Você está na página 1de 20

Organização dos dados

– Tabelas e Gráficos
Tratamentos dos dados
Fases de uma pesquisa
20

PLANEJAR Definição das variáveis

CONSTITUIÇÃO Definição da população


DA AMOSTRA Seleção da amostra

RECOLHER Condução da entrevista


Piloto do Questionário OS DADOS

Categorias de dados ORGANIZAÇÃO


DOS DADOS Síntese

ANÁLISE DOS
CONCLUSÕES E RELATÓRIOS
DADOS
Fases do Survey. Extraído e Adaptado de Garcês et. al. 2013.
Tabelas
 Uma tabela consiste de um quadro onde várias observações são feitas
possibilitando ao leitor uma interpretação precisa do fato analisado.
Os elementos mais notáveis das tabelas são:
Produção de Café no Brasil Título

Coluna indicadora Anos Produção (1.000 t) Cabeçalho

1991 2.535 Célula

1992 2.666

Corpo 1993 2.122


Linhas
1994 3.750

1995 2.007

Rodapé FONTE: I.B.G.E. Coluna numérica


Séries temporais Séries geográficas
Duração Média dos Estudos Superiores - 1994
Preço do Acém no Varejo – São Paulo
Países Número de Anos
Anos Preço médio (US$)
Itália 7,5
1989 2,24
Alemanha 7,0
1990 2,73
França 7,0
1991 2,12
Holanda 5,9
1992 1,89 Inglaterra Menos de 4
1993 2,62
FONTE: Revista Veja
FONTE: A.P.A.
Séries específicas Séries conjugadas
Terminais Telefônicos em Serviço
Rebanhos Brasileiros - 1992
Regiões 1991 1992 1993
Espécies Qtde. (1000 cabeças)
Norte 342.938 375.658 403.494
Bovinos 154.440,8
Nordeste 1.287.813 1.379.101 1.486.649
Suínos 34.532,2
Sudeste 6.234.501 6.729.467 7.231.634
Ovinos 19.955,9
Sul 1.497.315 1.608.989 1.746.232
Caprinos 12.159,6
Centro-Oeste 713.357 778.925 884.822
Outros 2.234,5
FONTE: Ministério das Comunicações
FONTE: I.B.G.E.
Distribuição de frequência
Consiste numa série específica onde os dados levantados são
apresentados em sua totalidade.
Tempo de gestação de alguns mamíferos (dias)
Dias de gestação f
017 ├ 086 13
086 ├ 155 08
155 ├ 224 05
224 ├ 293 09
293 ├ 362 02
FONTE:
362 ├ 431 04 Matemática E. M. V. 2
SMOLE & KIUKAWA
431 ├ 500 01
Σf = 42
Tabela primitiva
Uma tabela cujos elementos não foram numericamente organizados, denomina-se
tabela primitiva.
Por exemplo, uma professora organizou os resultados obtidos em uma avaliação da
seguinte forma.

Notas obtidas por 25 alunos do


Colégio X
4,0 9,0 6,0 9,0 7,0
9,0 5,0 9,0 4,0 9,0
6,0 9,0 4,0 8,0 9,0
8,0 4,0 7,0 9,0 5,0
9,0 9,0 5,0 7,0 4,0
R.O.L.

Organizando os dados através de uma ordenação crescente ou decrescente.


A tabela obtida após esta ordenação de dados recebe o nome de rol.

Notas obtidas por 25 alunos do


Colégio X
4,0 5,0 7,0 9,0 9,0
4,0 5,0 7,0 9,0 9,0
4,0 5,0 7,0 9,0 9,0
4,0 6,0 8,0 9,0 9,0
4,0 6,0 8,0 9,0 9,0
Amplitude total
Observando o R.O.L. podemos verificar a variação entre o menor e o maior
valor apresentado.
A esta diferença chamamos de Amplitude Total. No caso 9,0 – 4,0 = 5,0.

Distribuição de frequência
Colocando ao lado da variável nota o número de vezes que aparece repetida,
estaremos determinando a frequência absoluta (f) desta nota.
Dispondo estas frequências numa tabela, obtemos assim, o que chamamos de
distribuição de frequência.
Frequência absoluta (f)

ROL Nota Frequência


4,0 5,0 7,0 9,0 9,0 (f)

4,0 5,0 7,0 9,0 9,0 4,0 5

4,0 5,0 7,0 9,0 9,0 5,0 3


4,0 6,0 8,0 9,0 9,0 6,0 2
4,0 6,0 8,0 9,0 9,0 7,0 3
8,0 2
9,0 10
Total 25
Frequência relativa (fr)
Caso queiramos podemos determinar o percentual que cada nota representa no total
dos alunos. Neste caso estaríamos calculando a frequência relativa (fr) com que as
notas aparecem. A frequência relativa é a razão entre a frequência absoluta e o total
dos dados.

Nota Frequência (f) Frequência relativa


(fr)
4,0 5 20
5
5,0 3 12 = 0,20 = 20%
25
6,0 2 08 3
= 0,12 = 12%
25
7,0 3 12
2
8,0 2 08 = 0,08 = 8%
25
9,0 10 40 10
= 0,40 = 40%
25
Total 25 100
Frequência acumulada (fa)
Se considerarmos até um certo dado numa distribuição de frequência e
somarmos as frequências dos dados anteriores, estaremos determinando a
frequência acumulada (fa) até este dado.

Nota f fa fr
4,0 05 05 20
5,0 03 08 12
6,0 02 10 08
7,0 03 13 12
8,0 02 15 08
9,0 10 25 40
Total 25 100
Apresentação gráfica
Os gráficos devem ser:

- autoexplicativos

- de fácil compreensão

- simples

- atraentes ao leitor e inspirar confiança


Construções gráficas
Na construção de um gráfico:

• observar o tipo de variável (quantitativa ou qualitativa)


para representar os dados adequadamente;
• o tamanho deve ser adequado à sua publicação em
revistas, periódicos, cartazes ou livros;
• apresentar um título;
• a escala deve iniciar-se na origem do sistema de eixos
cartesianos para não desfigurar os fatos ou as relações
que se deseja destacar.
Gráficos
Gráfico de Barras:

• os dados são representados num sistema de


eixos cartesianos
• a representação é feita por meio de barras que
devem ser desenhadas a uma certa distância
umas das outras
• apropriado para representação de variáveis
qualitativas ou quantitativas discretas
Variável
qualitativa
Nível de escolaridade dos funcionários da
empresa MMM, em 2008.

50
45
40
35
30
25 Nascidos vivos em hospital ocorridos e
%

20 registrados no ano, por lugar de residência da


15
mãe, Região Sudeste do Brasil, 2004.
10
5
0 60 53,34
f undamental médio superior 50
nível de escolaridade 40

%
30 23,68
18,46
20
10 4,52

0
Minas Gerais Espírito Santo Rio de Janeiro São Paulo
estado
Gráficos
Gráfico de setores:
-os dados são representados num setor
circular
- a área total do círculo é dividida em
subáreas (setores) proporcionais às
frequências
- apropriado para representar variáveis
qualitativas
- relação frequência relativa / ângulo central

100% --- 360 graus


f --- x graus
Atividade pelos quais se ocupam os
Exemplo: profissionais formados pela Ecole
Supérieure du Bois (??)
Nascidos vivos em hospital ocorridos e registrados
no ano, por lugar de residência da mãe, Região
Sudeste do Brasil, 2004.

23,68

Minas Gerais
Espírito Santo
53,34 4,52
Rio de Janeiro
São Paulo
18,46

Fonte: IBGE, Estatística do Registro Civil de 2004.

www.ecoledubois.fr/pt/IMG/jpg/filiere.jpg
Gráficos
Histograma

- os dados são representados num sistema de


eixos cartesianos
- a representação é feita por meio de barras
justapostas
- apropriado para representar variáveis
quantitativas contínuas
Exemplo: variável quantitativa contínua
Freqüência de salários dos empregados da
empresa MMM, por número de salários mínimos,
em 2008. Freqüência de alunos do primeiro ano da escola XXX em 2007, segundo
o peso, em quilogramas

35

30
35
25 31,67
30,56
30
20
%

25
15
20
10 20

%
5 15

0 10
2 6 10 14 18 22 6,11
5
faixa salarial 5 3,89
2,77
0 0
0
50 55 60 65 70 75 80 85
peso (Kg)

Interesses relacionados