Você está na página 1de 57

MÓDULO 3

COMPOSIÇÃO QUÍMICA
DOS SERES VIVOS
Prof. Ronaldo Santana
Constituição dos seres vivos

Átomos e Moléculas Molécula orgânica

Principais moléculas

Molécula inorgânica
Organização do átomo até
organismo
Metabolismo
 A maioria dos organismos vivos é composta
dos mesmos elementos Químicos
 A diferença está na quantidade desses
elementos e como eles se combinam entre si
em cada ser vivo.
Conceito de metabolismo
 Conjunto de reações químicas altamente
complexas que ocorrem no interior do ser vivo
(anabolismo e catabolismo).
Componentes Inorgânicos:
água
 Constituição
Molécula
polar
 Os polos permitem que as
moléculas interajam entre si,
formando pontes de hidrogênio.

 Solvente universal.
Solução
 Água faz com que as
substâncias se
dissipem nos espaços
entre as moléculas
dela.
 Substâncias
hidrofóbicas.
 Substâncias
Hidrofílicas.
Reagente
 A água é também reagente, participando, com
seus átomos, de reações químicas.
Hidrólise
Síntese por desidratação

Hidrólise: hidrólise salina

 Controle da temperatura corporal


Durante o metabolismo, a energia é liberada na
forma de calor, por meio do suor e da evaporação
Resumo: funções da água nos
seres vivos.
 Atua como solvente.
 Participa de reações
metabólicas como reagente.
 Controla a temperatura
interna do corpo.
 Transporta oxigênio,
nutrientes e sais minerais.
Desidratação
 A falta de água
compromete a:
Pele
Produção de saliva
Urina
Suor.
 Recomenda-se a
ingestão diária de, no
mínimo, 2 litros de água.
Sais minerais
 Os sais minerais estão presentes em
elementos vivos e não vivos.
 Nos seres vivos aparecem na forma de íons
ou compondo a estrutura de substâncias
orgânicas.
 Íons são partículas carregadas positiva ou
negativamente.
Componentes orgânicos dos seres
vivos: Vitaminas
 As vitaminas são substância orgânicas
essenciais ao organismo, são importante para
a regulação de muitas reações do
metabolismo.
Avitaminoses
e
Hipervitaminoses

OBS: na contracapa do fascículo 1 tem uma tabela com as principais vitaminas.


Carboidratos ou glicídios
 Carboidratos são moléculas constituídas
fundamentalmente de átomos de carbono,
hidrogênio e oxigênio.
A energia fornecida por eles

tem aproveitamento imediato.


Muitos alimentos que ingerim os

são quebrados em glicose.


 Algumas moléculas de glicose são transformadas
em gorduras e outras armazenadas no fígado e
nos músculos na forma de glicogênio.
Absorção da glicose pela célula
Grupos Carboidratos
Monossacarídeos
 Estes têm uma pequena quantidade de
carbono em sua estrutur a ( de 3 a 7).
Oligossacarídeos
 Estes são constituídos da reunião de dois a
dez monossacarídeos.
Polissacarídeos
 Estes são macromoléculas constituídas por
um grande número de monossacarídeos.

10.000 30.000

Glicogênio

1.400
Lipídios
 Substâncias oleosas, insolúveis em água,
relacionados com energia e com papel
biológico principal a reserva energética.
 Existem lipídeos estruturais (fosfolipídios).
 Grupos de lipídios
Triglicerídeos
Ceras
Fosfolipídios
Esteroides
Triglicerídeos
 Compostos de ácidos graxos e um álcool.

 São comuns em óleos e gorduras de origem


animal e vegetal nos quais o álcool seja o
glicerol.

 Funcionando como isolantes contra a perda


de calor e como reserva, os triglicerídeos
liberam grande quantidades de energia.
Ceras
 Derivadas de ácidos
graxos, pois os alcoóis
são de cadeias muito
longas.
 Exercem importante
papel biológico
Secreção sobre os fios
de cabelo
Revestimento das folhas
das plantas...
 São impermeáveis à
água, maleáveis e
consistentes,
Fosfolipídios
 Compostos, além de ácidos graxos e álcool, o
fósforo e outros elementos.
Esteroides
 Os esteroides compõem principalmente os
hormônios sexuais e os corticosteroides.

 Alguns são vitaminas, auxiliando no


funcionamento do organismo.

 O colesterol faz parte de moléculas lipídicas,


cuja função é a lubrificação dos vasos
sanguíneos.
Colesterol
 Ele pode acumular no sangue, provocando
doenças:

Arteriosclerose
Aterosclerose

 O colesterol participa da composição química


das membranas e é precursor dos h ormônios
sexuais.
Proteínas
 Macromoléculas essenciais para o
funcionamento das células vivas.

 As proteínas são a matéria-prima para síntese


proteica.

 Constituição
Cadeia polipeptídica
de aminoácidos
 Seres humanos produzem apenas 12 dos 20
aminoácidos dos quais dependem.
 Se por algum erro, o organismo disponibilizar
um aminoácido errado, poderá comprometer a
função daquela proteína.
Função das proteínas
 Enzimas
 Transporte
 Nutrição e reserva
 Contração e movimen to Proteína

 Estrutura
 Defesa
 Regulação Anticorpo
O que confere as variadas
funções que uma
proteína pode ter é a
sequência de
aminoácidos, os quais
podem ser agrupados
em um numero quase
infinito de proteínas.
Proteínas no corpo humano
Estrutura de uma proteína
Classificação das proteínas

Cromoproteínas
Enzimas
 Função catalítica: acelerando reação química.
 Por meio da análise das enzimas é possível
detectar moléstias e deficiências metabólicas.
 Existem aproximadamente 2.000 enzimas
conhecidas.
 Muitas agem associadas a um cofator, que
pode ser um mineral ou uma vitamina.
Modelo chave-fechadura
Fatores que influenciam a
atividade enzimática
 Quantidade de substrato
mesmo a quantidade de substrato aumentando, a velocidade é constante.
Fatores que influenciam a
atividade enzimática
 Temperatura
Fatores que influenciam a
atividade enzimática
 pH
Vacinas e Soros
 Proteínas especiais
denominadas anticorpos
participam da defesa do nosso
corpo contra agentes invasores.
 Quando um organismo invade
nosso organismo há um
intervalo de tempo até a
produção dos anticorpos.
Durante esse tempo aparecem os
sintomas produzidos.
 Após o primeiro contato com o organismo o
corpo desenvolve uma memória imunológica.
 Na próxima vez o organismo é destruído
imediatamente e não chegamos a apresentar
sintomas.
Catapora, caxumba, rubéola...
Vacinação
 Apresentação dos antígenos do agente
causador da doença ao corpo para estimulá-lo
a produzir os anticorpos e desenvolver
memória imunológica.

 Esta, usa o agente causador morto ou


atenuado.
Sorologia
 Quando não é possível esperar o corpo
desenvolver as próprias defesas (acidente
ofídico) a pessoa deve receber os anticorpos
já prontos.
 Tais anticorpos foi produzido no corpo de
outro organismo. Tais anticorpos recebem o
nome de soro.
Ácidos nucleicos
Composição química dos ácidos
nucleicos
 Geralmente uma célula tem dez vezes mais
RNA que DNA.
 O ser humano é formado de 3,2 bilhões de
pares de bases.
Purinas e Pirimidinas
 Purinas (adenina e guanina).
 Pirimidinas (timina, citosina e uracila).
Mapa conceitual dos ácidos
nucleicos
O DNA
 Longas cadeias duplas formam os
cromossomos.
 Os genes.
 Capacidade de autoduplicação.
 Comando da síntese proteica.
RNA’s
 Responsáveis pela organização e produção
de proteínas.
Atividades da apostila

 Página
s:
31,35,
38, 40,
43, 48,
49, 50.