Você está na página 1de 20

ETAPAS DO PROJETO DE

PESQUISA: TEMA, DELIMITAÇÃO,


PROBLEMA E HIPÓTESE
A objetividade é a condição básica da ciência.

“O eu acho, eu creio, eu
penso não satisfazem a
objetividade do saber.”
(CERVO; BERVIAN; SILVA, 2007, p. 14)
Fonte: Disponível em: <http://fernandonogueiracosta.wordpress.com/>.
Acesso em: 15 fev. 2016.
Se quisermos produzir com sucesso uma pesquisa,
devemos ter em conta:

 o planejamento adequado
 a escolha correta do método e dos procedimentos
 o tempo que dedicamos ao trabalho (observação, coleta
e consolidação dos dados, escrita etc.)
 o cuidado com a escrita, com a comunicação dos
resultados (não escrevemos para nós mesmos, mas
para outros)
A MATRIZ DO PROJETO DE PESQUISA
Título
Tema
Delimitação do tema
Problema
Hipótese
Objetivos (geral e específicos)
Justificativa
Revisão de literatura
Metodologia
Cronograma
Referências
O Projeto de pesquisa define os rumos a serem tomados
pelo pesquisador, contendo as questões de estudo, a
maneira de abordar a realidade, os autores que já
estudaram o tema a ser pesquisado.

Os itens que compõem o projeto serão incorporados ao


artigo científico, esclarecendo o problema da pesquisa, a
hipótese, os objetivos, a justificativa etc.
Tema, delimitação, problema e hipótese

Estes quatro primeiros itens foram o


ponto de partida para a pesquisa.

Foi a partir dele que a pesquisa pode ser


realizada.

Assim, deverão ser informados ao leitor


no início do artigo.
TEMA e DELIMITAÇÃO

O tema é a particularidade sobre determinado assunto ou


área do conhecimento. Sua escolha depende de fatores
internos, tais como afetividade e tempo para pesquisar, e
fatores externos, tais como a novidade, valores
acadêmicos e sociais, disponibilidade de material etc.

Exemplos de temas: Gangs no ambiente escolar; Violência


urbana; Assédio moral; Controle de qualidade; Jogos
educativos; Cuidados em enfermagem neonatal; Saúde
mental na terceira idade.
TEMA e DELIMITAÇÃO

A delimitação do tema (ou do objeto) é um recorte que


fazemos sobre o tema. É a particularidade de nossa
pesquisa. É o que investigamos sobre aquele objeto.

Por exemplo, o que sobre saúde mental e terceira idade


quero investigar.
Exemplos de delimitação do tema:

Relação entre desarmamento da população e melhoria dos


índices de violência urbana em Florianópolis-SC.

Influência dos jogos educativos no processo de


alfabetização de crianças na pré-escola.

Relação entre improdutividade e ausência de vida social e


depressão na terceira idade.
PROBLEMA

A definição do problema é a continuidade da delimitação


do tema. Não haverá pesquisa se não tivermos um
problema. Toda pesquisa se inicia com algum tipo de
questão, de indagação, de problema.

Um problema de pesquisa apresenta uma pergunta, um


questionamento.
O problema, geralmente, é mostrado sob a forma de
pergunta.

Assim, torna-se fator primordial que haja possibilidade de


responder a pergunta ao longo da pesquisa.

Aconselha-se a não fazer mais de uma pergunta, para não


incorrer no erro de não serem apresentadas as devidas
respostas ou apresentá-las de maneira insatisfatória.
Se não temos um (bom) problema, não teremos uma (boa)
pesquisa.
Como vimos, o problema deve ser formulado como
pergunta, deve ser claro e preciso e poder ser respondido.
Kerlinger (1980, apud GIL, 2002) define três tipos de
problema:
 problema de “engenharia”
 problema de valor
 problema científico

Apenas este último deve ser considerado quando fazemos


pesquisa acadêmica.
Os problemas de engenharia são do tipo “Como fazer...”
ou “O que fazer...”
Exemplo: “Como fazer para melhorar o rendimento dos
funcionários da empresa X?”
Este tipo de pergunta não estabelece relações entre
causas e consequências, mas apenas perguntam como
são as coisas.

Os problemas de valor indagam sobre “Qual é o melhor”


ou se é correto ou não ou se é bom ou não alguma coisa.
Também são problemas de valor questões do tipo “algo
deve ou deveria ser feito”.
“... um problema é de natureza científica quando envolve
variáveis que podem ser tidas como testáveis” (GIL, 2002,
p. 24).

As variáveis são passíveis de observação ou de


manipulação.

Os problemas científicos têm natureza empírica.


Exemplos de problemas de pesquisa

Tema: Gangs no ambiente escolar


Delimitação: Relação entre prática de esportes de equipe e
a redução da violência entre as gangs nas escolas
públicas
Problema: A violência entre gangs nas escolas públicas é
reduzida com a prática de esportes de equipe?

Variáveis: violência entre gangs nas escolas públicas e


práticas de esportes de equipe.
Tema: Assédio moral
Delimitação: Influência do assédio moral no desempenho
de corretores da bolsa de valores
Problema: O mau desempenho de corretores da bolsa de
valores está relacionado ao assédio moral?

Variáveis: mau desempenho dos corretores e assédio


moral.
HIPÓTESE

Se o problema é uma pergunta, a hipótese é uma resposta


ao problema. A suposição do que iremos encontrar no
campo como resultado da pesquisa. Ao final da
investigação, a hipótese será confirmada ou refutada.

Hipótese é uma afirmação provisória a respeito de


determinado fenômeno em estudo. Deve ser clara e
objetiva.
Exemplo de hipótese

Tema: Saúde mental na terceira idade


Delimitação: Relação entre improdutividade e ausência de
vida social e depressão na terceira idade
Problema: A falta de atividade social e improdutividade são
responsáveis pelo aumento dos quadros de depressão em
pessoas da terceira idade?
Hipótese: A depressão tem determinantes genéticos,
psicológicos e sociais. A ausência de atividade social e o
sentimento de inutilidade predispõem ao aumento dos
quadros de depressão na terceira idade.
Tema, delimitação, problema e hipótese deverão estar
claros na Introdução do artigo científico, uma vez que
indicarão o alvo da pesquisa, juntamente com os
objetivos, a justificativa e a metodologia.