Você está na página 1de 43

C D O S

SANTAREM

Comando Distrital de
Operações de Socorro

Formadores:
Optel Paulo Fróis

Maio de 2011

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
DEFINIÇÃO
• É um sistema único de comunicações, baseado numa
só infra-estrutura, nacional, partilhado, que assegura
a satisfação das necessidades de comunicações das
forças e serviços de emergência e de segurança,
facilitando a intercomunicação e a inter-
operabilidade entre essas forças e serviços e, em
caso de emergência a centralização do comando e da
coordenação

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
• O SIRESP adoptou a tecnologia TETRA (Terrestrial
Trunked Radio), uma norma europeia de trunking
digital com uma faixa de frequências consignada
internacionalmente para este fim.

• Tradicionalmente num sistema vulgar, os


equipamentos de rádio funcionam, porque todas as
partes envolvidas na comunicação estão de acordo
sobre a frequência a usar e o modo (AM, FM, SSB,
etc) a utilizar.

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
• No sistema Trunking, os rádios, estão
constantemente a “renegociar” as frequências a
utilizar através de um ou mais canais de controle.
Isto permite uma utilização mais eficiente do número
de frequências limitadas, pois cada “conversa” nao
requer um único canal estático dedicado todo o
tempo.
• Com este sistema torna-se muito mais difícil de
escutar e acompanhar porque não se sabe que
frequências vão ser utilizadas nos segundos
seguintes
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
O EQUIPAMENTO

• STP8000 (Portátil)

• SRG 3500/3900 (Base/Móvel)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000 Micro(Half(semi)-duplex) ;
Volume e navegação
altifalante(Full-duplex)
(sub-pastas)

LED tricolor LED Azul

On/Off - Função
GPS

Teclas de Função
Teclas de Navegação (pastas)

Teclas Telefone
Teclado Alfanumérioc Verde e Vermelha
(Teclas configuráveis) Micro(Full-duplex);
altifalante(half-duplex)
Frente (sob o teclado)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000 Topo
Volume e navegação Antena
sub-pastas O ponto colorido indica
qual a Freq/banda de
trabalho
Botão de Emergência

Colector para dispositivos


(carregador bateria)

Base
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000

Tecla Inversão de ecrâ

Tecla PTT

Lateral (ptt)
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000

Conector de Acessórios de
audio (micro/auscultador)

Lateral (com)
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000

Conector de antena
suplementar

Traseira
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
CHAMADA DE EMERGÊNCIA
Para activar o sinal de emergência, o respectivo
botão é premido durante 5 segundos, após os quais
os ecrâs de todos os terminais registados naquele
grupo e da central gestora, muda de cor e é emitido
um sinal para a rede.

Para desactivar o sinal de emergência, o botão é


premido durante 5 segundos (em alguns
equipamentos poderá ser necessário retirar a
bateria).
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada de emergência
ATENÇÃO
Ao premir-se o botão de emergência, este vai
alertar todos os terminais que estiverem
registados no grupo e a estação gestora de
rede identifica o terminal em alerta
Enquanto o alerta de emergência permanecer,
todos os outros terminais que se encontram
nesse grupo nao conseguem fazer qualquer
tipo de comunicação
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
OPERAÇÃO

Chamada de
emergência
(exempl:) HELP

NOS PRIMEIROS 30 SEG DO ALERTA, O MICRO DO EQUIPAMENTO MANTÉM-SE ACTIVO

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
O EQUIPAMENTO
• No canto superior do ecrâ (luminoso) existe um
número com 7 algarismos designado por ISSI com
que é registado na rede, e sem o qual o equipamento
não funciona
• Na rede há um gestor que depois de registar um
terminal, define com quem este pode estabelecer
comunicação:
• Com grupo específico em caso de emergência
• Com uma entidade específica fora do seu grupo
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
OPERAÇÃO
STP 8000
• Ligar: pressionar sem soltar o botão on/off no canto
superior esquerdo do ecrâ, até este se acender

• Desligar: pressionar sem soltar o botão on/off até


aparecer “desligando” e então depois soltar o botão

• Bloquear e desbloquear teclado: pressionar sem


largar a tecla “*” (asterisco).

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000
• Este equipamento permite a operaçao em três modos:
• TMO - (trunked mode operation)
• DMO – (direct mode operation)
• RPT – (repetidor)
• Gatway- DMO-TMO
• TMO – A comunicação entre terminais é feita através da rede;

• DMO – A comunicação entre terminais é directa; este modo é


excelente quando num determinado TO não haja rede, e a
proximidade entre os terminais permita o contacto directo
• RPT – Quando num determinado TO, haja dificuldade de
comunicação entre os terminais, pode um ser colocado numa
posição estratégica com a função RPT activada
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000
• Sintonizar
Pressionar levemente a tecla on/off e no ecrâ aparecem
as pastas (distritos)
Com as teclas de navegação procurar o grupo (Distrito)
pretendido
Com o botão de volume procurar a sub-pasta (canal
distrital, comando, tático ou manobra)

• Para confirmar a sintonização, premir a tecla (ptt) ou


esperar que o equipamento a assuma
automáticamente
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
ESTRUTURA DOS MENUS
TMO – Âmbito Distrital Santarém
PC GPC DT SR
Função: grupo âmbito distrital sob gestão e direcção do CDOS
(Função idêntica à do canal Distrital da REPC em semi-duplex)

PC GPC OI SR
Função: grupo âmbito distrital para operações internas sob
gestão e direcção do CDOS
(Função idêntica à do canal Distrital da REPC em simplex)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
TMO – Âmbito Distrital SANTAREM

PC OPAR (1-4) SR
Função: comunicações para operações com meios aéreos.
- Ligação dos CDOS e CMA com aeronaves
(Função idêntica à dos canais de BAeron. dos CDOS e CMA)

PC CDOS (1-2) SR
Função: grupo primário para comunicação entre as Centrais e
os veículos dos CB com o CDOS
(Função idêntica à dos canais de comando Distrital da ROB)
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
TMO – Âmbito Distrital Santarém

PC PHOSP (1-2) SR

Função: grupos para operação Pré-hospitalar entre ambulâncias


em serviço de emergência, as respectivas Centrais e Hospitais

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
TMO – Âmbito Distrital SANTARÉM OP

PC OP DT(1-2) SR
Função: grupo âmbito distrital sob gestão e direcção do CDOS
(Não programado nos terminais dos CB’s)

PC COM(1-5) SR
Função: grupos de âmbito distrital sob gestão e direcção do
CDOS
(Equivalência aos canais de comando da ROB em simplex)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
TMO – Âmbito Distrital SANTARÉM OP

PC TAT(1-15) SR
Função: grupo âmbito distrital sob gestão e direcção do CDOS
(Equivalência aos canais tácticos da ROB em simplex)

PC MAN(1-30) SR
Função: grupos de âmbito distrital sob gestão e direcção do CDOS
(Equivalência aos canais de manobra da ROB em simplex)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
TMO – Âmbito Distrital P CIVIL

SR(1-3)
Função: grupos de âmbito distrital para comunicação inter-
entidades

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
DMO – Âmbito Nacional P CIVIL

DMO NACIONAL
Função: grupo âmbito nacional para comunicação
inter-entidades

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
DMO – Âmbito Distrital SANTAREM

DMO PRI SR
Função: grupo de âmbito distrital para escuta em caso de
falha de rede

DMO (1-5) SR
Função: grupos de âmbito distrital sob gestão e direcção do
CDOS ou do COS

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP 8000
• As comunicações feitas em TMO são encriptadas enquanto
em DMO não são

• Pressionando a tecla de navegação (para baixo) abre o menu


“configurações” onde na sub-pasta 4 se vai assumir a função
TMO/DMO e vice-versa

• Pressionando a tecla de “configuração rádio” durante aprox. 3


segundos, acede-se a informação do estado da bateria,
posição GPS e direcção/velocidade (se estiver em movimento)

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
OPERAÇÃO
• Sintonizar SRG 3500/3900
Pressionar levemente o botão on/off e no ecrâ aparecem
as pastas (distritos)
Com as teclas de navegação procurar o grupo (distrito)
pretendido
Com o botão de volume procurar a sub-pasta (canal
distrital, comando, tático ou manobra)
• Para confirmar a sintonização, premir a ptt do
microfone ou esperar que o equipamento a assuma
automáticamente
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
SRG 3500/3900

• Este equipamento quando montado em móvel


também pode funcionar como “Gateway”:

• Um portátil que não consiga entrar na rede em TMO,


pode passar a DMO e através do móvel com a função
Gateway activada consegue comunicar na rede

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada de Grupo TMO (semi-duplex)

O utilizador inicia a
chamada
(selecciona o grupo e
carrega na ptt) Os utilizadores do
grupo recebem a
chamada
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada individual TMO Half(semi)- duplex

O utilizador inicia a chamada


(marca o ISSI e carrega na ptt)
O utilizador chamado
recebe a chamada
Para desligar, basta qualquer dos utilizadores premir a tecla vermelha

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada individual TMO Full duplex

O utilizador “B” prime a


O utilizador “A” inicia a chamada
tecla verde, e aceita a
(marca o ISSI e prime a tecla verde)
chamada e responde

Para desligar a chamada, basta a qualquer dos utilizadores premir a tecla vermelha

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada de grupo DMO Half(semi)-duplex

Outros utilizadores recebem e


O utilizador transmite no respondem no mesmo grupo de
seu grupo de chamada chamada

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Chamada individual DMO (semi)-duplex

O utilizador inicia a chamada em O utilizador chamado


DMO (marca o ISSI) e prime a PTT recebe e responde

Para desligar a chamada, basta a qualquer dos utilizadores premir a tecla vermelha

Esta operação não é aconselhável porque vai inibir a emissão/recepção dos outros terminais que se
encontram na mesma frequência

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
GATEWAY
Rede
Utilizador sem
acesso à rede em
TMO; inicía a
chamada em DMO

A base/móvel no modo Gateway Outros utilizadores


recebe chamada em DMO e transfere recebem e respondem
em TMO para a rede e vice-versa pela mesma via

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
REPETIDOR

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
STP9 Series

380-430 and
407-473MHz
bands only

New STP9200
New STP9100
New STP9000

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Resistente e robusto:
- IP67 submersível, adequado para
utilização em ambientes húmidos
por longos períodos
- O reforço da proteção do
conector contra a água salgada /
nevoeiro
- Chassis interno de liga, onde são
montados os componentes para
maior resistência a choques.
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Outras características incluem:
• Novas opções de interface do
usuário (UI estilos 3 usuários
definível)
•GPS super sensível.
•Melhorado áudio full duplex.
•Tecnologia de feedback táctil
•Girar e ampliar visor
•Interface rádio e de ponta a ponta
de encriptação suportado
•Aplicativos de rádio, status e sds
suportados
•Bluetooth opcional
•Hardware pronto para: DMO,
repetidor, homem em baixo e GPS
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Desenho

Primeira vista do novo STP9000 Series  Brilho inserido no logotipo

 Linha cinzenta removida

 ‘Submersivel’ adicionada por


baixo do LCD.

 Numero da série adicionado.

 Tecla de emergência
vermelha.

 Frente e caixa traseira em


cinza escura.

 Emblemas deRFID (Radio


Frequency Identification e
IP67

 Concepção contrasta o
painel frontal preto.

 Nova tecla preta para


modo/eventos perdidos e PTT.
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Caracteristicas
Nova interface to utilizador
 3 estilos de meu:
- Grelha
- Lista
- Novo modo de
compatibilidade "re-usa
um pouco da interface
de usuário existente
Sepura

 Intuitivamente
desenhado

 Com base na
disposição telefone
inteligente moderno

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
HIGIENE E SEGURANÇA
Respeite as normas relativas ao uso de equipamento móvel
quando conduz
Para limpar utilize apenas um pano macio e humedecido nas
superfícies exteriores. NÃO devem ser utilizados detergentes
químicos, aerossóis ou abrasivos.
Respeite a sinalética sobre utilização de rádios e telemóveis.
O equipamento pode passar para “bloqueio de transmissão” se o
utilizador entrar numa área sensível à RF (exemplo: hospitais).
Este modo é indicado por um LED amarelo intermitente que
pisca 4 vezes em intervalos de cerca de dois segundos e pela
visualização do icone de bloqueio
http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Nesse estado, o equipamento mantém-se no grupo seleccionado
e nalgumas circunstâncias, ainda pode receber conversas mas,
em caso algum transmitirá, excepto ao utilizar o botão de
emergência se estiver programado dessa maneira.

Para reduzir o risco de queimaduras de RF, não deve entrar em


contacto com a antena enquanto o equipamento estiver em
utilização.

O equipamento não é impermeável

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt
Fim

Obrigado pela atenção prestada

http://www.prociv.pt cdos.santarem@prociv.pt