Você está na página 1de 7

FILOSOFIA 11.

º ano
Luís Rodrigues

Formulação do problema do
conhecimento do mundo

FILOSOFIA 11.º ano


Os diversos tipos de conhecimento

ANÁLISE COMPARATIVA DE DUAS


TEORIAS DO CONHECIMENTO:

O EMPIRISMO DE HUME

FILOSOFIA 11.º ano


O problema do conhecimento do mundo

O conhecimento do mundo é constituído por

Inferências indutivas ou raciocínios


Relações causais
indutivos.

FILOSOFIA 11.º ano


O problema do conhecimento do mundo

Formulação do problema

Na base das nossas relações causais e dos raciocínios indutivos


mediante os quais as expressamos está a crença de que a natureza se
comporta sempre do mesmo modo, que o seu comportamento é
previsível.

Princípio da Uniformidade da Natureza

FILOSOFIA 11.º ano


O problema do conhecimento do mundo

Formulação do problema

O problema formula-se em três questões estreitamente ligadas:


1. Podemos justificar a nossa crença na ideia de conexão necessária
entre acontecimentos?
2. Podemos justificar ou fundamentar a crença na verdade das
conclusões que alcançamos mediante os nossos raciocínios indutivos?
3. Podemos justificar a crença de que a natureza se comporta de modo
regular e uniforme ou previsível?

FILOSOFIA 11.º ano


O problema do conhecimento do mundo

Formulação do problema

As relações causais e as inferências indutivas nas quais o nosso


conhecimento do mundo se baseia pressupõem a crença na
regularidade da natureza. Se não conseguirmos justificar esta crença,
não conseguiremos justificar que o conhecimento do mundo é
possível.

FILOSOFIA 11.º ano


O problema do conhecimento do mundo

O problema da fundamentação do conhecimento do mundo


O problema da causalidade O problema da indução
Podemos justificar a nossa crença na Podemos justificar a crença na verdade das
ideia de conexão necessária entre conclusões que alcançamos com os nossos
factos? raciocínios indutivos?

O problema da uniformidade da natureza


Podemos justificar a crença de que a natureza se comporta de modo regular e
uniforme ou previsível?
As relações causais e as inferências indutivas nas quais o nosso conhecimento do
mundo se baseia pressupõem a crença na regularidade da natureza. Se não
conseguirmos justificar esta crença, não conseguiremos justificar que o
conhecimento do mundo é possível.

FILOSOFIA 11.º ano