Você está na página 1de 111

Sempre questione aquilo que você achou que soubesse.

O Misticismo na Estratégia e O Mal-Estar na Logística

E n e m

p a ra o s q u e to m a m

tu d o

lite ra lm e n te .

N ã o é p a ra o s fra co s d e e sp írito .

D ig o , d e sd e já , q u e o te m a é co n tro v e rso .

O M a l-E sta r n a

L o g ística

. .

.

O Misticismo na Estratégia ...

Isso tornará a compreensão bem mais agradável.

fácil...

e

Com aquilo que já conhecem e já vivenciaram.

Tentem apenas traçar paralelos com suas vidas.

Buscar um sentido mais profundo no que vou lhes dizer.

Não se preocupem em ...

Temos 4 horas para explorar esse tema ...

Temos 4 horas para explorar esse tema ...

Não tem problema...

...você que é.

ainda não sabe o

Provavelmente...

D e v e lh e in co m o d a r.

Portanto, se você está aqui, é porque algo ...

O Neo também não sabia. (Todo mundo aqui viu Matrix, eu suponho.)

O Neo também não sabia. (Todo mundo aqui viu Matrix, eu suponho.)

E a lg u m a s m in h a s ta m b é m .

V o u fa la r d e id é ia s d

e R u sse ll, d e

W ittg e n ste in , d e Fre u d

. .

.

Te m C o m p u ta çã o .

a v e r co m

a Te o ria d a

Te m

a v e r co m

p sica n á lise .

O assunto tem a ver com filosofia.

Vamos falar sobre Estrategística”.

Vamos começar, por um tema que me é muito querido.

Palavra de honra.

V a i se r in d o lo r.

Mas não vou matar ninguém de tédio.

Sobre o que? Estrategística? O que é isso?

Sobre o que? Estrategística? O que é isso?

E o tal do Mal-Estar na Logística.

O tal do Misticismo na Estratégia...

Mas o conceito é fundamental para entendermos...

(ainda

. .

.)

Estrategística é uma palavra que não existe.

Então

vamos

lá!

Conceito distinto da união de duas palavras.

Para começar, devo dizer que é um...

É mais ou menos simples.

Tá b o m , n ã o v o u e n g a n a r n in g u é m .

Entender Estrategística é simples ...

Com as quais nos defrontamos no dia-a-dia.

Que utilizamos para resolver as questões logísticas...

Escondidos de nossa consciência...

Q u e b u sca d isse ca r o s p ro ce sso s

  • m e n ta

is. .

.

Estrategística é uma forma de pensar.

Calma! Não se sintam perdidos! Isso vai ficar claro.

Calma! Não se sintam perdidos! Isso vai ficar claro.

E isso é bem fácil.

Veja.

S o b e sta n o v a ó tica .

D o q u e é E stra té g ia e d o q u e é

L o g ística

. .

.

P re cisa m o s, é claro, entender

co n ce ito

s. .

.

os

Mas para entender o que isso significa ...

Logística.

..

Tem certeza?

E n tã o , sa b e o u n ã o sa b e ?

A fin a l, to d o m u n d o sa b e o q u e é lo g ística , n ã o sa b e ?

  • C o m o d isse , e ssa p e rg u n ta é

sim p le

s. .

.

  • M a s e n tã o , o q u e é

A o m e n o r cu sto .

É isso ?

D a fo rm a m a is e ficie n te e e fica z

p o ssív e

l. .

.

D e n tro d e u m d e te rm in a d o

p e río d o d e te m p o

. .

.

D o p o n to A a o p o n to B

. .

.

Logística é transferir produtos ...

Q u e m

d isse q u e

e le e stá a tra sa d o ? Ou

q

u e a ca rg a n ã o v a i ch e g a r? O u q u e

e sta n ã o é a fo rm a m a is e ficie n te d e

tra n sp o rte ? O lh a só a rib a n ce ira

. .

.

Q u e m d isse q u e e le e stá a tra sa

Então, ele sabe o que é Logística.

Pense fora da caixa ...

Pense fora da caixa ...

Isso mesmo caixa ... ... Fora da

Isso mesmo caixa ...

...

Fora da

Não se deixe enganar pelas primeiras impressões ...

Não se deixe enganar pelas primeiras impressões ...

D

o q u e

p a re ce .

P o d e se r m u ito m a is co m p le x a e

  • m e n o s lin e a

r. .

.

E L o g ística

. .

.

E la d e p e n d e d o e n te n d im e n to d o q u e é

L o g ística

. .

.

Como disse, embora Estrategística seja + ou - simples ...

Alguém

Alguém leu meu primeiro artigo sobre Estrategística? Quem leu, entendeu a importância do conceito de “complexidade”

leu meu primeiro artigo sobre

Estrategística? Quem leu, entendeu a importância do conceito de “complexidade” na logística? (podem falar a verdade, prometo não

Geralmente, tem mais do que uma solução.

A maioria dos problemas logísticos com os quais lidamos...

  • M a s, p o r a g o ra , b a sta

e n te n d e r q u e

. .

.

B e m

N ã o e x a ta m e n te

. . . “ simples

. .

.

“Complexidade” também é relativamente simples ...

E u te n h o p ro v a s.

A cre d it e .

É tã o lin e a r q u a n to

p

a re ce .

N e m

d e lo n g e

. .

.

L o g ística

. .

.

Para fazer uma longa história curta ...

Querem

ver?

  • M u ito b e m

q u e m

S ã o P a u lo .

p e n so u n o E sta d o d e

M u ito b e m q u e m S ã o P a u

Você sabe o que é isso?

E x a ta m e n te . A re g iã o co n h e cid a co m o

Grande

São Paulo ” .

E x a ta m e n te . A re g iã o co n

E isso?

  • C e rto q u e m

p e n so u e m

p a rte d a re g iã o N o rte

  • d e S ã o P a u lo . A g o ra , re p a re n o s p o n tin h o

s. .

.

C e rto q u e m p e n so u e m p a

Vamos lá, mais uma vez. E isso?

  • C e rto q u e m

  • d e jo rn a l!

p e n so u e m

a ssin a n te s

C e rto q u e m d e jo rn a l ! p e

Você sabe o que são os pontinhos?

D a fo rm a m a is e ficie n te p o ssív e l. U tiliza n d o o

  • m e n o r n ú m e ro d e v e ícu lo s p a ra fin a liza r a

e n tre g a e m

3 h o ra s, a té à s 0 6 : 3 0 .

D a fo rm a m a is e ficie n te p o ssív e

Agora una todos os pontinhos ...

E u q u e ro é d a q u i!

E u q u e ro é d a q u i ! Não, não, não.

Não, não, não. Acho que só daí tá muito fácil.

N ã o e sta ría m o s v iv o s p a ra v e r o re su lta d o .

N ã o ?

N e m

e u , m a s n ã o

im p o rta .

C o n sid e ra n d o to d a s a s v a riá v e is?

P a ra ju n ta r to d o s o s p o n tin h o s?

Sabe quanto tempo levaria o maior computador do mundo ...

Serão perfeitos.

O s re su lta d o s d e u m a

o p e ra çã o

. .

.

E sa b e r q u e , n e m

lo n g e

. .

.

d e

P a ssa p o r e n te n d e r o q u e é L o g ística .

Compreender o que é Estrategística é isso.

Estratégi a ...

O q u e é E stra té g ia ?

O q u e é “ E stra té g ia ” ? Mas e quanto

Mas e quanto ao outro lado da moeda?

S

a b e

Te m

m

e sm o ?

ce rte za ?

V o cê sa b e o q u e te m

n o o u tro la d o d e u m a

m

o e d a d e R $ 1 ?

D e R $ 1 ?

D e q u a n to e la e ra ?

Você reparou na moedinha do slide anterior?

  • M u ito b e m

q u e m

p e n so u n a E fíg ie d a

R (Seja e p ú b sincero, lica ” .

n isso

. .

.)

vai. . .

V o cê n ã o p e n so u

M u ito b e m q u e m p e n so u n
M u ito b e m q u e m p e n so u n

Então o que tem do outro lado desta moeda?

A tu a lm e n te a m o e d a d e 1 E u ro , te m

a o

  • m e n o s 1 9 o u tra s fa ce s. U m a p a ra ca d a

p a ís d a Z o n a d o E u ro .

A tu a lm e n te a m o e d a d e 1
A tu a lm e n te a m o e d a d e 1

E desta? O que tem do outro lado desta

moeda?

S ó d ê p a ra v e r u m a d e ca d a v e z.

M

e sm o q u e , p o r m a is q u e v o cê

o lh

e

.

.

.

P

o d e m

te r in ú m e ra s fa ce ta s m u ito

d ife re n te

.

É e n te n d e r q u e situ a çõ e s m u ito

sim ila re

s. .

.

Estratégia é isso.

E

agora?

M

a s a in d a fa lta e x a m in a r

a lg u m a s co isa

s. .

.

O co n ce ito d a co m b in a çã o d e ste s d o is

te rm o s.

P o d e m o s d ize r q u e q u a se

e n te n d e m

o

s. .

.

E q u e ta m b é m e stra té g ia .

já v im o s o q u e é

Que já vimos o que é logística.

A o Misticismo na Estratégia e ao Mal -estar n a L o g ística .

O q u e é a ta l d a E stra te g ística e d e p o is

v o lta rm o

s. .

.

P a ra e n tã o e n te n d e rm o

s. .

.

Q u e se rv e m

fu n d a çã o

. .

.

co m o

Precisamos conhecer duas estruturas.

O co n h e cim e n to te m

u m

ca p a cid a d e

in crív e

l. .

.

L e ia . L e ia . L e ia . L e ia

  • m u ito .

    • M u ito m a is p ro fu n d o s.

    • M e sm o q u e b a se a d a e m

co n ce ito

s. .

.

o u tro s

A primeira estrutura é um tanto básica ...

M

a s q u e e stá ca p tu ra n d o tu d o e

p ro ce ssa n d o tu d o .

Q u a n d o v o cê e stá a co rd a d o , fa la n d o ,

o u v in d o

. .

.

Q u e e stá lig a d a , m a s n e m

propriamente ativa

. .

.

se m p re ,

O In co n scie n te é a p a rte d o se u

cé re b ro

. .

.

...

de

se recombinar no seu

Inconsciente.

O te m a d a re co m b in a çã o d o co n h e cim e n to n o In co n scie n te é v a sto .

H á m u ito s o u tro s

ta m b é m

. . .

.

L e n d o Fre u d .

  • M a s se v o cê te m

co m e ce

. .

.

in te re sse , su g iro q u e

Infelizmente, não dá para entrar em detalhes.

E e sse te m a , d a ló g ica n a n o ssa

lin g u a g u e m

. .

.

C o n h e ce m o s co m o linguagem ” .

E d e co m p re e n sã o , co m

d ia -a -d ia

. .

.

o tra to d o q u e , n o

N o ssa ca p a cid a d e d e e n te n d im e n to , d e

q u e stio n a m e n to

. .

.

A segunda estrutura tem a ver com ...

É se o que falamos, e a forma como argumentamos...

P o ré m , p a ra n o sso p ro p ó sito , o q u e p re cisa m o s co m p re e n d e r,

V a i d a r tra b a lh o , m a s v a le a p e n a .

A o s in te re ssa d o s, su g iro q u e e stu d e m e W ittg e n ste in .

R u sse ll

É ainda mais amplo que o primeiro.

É razoavelmente completa, ou se é cheia de buracos e remendos.

É razoavelmente completa, ou se é cheia de buracos e remendos.

Agora

sim!

P o d e re m o s e x p lo ra

r. .

.

A o co m p re e n d e rm o s o q u e é E stra te g ística ,

A q u ilo q u e é o te m a ce n tra l d e ste w o rk sh o p .

O co n ce ito q u e v a i n o s p e rm itir

e x p lo ra

r. .

.

Finalmente estamos prontos para

entender...

O Misticismo na Estratégia ...

O Misticismo na Estratégia ...

E o Mal-Estar na Logística, em nosso dia-a-dia.

E o Mal-Estar na Logística, em nosso dia-a-dia.

Menor ou igual a soma da Punição com o Empenho.

G W

< = P + E , o u se ja , o cu sto d o

G o o d w ill d e v e se

r. .

.

E su a fó rm u la p o d e se r e n u n cia d a

co m o

. .

.

A E stra te g ística é d e ca rá te r e co n ô m ico !

Como não poderia ser diferente ...

Meu Deus, o que significa isso! GW <= P + E ?

Meu Deus, o que significa isso! GW <= P + E ?

Independentemente do tipo da falha, podemos dizer que elas tem um custo.

Tem falhas menores em sua execução.

Quando elas não tem falhas intrínsecas de concepção,

N ã o sã o , n e m p e rfe ita s.

d e lo n g e ,

Já vimos que as soluções logísticas, no

mundo real,

80 50 30 90 40 100 Custo das Falhas Falhas 90 80 70 60 50 40
80
50
30
90
40
100
Custo das Falhas
Falhas
90
80
70
60
50
40
Financeiras Unidades
30
20
10
10
15
75
55
45
100
60
0
0
5
85
35
25
65
20
95
70

E conforme as falhas aumentam, aumentam também os custos que elas trazem. (a linearidade é só para simplificar)

Para reduzir as falhas!

No sentido que é necessário empenharmos esforços...

Vamos chamar esta representação, de

Empenho.

O esforço empenhado na redução das falhas também tem seu custo!

Consoante a nossa experiência,

podemos dizer que ...

80 85 90 95 100 Falhas Custo das Falhas Empenho CF + E 90 80 70
80
85
90
95
100
Falhas
Custo das Falhas
Empenho
CF + E
90
80
70
60
50
40
Financeiras Unidades
30
20
10
35
100
0
5
10
15
20
25
30
0
40
45
50
55
60
65
70
75

E quanto menos falhas tolerarmos, mais

Empenho precisamos aplicar.

Um custo em termos de tolerância (quanto mais erros, mais

P...

o cliente fica!)

M a s sa b e m o s q u e e x iste u m cu sto d e im a g e m , o u m e lh o r,

N ã o sa b e m o s e x a ta m e n te q u a n tifica r co m o isso se d á ,

Fa lh a s tra ze m

in cô m o d o a o clie n te d a

u m o p e ra çã o lo g ística .

Adicionemos um terceiro elemento a nossa conjectura.

80 90 95 100 Falhas Custo das Falhas Empenho Custo de Goodwill CF + E 90
80
90
95
100
Falhas
Custo das Falhas
Empenho
Custo de Goodwill
CF + E
90
85
70
60
50
40
Financeiras Unidades
30
20
10
40
0
0
5
10
15
20
25
30
35
100
45
50
55
60
65
70
75
80

A este custo, vamos chamar de Custo

de Goodwill.

De Punições às Falhas!

À soma

do Empenho

p e la a p lica çã o

com

a Puniç ã o , g e ra d a

P a ra q u e o

C u sto d e G o o d w ill, se ja se m p re

  • m e n o r q u e o u ig u a l,

Q u a n to d e v e m o s in v e stir e m q u a lq u e r o p e ra çã o ,

E m p e n h o e m

A pergunta agora é, como tratar o custo

das falhas e,

95 45 50 55 60 65 70 75 80 85 90 40 100 Quantidade de Falhas
95
45
50
55
60
65
70
75
80
85
90
40
100
Quantidade de Falhas
Custo das Falhas
Empenho
Custo de Goodwill
Punição
P + E
Ponto de Responsabilidade do Operador
0
100
20
80
70
60
Alavancagem
50
Ponto Pivotal
40
Financeiras Unidades
30
90
10
0
5
10
15
20
25
30
35

E essa discussão dá pano pra manga!

Se você acha que, agora que sabe a razão, tudo está resolvido...

Porém, a vida não é tão simples assim...

Se torne verdadeira para todos os casos em que trabalhamos!

Simplesmente nos escapa como fazer com que a equação GW <= P+E,

Essa é a raiz do Mal-Estar que existe na Logística hoje!

Você está redondame nte enganado!

Esquecemos até mesmo que o problema está escondido!

E para piorar a situação...

Nós escondemos este problema de nós

mesmos!

São muito mais complexos do que isso!

O ser humano e a civilização por nós criada,

Decerto há razões muito mais profundas para nos portarmos assim.

Decerto há razões muito mais profundas para nos portarmos assim.

Seja do ponto de vista psíquico ou mesmo do lógico-racional.

Quase oceânico que temos, de Incompletude.

Basta dizer que todas estas razões tem raiz num sentimento

Mas elas não cabem aqui agora.

Razões que já foram exploradas por

muitos autores.

E m p a co ta d a s e m

e sq u e m a s m a rk e te iro s, q u e n ã o

d ize m

n a d a .

P

re e n ch e r e ste a b ism o , co m

p se u d o -m ila g ro sa

s. .

.

re sp o sta s

O se n tim e n to d e In co m p le tu d e n o s p ro p u lsio n a a b u sca rm o s

D o M a l-e sta r n a L o g ística d e n ó s m e sm o s,

Assim, enquanto escondemos a

verdadeira razão ...

Veja este diagrama, por exemplo. Bonito não?

Veja este diagrama, por exemplo.

Bonito não?

E este? O que vocês acham deste diagrama?

E este? O que vocês acham deste diagrama?

Pode não parecer óbvio, mas todos tem algo em comum ...

Pode não parecer óbvio, mas todos tem algo em comum ...

Eles não dizem nada!

Eles são o equivalente logístico moderno de...

De que a Incompletude, poderá ser

preenchida.

Que vendem a esperança...

Em imagens bonitas...

Apenas disfarçam amplas generalizações ...

Vender um pedacinho do céu.

Vender um pedacinho do céu.

O q u e so u co n tra é fa ze rm o s

d e le

s. .

.

P a ra fa cilita r o e n te n d im e n to d e co n ce ito s.

A cre d ito p ia m e n te n a u tiliza çã o d e

d ia g ra m a

s. .

.

u e e sto u p re g a n d o o O b scu ra n tism o .

Q

Não quero passar a impressão ...

A resposta para a Incompletude que nos atormenta.

A resposta para a Incompletude que

nos atormenta.

E que mal disfarçamos com respostas

superficiais.

oriunda de um problema que pouco

entendemos...

Saciar a Incompletude gerada por nós mesmos em nosso meio profissional...

É a incontrolável angústia com que lidamos em nosso anseio por...

Resumindo, o Mal-Estar na Logística ...

Mas e quanto a Estratégia?

Onde está o misticismo ?

Q u e , a tu a lm e n te a m o e d a d e 1 E u ro ,

te m

a o m e n o s 1 9 o u tra s fa ce s, u m a

p a ra ca d a p a ís d a Z o n a d o E u ro ?

Q u e , a tu a lm e n te a m o e du ro ? Vocês se lembram quando falamos das moedas há 40 slides atrás? " id="pdf-obj-82-16" src="pdf-obj-82-16.jpg">
Q u e , a tu a lm e n te a m o e du ro ? Vocês se lembram quando falamos das moedas há 40 slides atrás? " id="pdf-obj-82-18" src="pdf-obj-82-18.jpg">

Vocês se lembram quando falamos das moedas há 40 slides atrás?

A te n d ê n cia a te r so lu çõ e s sim p le s e

sim ila re s.

Q u e p o d e se r co m p re e n d id o , e stu d a d o

e , q u e te m

. .

.

E la s se co n d e n sa m p e q u e n o ,

n u m

n ú m e ro

E m

q u a lq u e r p ro b le m a , p o r m a is q u e

h

a ja m

fa ce ta s a p a re n te m e n te

d e sco n h e cid a

.

Pois bem, é aí que está o pulo do gato.

Bom, talvez não tão simples quanto esta ...

Bom, talvez não tão simples quanto esta ...

Por sinal, o que esta equação representa?

Quem se candidata a resolvera equação abaixo?

ln lim z •
ln lim
z

(

T

X

1

(

1

X

2 ) T 1 ! + z
2
)
T
1
! +
z

+

sin ( ) cos ( )

p

+

p

2

2

=

n = 0

Por sinal , o que esta equação representa? Quem se candidata a “ resolver ” a

2

cosh( )* 1 tanh ( )

q

n
n

q

2

Muito bem quem pensou 1+1=2 ! (quem não acreditar em mim, pode fazer a matemática depois.)

Mas simples o suficiente para serem

encontradas

...

Por mais complexo que

seja seu disfarce.

Mas a melhor maneira de tratar isso é através de exemplos, que devemos lidar com o

Mas a melhor maneira de tratar isso é através de exemplos, que devemos lidar com o devido cuidado, pois mesmo os mais simples, podem ter suas diferentes facetas.

L e i 1 5 : A n iq u ile to ta lm e n te o in im ig o . ”

E o q u e d isse G re e n e e m

L e is d o P o

d e r:

A s 4 8

N e ce ssid a d e e v o n ta d e d e a b a te r o in im ig o . ”

Q u a n d o p e g a r u m a e sp a d a , é in d isp e n sá v e l

q u e v o cê sin ta

. .

.

Veja, por exemplo, o que disse

Myiamoto Musashi:

O mal-estar na cultura?

N ã o é e x a ta m e n te isso q u e d iz Fre u d e m

E n ca ra d o s co m o u m a b ru ta l fo rça p rim o rd ia l.

P a ra fra se a n d o : V io lê n cia b ru ta l, ó d io e

in im iza d e d e v e m

se r

Veja o que disse Clausewitz em Da Guerra:

D o s m a is d iv e rso s a u to re s n o s m a is d iv e rso s ca m p o s.

S e re p e te m o b ra s

a o lo n g o d a s

A s m a is a ca lo ra d a s d iscu ssõ e s e stra té g ica s,

A g ra n d e m a io ria d a s id e ia s q u e

fu n d a m e n ta m

Saiba disso.

Portanto ...

Nossas próprias associações.

E de construir...

e la p re g u iça q u e te m o s d e le r, d e a n a lisa r

P

S o m o s n ó s m e sm o s q u e

a lim e n ta m o

s. .

.

Perceba que o tal do Misticismo ...

E m

a n á lise s m a is p ro fu n d a s q u e ch a m a m o s

d e E stra té g ia .

N a tu ra lm e n te te m co n h e cim e n to

. .

.

d ificu ld a d e e m

re co m b in a r o

O n d e u m re cu rso s,

In co n scie n te p o b re e m

E v o lta m o s a u m a n te rio rm e n te ,

p o n to q u e d iscu tim o s

E assim perpetuamos o Misticismo ...

Uma última mensagem antes de começarmos nossa troca de idéias.

Uma última mensagem antes de começarmos nossa troca de idéias.

E sse s sã o p a ra p e g a r g o sto .

O u O L iv ro

d o s C in co A n é is” , d e

  • M iy a m o to M u sa sh i.

O u A A rte d a P ru d ê n cia ” , d e B a lta za r G ra ciá n .

Te n te A A rte d a G u e rra ” , d e S u n T zu .

Se você realmente quiser aprender

estratégia, leia.

M

a s a m e n sa g e m

é a

  • m e sm a . L e ia .

P re cisa ria d e 1 0 0 slid e s p a ra listá - lo s to d o s.

S ã o ta n to

s. .

.

C o m o o D a G u e rra ” , d e C a rl v o n C la u se w itz.

Depois vá para alguns mais desafiadores.

P o r sin a l, le ia M a q u ia v é l. É ó tim o .

B ru ta l

M a q u ia v é lica é u m a p a la v ra

.

  • m e lh o r.

E stra té g ia p o d e se r b a sta n te

. .

.

d ig a m o

s. .

.

N ã o te n h a p re co n ce ito s co m v o cê le r.

o q u e

Outro conselho que acredito valer a pena ...

Por quase 100 slides!

Só porque vocês estão me aturando...

De lambuja...

  • M a s v o u e n sin a r u m q u e te n h o .

tru q u e

A prática da Estratégia vem com o tempo.

Sempre estrategicamente falando” ...

No seu dia-a-dia...

E aplique pequenas coisas que você leu...

Leia de tudo.

O truque é simples.

Querem

ver?

S e e sp re m e r o liv ro sa i sa n g u e .

E le co rta m u ita s g a rg a n ta

s. .

.

Q u e e m

su a v e lh ice , n a rra o jú b ilo d e

u m a b a ta lh a ” .

O

p ro ta g o n ista é u m

g u e rre iro

. .

.

Há pouco tempo terminei “A Canção da Espada”, de B. Cornwell.

Fa ze n d o tu d o se m p re ig u a l.

V o cê so b re v iv e a trá s d e u m e scu d o .

E co n stru ir u m a

re p u ta çã o

. .

.

S o b re v iv e

r. .

.

Mas a melhor parte é quando ele descreve a diferença entre ...

Ousando.

Lutando.

N a fre n te d e se u s in im ig o s.

F a ze n d o e la ca n ta

r. .

.

Você constrói uma reputação com uma espada.

Suplantar o mal-estar na logística e desmistificar a estratégia passam por isso.

E d e p o is in v e rte r, p ra tica n d o a m b o s e m

co n ju n to .

É co n h e ce r u m o u tro .

e e stu d a r o

E n e m

E stra té g ia tã o co m p le x a q u a n to

p a re ce .

E n te n d e n d o q u e L o g ística n ã o é tã o lin e a r q u a n to p a re ce .

Pelo eterno questionamento.

Sem preconceit os ...

Quebrando paradigma s ...

Sempre

Ousand

o.

Obrigado.

Rodrigo Guerra rodrigo.guerra@spdl.com.br

VII Semana de Engenharia de Produção USP – Campus de São Carlos

26 de agosto de 2010

Sempre questione aquilo que você achou que soubesse.

O Misticismo na Estratégia e O Mal-Estar na Logística