Você está na página 1de 19

HISTÓRIA DA PSICOLOGIA

(SDE 0012 )

Profª Regina Rangel

Unidade III

Movimentos da Psicologia nos Séculos 19

3.1. Estruturalismo, Funcionalismo e o Associacionismo


( AULA 7)

BENJAMIN JR., L. T. Uma Breve História da Psicologia Moderna, LTC, 2009.


PRIMEIRAS ESCOLAS DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

O ESTRUTURALISMO, FUNCIONALISMO E O ASSOCIACIONISMO


Embora a Psicologia científica tenha nascido na Alemanha, é nos
Estados Unidos que ela encontra campo para um rápido crescimento.

Tal fato se deve ao grande avanço econômico que colocou os Estados


Unidos na vanguarda do sistema capitalista.

Surgem no Sec.XIX as primeiras abordagens ou escolas em


Psicologia , as quais deram origem às inúmeras teorias que existem
atualmente.

Essas abordagens são:

Estruturalismo, de Edward Titchner (1867-1927),


Funcionalismo, de William James (1842-1910),
Associacionismo, de Edward L. Thorndike (1874-1949).
PRIMEIRAS ESCOLAS DA PSICOLOGIA CIENTÍFICA

ESTRUTURALISMO = Enfatizava a estrutura da mente


• Edward Bradford Titchener (1867-1927);

• Estudou dois anos com Wundt, mas desenvolveu a


maior parte de seus estudos nos Estados Unidos;

• Clara visão dualista – separava o mundo da física


do mundo da psicologia;

• 1892 => Cornell => iniciou pesquisas tendo como


objeto de observação os estados mentais. (elementos que compõem a
estrutura da mente) .

• Objeto de estudo => Consciência


=> treinava seus observadores, mantendo condições constantes
possíveis , a através de várias replicações das observações. Assim
seria possível uma ciência da psicologia. (os processos mentais
:. se
agrupam da mesma maneira, o mesmo padrão, sempre que o
organismo é posto nas mesmas condições.)
ESTRUTURALISMO = Enfatizava a estrutura da mente

• Investigação da consciência pela descoberta dos elementos da


consciência => através da redução da experiência consciente a
átomos ( irredutíveis / elementares).
• Buscava:  Identificar a estrutura da consciência ( identificando seus
elementos);
 Descobrir como eles se agrupavam e organizavam;
 Determinar as causas dessa organização específica dos
elementos.

• A psicologia estrutural de Titchener é uma ciência pura, sem


preocupação pragmática ou utilitária => através da analise e síntese do
estudado.
• 1910 => Distinção entre Mente e Consciência.
Mente = soma total dos processos mentais que ocorrem durante a vida de
um indivíduo. :.
Consciência = soma total dos processos que ocorrem no presente,
“agora”.
ESTRUTURALISMO

Para Titchener: os elementos básicos da consciência = 3 = sensações,


imagens e sentimentos.
Seu foco eram as sensações, as experiências sensoriais, que, para ele
tinham quatro atributos primários: (caract. básicas de todas as
sensações, num certo grau em toda experiencia)
Qualidade: (frio, ruidoso, salgado) *
Intensidade (mais ou menos ruidoso, mais ou menos brilhante)
Nitidez (preciso x impreciso, definido x indefinido, dominante x difuso)
Duração (o tempo da sensação)

A qualidade era o atributo mais interessante, por ser "o atributo que
distingue cada processo elementar de todos os outros [... ] e que confere
à sensação seu nome distinto e especial".

Titchener procurava desenvolver a tabela periódica da psicologia = aos


químicos que estavam identificando os elementos básicos do mundo
físico.
ESTRUTURALISMO Também chamado de PSICOLOGIA INTROSPECTIVA

• Método = Introspectivo ( Observação / Experimento)

Observação = 2 componentes

Atenção do fenômeno.
Anotação do fenômeno.

Olhar para fora = tipo de observação da física

INTROSPECÇÃO Olhar para Dentro = tipo de observação da Psicologia


ESTRUTURALISMO = PSICOLOGIA INTROSPECTIVA

• Método = Introspectivo / olhar para dentro em Psicologia / percepção


interior. Ler pag. 61 e 62

Titchener modificou o método introspectivo de Wundt ( quantitativo)

Tornando-o mais próximo do de Külpe = INTROSPECÇÃO


QUALITATIVA

Consistia em, observadores descreverem o seu estado consciente


após sujeitos a um dado estímulo.

Titchener opôs-se à abordagem wundtiana no aspecto do uso de


equipamentos e a sua concentração em medidas objetivas.
ESTRUTURALISMO
Os experimentos de Titchener
• Nomear a sensação; (qualidade)
• Identificar a intensidade com que ela se apresenta;
• Registrar sua duração; (duração)
• Decompor os elementos percebidos até o irredutível. (nitidez)
• Experimentadores treinados para evitar o erro de estímulo.

ERRO DE ESTÍMULO

• Confusão entre o que estava sendo observado (maçã) com


os elementos básicos do estímulo ( cor, textura, forma ).

• Confusão entre o processo mental e o objeto da observação:

• Fruta maçã x elementos como cor, brilho e forma ( ver uma


maçã e a descrever como a fruta maçã ao invés de
descrever seus elementos como a cor, o brilho e forma).
ESTRUTURALISMO

A PSICOLOGIA PARA TITCHENER

• Uma ciência pura, sem interesses utilitários ou aplicados, sem a


preocupação com patologias, sistemas sociais ou econômicos ou
condições culturais.

• Observadores devidamente treinados, seriam máquinas neutras e


imparciais – não haveria interferência da subjetividade.

• Objetivo era descobrir os chamados átomos da mente.

CRÍTICAS AO ESTRUTURALISMO

• Introspecção: os treinamentos conduziam a observações parciais;

• Acusado de artificial e estéril: a experiência não ocorre na forma de


sensações, imagens ou estados individuais, mas em uma totalidade
unificada.
ESTRUTURALISMO
CONTRIBUIÇÕES DO ESTRUTURALISMO
• Consolida a identidade da Psicologia como ciência experimental;
( utilização da tradição científica : observação, experimentação e
medição)
• Fortalece a identidade do objeto da Psicologia Científica; (a
experiência consciente / consciência)

• O método da introspecção enquanto relato verbal continua a ser


utilizado até hoje como relatos clínicos, testes de personalidade,
etc..

• Titchener leva a Psicologia Experimental para os USA e inaugura


o campo das pesquisas psicológicas neste país.

• Serviu de oposição e assim de meta de superação e de criação


de novos caminhos na psicologia.

• O movimento estruturalista morre junto com Titchener.


FUNCIONALISMO È o modelo que substitui o Estruturalismo na
evolução histórica da Psicologia.
Preocupa-se com o funcionamento da mente em seu processo de
adaptação ao meio ambiente. Principal impulsionador William James.

• Tem como pano de fundo a teoria evolucionista ( Teoria de Darwin) -“A


Origem das Espécies” data de 1859 (20 anos antes do Laboratório de
Leipzig);
• A Psicologia Funcionalista é o estudo das atividades e funções da
mente. (Interesse => utilidade dos processos mentais para o organismo,
nas constantes tentativas de se adaptar ao meio).
• É considerado o primeiro sistema genuinamente americano.
• Nasce em oposição ao Estruturalismo de Titchener e à Psicologia
Científica de Wundt ;
• Tem como destino preparar o terreno para o nascimento do
Behaviorismo.
• O funcionalismo traz uma visão mais utilitarista da Psicologia / Atitude
geral pragmática .
FUNCIONALISMO
Preocupa-se com o funcionamento da mente em seu processo de
adaptação ao meio ambiente.
• Enfatiza os atos ou processos mentais como objeto de estudo da
psicologia em contraste com a escola estruturalista, que destaca os
conteúdos conscientes.
• O funcionalismo não pretendeu fundar ou sistematizar uma escola de
psicologia;
• É mais um movimento onde vários tipos de escolas se aglutinam em
torno no interesse das funções do organismo (no processo constante
de adaptação ao meio).
• Pretensão = definir “ para que é” a mente e não “ o que é” a mente.
Procurava entender a utilidade da mente. Para que servia ? O que
fazia exatamente ?
• O movimento funcionalista caracteriza a Psicologia Americana do início
do século XX e seu impacto é enorme, pois vai mudar a forma de
pensar a psicologia e ampliar os horizontes da profissão do psicólogo.
FUNCIONALISMO

INFLUENCIAS BRITANICAS

• O trabalho de Darwin (1859).

O funcionalismo tratava de entender como a consciência


capacitava o organismo a interagir e adaptar-se ao seu
meio ambiente.

• William James (Principal precursor americano da psicologia


funcional),

• G.Stanley Hall (herança mental e diferenças individuais) e James


McKeen Cattell ( termo testes mentais) = tb influenciados por Darwin
( Teoria Evolucionista).
O FUNCIONALISMO AMERICANO

JAMES R. ANGELL (1869-1949)

• A tarefa do funcionalismo é descobrir o funcionamento do processo mental;

• Funções da consciência, do julgamento e da vontade para a adaptação e


sobrevivência;

• Não faz distinções entre mente e corpo/ ambos a serviço da adaptação.

• Pergunta dos funcionalistas: para quê é a consciência? – psicologia para a


solução de problemas cotidianos.
O FUNCIONALISMO AMERICANO
ROBERT S. WOODWORTH (1869-1962)

• “Psicologia Dinâmica” = A Psicologia deveria entender o


funcionamento da mente, como ela aprende e como ela pensa, o que
leva as pessoas a sentirem e agirem tal como fazem. “... os psicólogos
estão interessados, positivamente, na causa e no efeito, ou no que
pode ser chamado de dinâmica”. (foco na motivação do comp.
Humano)

• Questiona tanto o estruturalismo como o Behaviorismo.

Estruturalismo => com sua definição restrita da psicologia e sua insistência


em que a introspecção seria o único método válido.

Behaviorismo =>com sua insistência em que os estados mentais não


podiam ser estudados porque não era possível observá-los diretamente.

• O que o interessava era a motivação dos comportamentos, mesmo


que essa não fosse plenamente observável.
O FUNCIONALISMO AMERICANO

A PSICOLOGIA APLICADA

A guinada para uma psicologia ligada aos problemas práticos: educação,


trabalho, família, etc.
Os psicólogos precisavam sobreviver para além da academia.
A psicologia podia e devia ajudar nos males sociais.
Pragmatismo: a ciência e o conhecimento devem ser úteis.

ÁREAS DA PSICOLOGIA APLICADA:


Testes de Inteligência; quoeficiente de inteligência (QI) razão entre a
idade mental e a idade cronológica; Testes de personalidade grupais;
Nascimento da Psicologia Industrial e Organizacional utilizados na
reestruturação do trabalho no pós-guerra - "a pessoa certa para o lugar
certo", estudos sobre ergonomia; desenvolvimento da psicologia clínica
ligado aos transtornos escolares, infantis e da adolescência; Psicologia
Criminal.
CONTRIBUIÇÕES DO FUNCIONALISMO

Ampliação da influência da Psicologia, tornando a Psicologia útil e


aplicada a vida das pessoas.

Desenvolvimento da Psicologia Animal como forma de estudo científico


e experimental como conseqüências práticas no desenvolvimento de
importantes questões humanas.

Possibilita a emergência de estudos mais manipulativos e abre o terreno


para o Behaviorismo.

Tanto a Psicologia Funcionalista como o Estruturalismo desaparecem


como sistemas psicológicos com o desenvolvimento imponente do
behaviorismo americano.

O movimento funcionalista deixe um enorme legado à psicologia que se


segue. E a questão da aplicabilidade da psicologia torna-se fundamental
para o desenvolvimento da própria Psicologia e para a sociedade como
a entendemos hoje.
ASSOCIACIONISMO / CONEXIONISMO - Edward L. Thorndike
(1874-1949)

 Thorndike => formulador da primeira TEORIA DE APRENDIZAGEM


na Psicologia.

 Sua produção de conhecimentos pautava-se por uma visão de


utilidade deste conhecimento.

 O termo associacionismo origina-se da concepção de que:

A aprendizagem se dá por um processo de associação das idéias -


das mais simples às mais complexas.

Assim, para aprender um conteúdo complexo, a pessoa precisaria


primeiro aprender as ideias mais simples, que estariam associadas
àquele conteúdo.
ASSOCIACIONISMO / CONEXIONISMO - Edward L. Thorndike (1874-
1949).
Formulou a Lei do Efeito, que seria de grande utilidade para a
Psicologia Comportamentalista.

De acordo com essa lei, todo comportamento de um organismo vivo


(um homem, um pombo, um rato etc.) tende a se repetir, se nós
recompensarmos (efeito) o organismo assim que este emitir o
comportamento.

Por outro lado, o comportamento tenderá a não acontecer, se o


organismo for castigado (efeito) após sua ocorrência.

E, pela Lei do Efeito, o organismo irá associar essas situações com


outras semelhantes. Por exemplo, se, ao apertarmos um dos botões do
rádio, formos “premiados” com música, em outras oportunidades
apertaremos o mesmo botão, bem como generalizaremos essa
aprendizagem para outros aparelhos, como toca-discos, gravadores etc.