Você está na página 1de 14

A Maior Ameaça Pagã

EBD – IPBVIT
05 Junho 2016
Agenda
 Introdução

 O Sincretismo Religioso

 Liquidificador de Crenças

 Como Enfrentar o Paganismo

 Conclusão
Introdução
 Paganismo, o que é isto?
 1. o conjunto dos não batizados; gentilidade,
gentilismo.
 2. religião em que se cultuam muitos deuses;
etnicismo, gentilidade, gentilismo, politeísmo.

 Pela própria essência da multiplicidade do


paganismo, este não pretende ser uma
"religião" unificada.

 Existe sim, alguns pontos em comum entre


suas várias manifestações.
Introdução
 Tais como:
 Culto à natureza
 Noção panteísta da divindade
 Adoração do sagrado feminino (fertilidade)

 O avanço do Cristianismo na Europa, fez recuar o


crescimento do paganismo, pois em grande
parte foi substituído pelo catolicismo, que
prontamente no culto a Virgem Maria criou um
substituto a adoração da mãe terra.

 Mesmo com o crescimento do Cristianismo, o


paganismo não desapareceu
O Sincretismo Religioso
 Há uma ameaça que o paganismo místico da
Nova Era em querer substituir o Cristianismo,
mas esta não seria o maior risco.

 O problema maior é a mistura do paganismo


como Cristianismo, num novo amalgama
religioso

 A pior coisa a acontecer seria a fusão dos dois

 Isto já ocorreu em alguns momentos no


passado, e daí talvez seja a máxima: " Deus é
um só"
O Sincretismo Religioso
 Se quer dizer que todas as religiões estão certas,
pois o mesmo Deus está por trás de todas.

 Assim não haveria um modo único de agradá-lo


e o que vale mais é a intencão

 A idéia por trás disso é que: "Todos os caminhos


levam a Deus"

 Se alguém buscar a Deus irá encontrá-lo

 Na mentalidade popular todos possuem um


pouco da verdade, então se juntarmos todos...
O Sincretismo Religioso
O Sincretismo Religioso
 Esta tentativa pode ser chamada de
"sincretismo"

 O que dia a definição de sincretismo:


 1. rel fusão de diferentes cultos ou doutrinas
religiosas, com reinterpretação de seus elementos.
 2. fil síntese, razoavelmente equilibrada, de
elementos díspares, originários de diferentes visões
do mundo ou de doutrinas filosóficas distintas.

 O sincretismo religioso é a mistura de várias


crenças, que se ajustam, formando uma religião
aceita por todos
O Sincretismo Religioso
 "Somos todos irmãos" , mas quem é o pai?

 Jo. 8:44

 Vária tentativas de sincretismo ocorreram desde


do início da igreja

 Cristianismo e Filosofia grega, primeiro de


Platão e depois de Aristóteles.
 O catolicismo é por natureza sincrético

 Na cristianização por decreto do Império


Romano o sincretismo foi incontestá
O Sincretismo Religioso
 É no Brasil que temos um dos maiores exemplos
de sincretismo, entre o Cristianismo e outras
religiões pagãs

 Colonizado por europeus, que implantaram o


catolicismo pela força, houve uma forte mistura
com as religiões trazidas pelos escravos Africanos

 Cerca de dezesseis divindades africanas foram


identificadas com os santos católicos

 Mas dentro do protestantismo também


"importamos" práticas sincréticas
Liquidificador de Crenças
 No velho testamento temos um caso claro do
sincretismo religioso.

 2Rs 17:24 – 29

 Ninguém abandonou seus deuses, houve sim uma


acomodação ritualística

 Esta forma de religião pode perdurar por muito


tempo, já que leva a uma situação confortável (v.41)

 Quando há esta mistura , o Cristianismo se torna


apenas uma religião de conveniência, não faz
diferença
Como Enfrentar o
Paganismo
 Deus chamou seu povo para ser "separado"

 O culto de Israel o identificava como um povo


diferente

 Era terminantemente proibido imitar outras


religiões

 Jesus foi além, pois entendia que que não


deveríamos ser somente "separados", mas sim
"transformadores"

 Por isto sermos "sal" e "luz"


Como Enfrentar o
Paganismo
 A medida que o evangelho se populariza, em
vez de "purificar" a cultura das pessoas ele se
contamina e absorve o que é indevido

 Embora o "paganismo" apareça como uma


alternativa pós-moderna, revestido de
igualdade, ecologia, visão holística, ele aponta
como no passado para um período sombrio e
tenebroso, com tempos dominado pelo medo,
intolerância e ignorância.

 Na busca pela liberdade do "jugo" Cristão, há


uma escravidão eterna
Conclusão
 O verdadeiro Cristianismo não se intimida diante
do "paganismo"

 A acomodação e o sincretismo, comprometem a


mensagem Cristã

 A única forma de mantermos o Cristianismo vivo,


´a sua absoluta diferença em relação ao mundo,
devemos ser reconhecidos por isto – Mt.5:13