Você está na página 1de 9

Propriedades

elementares
de sucessões
reais
Definição
Chama-se sucessão real, 𝑢𝑛 𝑛∈ℕ ou 𝑢𝑛 , a uma função de domínio
ℕ e de conjunto de chegada ℝ.

𝑢: ℕ ⟶ ℝ

O gráfico de uma sucessão é um conjunto de pontos isolados, de


coordenadas 𝑛, 𝑢𝑛 , com 𝑛 ∈ ℕ.
Exemplo: 𝑢:ℕ → ℝ
𝑛 ↦ 2𝑛 + 5
termo geral da sucessão

𝑢1 = 2 × 1 + 5 = 7 é o termo de ordem 1

𝑢2 = 2 × 2 + 5 = 9 é o termo de ordem 2

𝑢𝑛 = 2 × 𝑛 + 5 é o termo de ordem 𝑛
Exemplo 1
6𝑛
Considera a sucessão de termo geral 𝑎𝑛 = 𝑛−4 .

a) Determina o termo de ordem 10 e o termo de ordem 𝑛 + 1.

Sugestão de resolução:
6 × 10 6 × (𝑛 + 1) 6𝑛 + 6
𝑎10 = = 10 𝑎𝑛+1 = =
10 − 4 𝑛+1−4 𝑛−3

b) Averigua se 20 é termo da sucessão.

Sugestão de resolução:
6𝑛
𝑎𝑛 = 20 ⇔ = 20 ⇔ 6𝑛 = 20(𝑛 − 4) ⇔ 6𝑛 = 20𝑛 − 80
𝑛−4
40
⇔ 14𝑛 = 80 ⇔ 𝑛 = ∉ℕ Logo 20 não é termo da sucessão.
7
Sucessões monótonas

𝑢𝑛 é crescente ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝑢𝑛+1 > 𝑢𝑛 ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝒖𝒏+𝟏 −𝒖𝒏 > 𝟎

𝑢𝑛 é crescente em sentido lato ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝒖𝒏+𝟏 −𝒖𝒏 ≥ 𝟎

𝑢𝑛 é decrescente ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝑢𝑛+1 < 𝑢𝑛 ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝒖𝒏+𝟏 −𝒖𝒏 < 𝟎

𝑢𝑛 é decrescente em sentido lato ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝒖𝒏+𝟏 −𝒖𝒏 ≤ 𝟎

𝑢𝑛 é constante ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝑢𝑛+1 = 𝑢𝑛 ⟺ ∀𝑛 ∈ ℕ, 𝒖𝒏+𝟏 −𝒖𝒏 = 𝟎


Exemplo 2
2−7𝑛
Estuda a monotonia da sucessão de termo geral 𝑏𝑛 = 2𝑛−1 .
Sugestão de resolução:

2−7(𝑛+1) 2−7𝑛 2−7𝑛−7 2−7𝑛


𝑏𝑛+1 −𝑏𝑛 = − = − =
2(𝑛+1)−1 2𝑛−1 2𝑛+2−1 2𝑛−1
1.º Passo:
Determinar a −7𝑛−5 2−7𝑛 −7𝑛−5 2𝑛−1 − 2−7𝑛 2𝑛+1
= − = =
diferença 𝑏𝑛+1 −𝑏𝑛 2𝑛+1 2𝑛−1 2𝑛+1 2𝑛−1

−14𝑛2 +7𝑛−10𝑛+5−4𝑛−2+14𝑛2 +7𝑛 3


= = 2𝑛+1 2𝑛−1
2𝑛+1 2𝑛−1

2.º Passo: Como 3 > 0 e 2𝑛 + 1 2𝑛 − 1 > 0, então


Estudar o sinal de 3
𝑏𝑛+1 −𝑏𝑛 𝑏𝑛+1 −𝑏𝑛 = > 0, ∀𝑛 ∈ ℕ.
2𝑛+1 2𝑛−1

3.º Passo:
Assim, a sucessão 𝑏𝑛 é crescente.
Conclusão
Majorantes e minorantes de um conjunto

Um subconjunto 𝐴 de ℝ diz-se majorado quando existe um número


real 𝑀 tal que ∀𝑎 ∈ 𝐴, 𝑎 ≤ 𝑀.
O número 𝑀 designa-se por majorante de 𝐴. Se 𝑀 ∈ 𝐴, designa-se
por máximo de 𝐴.

Um subconjunto 𝐴 de ℝ diz-se minorado quando existe um número


real 𝑚 tal que ∀𝑎 ∈ 𝐴, 𝑎 ≥ 𝑚.
O número 𝑚 designa-se por minorante de 𝐴. Se 𝑚 ∈ 𝐴, designa-se
por mínimo de 𝐴.
Conjuntos limitados

Um subconjunto 𝐴 de ℝ diz-se limitado se e somente se for majorado


e minorado, isto é, quando existem números reais 𝑀 e 𝑚 tais que
∀𝑎 ∈ 𝐴, 𝑚 ≤ 𝑎 ≤ 𝑀.
Sucessões limitadas

Uma sucessão diz-se minorada (majorada) quando o conjunto dos seus


termos admite um minorante (majorante), isto é, quando existe um
número real 𝑎 (𝑏) tal que 𝒂 ≤ 𝒖𝒏 , ∀ 𝑛 ∈ ℕ (𝒖𝒏 ≤ 𝒃, ∀ 𝑛 ∈ ℕ).

Quando uma sucessão é simultaneamente minorada e majorada


existe um número real positivo 𝐿 tal que ∀𝑛 ∈ ℕ, |𝒖𝒏 | ≤ 𝑳.

Uma sucessão 𝒖𝒏 simultaneamente majorada e minorada diz-se


limitada.
Exemplo 3
𝑛+2
Mostra que é limitada a sucessão de termo geral 𝑎𝑛 = .
2𝑛

Sugestão de resolução:

𝑛+2 1 1 1
Sabe-se que = 2+𝑛 e que ∀ 𝑛 ∈ ℕ, 0 < 𝑛 ≤ 1
2𝑛

1 1 1 3
logo 2 < 2 + 𝑛 ≤ 2, ∀ 𝑛 ∈ ℕ

1 3
Daqui se conclui que a sucessão é limitada, pois 2 < 𝑢𝑛 ≤ 2, ∀ 𝑛 ∈ ℕ