O CONTEÚDO DE GLICOGÊNIO
HEPÁTICO E CONSUMIDO;
- OCORRE AUMENTO DA OXIDAÇÃO DE ÁCIDOS GRAXOS EM ACETIL-
COA PARA SUPRIR A DEFICIÊNCIA DE GLICOSE;
- QUANDO A PRODUÇÃO DE ACETIL-COA ATINGE O MÁXIMO, OS
CORPOS CETÔNICOS SÃO PRODUZIDOS E UTILIZADOS COMO
COMBUSTIVEL POR OUTROS TECIDOS;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO JEJUM
• TECIDO ADIPOSO
- AUMENTA A DEGRADAÇÃO DE TRIGLICERÍDEOS E LIBERAÇÃO DE
ÁCIDOS GRAXOS QUE SÃO TRANSPORTADOS PARA OUTROS
TECIDOS PARA SERVIR DE COMBUSTÍVEL (GLICONEOGÊNESE);

• TECIDO MUSCULAR
- O GLICOGÊNIO É RAPIDAMENTE CONSUMIDO;
- O MÚSCULO EM JEJUM USA OS ÁCIDOS GRAXOS E CORPOS
CETÔNICOS COMO PRINCIPAL FONTE DE ENERGIA ;
- DEGRADAÇÃO DE PROTEÍNAS E LIBERAÇÃO DE AMINOÁCIDOS
NA CIRCULAÇÃO PARA GLICONEOGÊNESE HEPÁTICA;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Enfermagem
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo

 ESTADO JEJUM
• TECIDO CEREBRAL
- DURANTE OS PRIMEIROS DIAS DE JEJUM, O CÊREBRO UTILIZA
QUASE QUE EXCLUSIVAMENTE A GLICOSE COMO FONTE DE
ENERGIA;

- COM A ESCASSES DE GLICOSE, O CEREBRO PASSA A USAR


TAMBÉM OS CORPOS CETÔNICOS PARA PRODUÇÃO DE ENERGIA;
Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN
Fisioterapia
Bioquímica
Prof. Brunno Macedo