Você está na página 1de 95

A teoria da escolha do

consumior

Capítulo 21

Copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

All rights reserved. Requests for permission to make copies of any part of the
work should be mailed to:
Permissions Department, Harcourt College Publishers,
6277 Sea Harbor Drive, Orlando, Florida 32887-6777.
A teoria da escolha do consumidor trata
das seguintes questões:

 Todas as curvas de demanda se inclinam


para baixo?
 Como os salários afetam a oferta de
trabalho?
 Como as taxas de juros afetam a poupança
das famílias?
 Os pobres preferem receber transferências
em dinheiro ou em produtos?

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária

A restrição orçamentária mostra as


“cestas” de consumo que um
consumidor pode obter.
 As pessoas consomem menos do que eles
desejam porque seu gasto é limitado, ou
restringido, pela sua renda.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária

Ela mostra as várias combinações de


bens que o consumidor pode obter
dada a sua renda e os preços de dois
bens.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Copyright © 2001 by Harcourt, Inc. All rights reserved
A opontunidades dos
consumidores
Litros de Number of Spending Spending Total
Pepsi Pizzas on Pepsi on Pizza Spending
0 100 $ 0 $1,000 $1,000
50 90 100 900 1,000
100 80 200 800 1,000
150 70 300 700 1,000
200 60 400 600 1,000
250 50 500 500 1,000
300 40 600 400 1,000
350 30 700 300 1,000
400 20 800 200 1,000
450 10 900 100 1,000
500 0 1,000 0 1,000

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária do
consumidor

 Qualquer ponto na linha de restrição


orçamentária indica a combinação ou
tradeoff entre dois bens.
 Por exemplo, se o consumidor não
compra pizzas, ele pode obter 500 litros
de Pepsi (point B). Se ele não compra
Pepsi, ele pode obter 100 pizzas (ponto
A).

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária do
consumidor
Quantity
of Pepsi
500 B

Consumer’s
budget constraint

A
0 100 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária do
consumidor

 Alternativamente, o consumidor pode


comprar 50 pizzas e 250 litros de Pepsi.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária do
consumidor
Quantity
of Pepsi
B
500

C
250
Consumer’s
budget constraint

A
0 50 100 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A restrição orçamentária do
consumidor

A inclinação da linha de restrição


orçamentária iguala o preço relativo de
dois bens, isso é, o preço de um bem
comparado ao preço do outro bem.
 Ele mede a taxa na qual o consumidor irá
trocar um bem pelo outro.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Preferências:
O que o consumidor quer

A preferência do consumidor entre


cestas de consumo pode ser ilustrada
com curvas de indiferença.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Representando Preferencias com
Curvas de indiferença

Uma curva de indiferença mostra


cestas de bens que fazem o
consumidor igualmente feliz.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Preferências do consumidor
Quantidade
de Pepsi

B D
I2

A Indiferença
curva, I1
0 Quantidade
de Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
As preferências do consumidor

O consumidor é indiferente ou
igualmente feliz, com as combinações
mostradas nos pontos A, B, e C porque
eles estão todos na mesma curva.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A taxa marginal de substituição

A inclinação em qualquer ponto de uma


curva de indiferença é a Taxa marginal de
substituição.
É a taxa na qual o consumidor está disposto a
substituir um bem pelo outro.
 É a quantia de um bem que o consumidor
requer como compensação por abrir mão de
uma unidade de outro bem.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
As preferências do consumidor
Quantidade
de Pepsi

B D
MRS I2
1
A Indiferença
curva, I1
0 Quantidade
de Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade das curvas de
indiferença

Curvas de indiferença mais altas são


preferidas as mais baixas.
Curvas de indiferença são inclinadas
para baixo.
Curvas de Indiferença não se
cruzam.
Curvas de Indiferença são convexas.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 1: curvas de indiferença
mais elevadas são as preferidas

 Os consumidores geralmente preferem


mais do que menos de qualquer coisa.
 Curvas de indiferença mais elevadas
representam quantidade maior de
bens.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 1: curvas de indiferença
mais elevadas são as preferidas
Quantidade
de Pepsi

B D
I2

A Indiferença
curva, I1
0 Quantidade
De Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 2: As curvas de
indiferença se inclinam para baixo

 Um consumidor está disposto substituir


um bem pelo outro, a fim de permanecer
igualmente feliz.
 Se a quantidade de um bem é reduzida, a
quantidade do outro bem deve aumentar.
 Por esta razão, a maioria das curvas de
indiferença se inclinam para baixo.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 2: As curvas de indiferença
se inclinam para baixo.
Quantity
of Pepsi

Indifference
curve, I1
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 3: As curvas de
indiferença não se cruzam.

 Os pontos A e B devem fazer os


consumidor igualmente feliz.
 Pontos B e C devem fazer o
consumidor igualmente feliz.
 Isto implica que A e C faria o
consumidor igualmente feliz.
 Mas C tem mais de dois produtos em
comparação com A.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 3: As curvas de
indiferença não se cruzam.
Quantity
of Pepsi

0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 4: As curvas de
indiferença são inclinadas para dentro.

 As pessoas estão mais dispostas a trocar


gratuitamente os bens que elas têm em
abundância e menos dispostas a negociar
bens que têm em pouca quantidade.
 Estas diferenças nas taxas de um
consumidor de substituição marginais
causam curva de indiferença para curvar
para dentro.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Propriedade 4: As curvas de
indiferença são inclinadas para dentro.
Quantity
of Pepsi
14

MRS = 6

8 A
1

4 MRS = 1 B
3 Indifference
1
curve

0 2 3 6 7 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Dois exemplos extremos de
curvas de indiferença

substitutos
perfeitos
complementos perfeitos

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Substitutos perfeitos

Dois bens com curvas em linha reta


de indiferença são substitutos
perfeitos.
A taxa marginal de substituição é um
número fixo.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Substitutos perfeitos
Nickels

I1 I2 I3
0 1 2 3 Dimes

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Complementos perfeitos

Dois bens com curvas em


ângulo reto são complementos
perfeitos.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Complementos perfeitos

Left
Shoes

I2
7
5 I1

0 5 7 Right Shoes

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Otimização: O que o consumidor
escolhe

 Os consumidores querem obter a


combinação de bens na curva de
indiferença mais alta possível.
 No entanto, o consumidor também
deve manter-se sobre ou abaixo da
linha de restrição orçamentária.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Otimização: O que o consumidor
escolhe

 Combinando a curva de indiferença e a


restrição orçamentária determina a
escolha ideal do consumidor.
 Ideal do Consumidor (ponto ótimo),
ocorre no ponto onde a curva de
indiferença mais alta e as restrições
orçamentárias são tangentes.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Escolha ótima do Consumidor

O consumidor escolhe o consumo dos


dois bens de modo que a taxa marginal
de substituição é igual ao preço relativo.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Escolha ótima do Consumidor

No ideal do consumidor, a avaliação


do consumidor dos dois bens é igual a
valorização do mercado.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Ótimo do Consumidor

Quantity
of Pepsi

Ótimo
B
A

I3
I2
I1
restrição orçamentária
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Como as mudanças na renda
afetam as escolhas do consumidor

Um aumento da renda desloca a


restrição orçamentária para fora.
O consumidor é capaz de escolher a
melhor combinação de bens em uma
curva de indiferença maior.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Um aumento na renda ...


Quantity
of Pepsi Nova restrição orçamentária

1. An increase in income shifts


the budget constraint outward…

Novo ótimo

3. …and Pepsi Ótimo


consumption. inicial
I2
Initial
budget
constraint I1
0 Quantity
of Pizza
2. …raising pizza consumption…
Bem normal versus inferior

 Se um consumidor compra mais de um


bem quando aumenta sua renda, o
bem é chamado de um bem normal.
 Se um consumidor compra menos de
um bem quando aumenta sua renda, o
bem é chamado de um bem inferior.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Um bem inferior ...


Quantity
of Pepsi New budget constraint

1. When an increase in income shifts


3. ... but Pepsi the budget constraint outward...
consumption Initial
falls, making optimum
Pepsi an
inferior good. New optimum

Initial
budget
constraint I1 I2
0 Quantity
2. ... pizza consumption rises, of Pizza
making pizza a normal good...
Como as mudanças em preços
afetam as escolhas dos
consumidores
A queda no preço de qualquer
bem desloca a restrição de
orçamento para fora e muda a
inclinação da restrição
orçamentária.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Uma mudança no preço ...


Quantity
of Pepsi
1,000 New budget constraint

New optimum 1. A fall in the price of Pepsi


rotates the budget constraint
500 outward…
3. …and
raising Pepsi
consumption. I2

Initial budget I1
constraint
0 100 Quantity of Pizza
2. …reducing pizza consumption…
Efeitos Renda e Substituição

A mudança de preço tem dois efeitos


sobre o consumo:

 Um efeito de renda
 Um efeito de substituição

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
O efeito Renda

O efeito renda é a mudança no


consumo que resulta quando uma
mudança de preço move o
consumidor a uma curva de
indiferença mais alta.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
O efeito Substituição

O efeito de substituição é a alteração


no consumo que resulta quando uma
mudança de preço ao consumidor se
move ao longo de uma curva de
indiferença a um ponto, com uma taxa
marginal diferente de substituição.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Uma alteração no preço:
Efeito de Substituição

A mudança faz com que o


primeiro preço do consumidor se
desloque de um ponto em uma
curva de indiferença para outro
na mesma curva.
Ilustrado pelo movimento do
ponto A para o ponto B.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Uma alteração no preço:
Efeito Renda

Depois de mover de um ponto a


outro na mesma curva, o
consumidor vai passar para
outra curva de indiferença.
Ilustradopelo movimento do
ponto B para o ponto C.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Efeitos Renda e Substituição ...


Quantity
of Pepsi

New budget constraint

C New optimum
Income effect B
Initial optimum
Substitution
effect
I2
A
Initial I1
budget
constraint 0 Quantity of Pizza
Substitution effect
Income effect
Efeitos renda e substituição quando o
preço da Pepsi cai

Good Income Effect Substitution Effect Total Effect


Pepsi Consumer is richer, Pepsi is relatively Income and
so he buys more Pepsi. cheaper, so consumer substitution
buys more Pepsi. effects act in
same direction,
so consumer buys
more Pepsi.
Pizza Consumer is richer, Pizza is relatively Income and
so he buys more pizza. more expensive, substitution
so consumer buys effects act in
less pizza. opposite directions,
so the total effect
on pizza consumption
is ambiguous.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Derivação da curva de demanda

A curva de demanda do
consumidor pode ser vista como um
resumo das decisões ótimas que
surgem de restrição orçamentária e
curvas de indiferença.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Derivando a Curva de Demanda...
(a) The Consumer’s Optimum (b) The Demand Curve for Pepsi
Quantity
of Pepsi Price of
New budget constraint
Pepsi

B $2
A
150
I2
1
B

A
50 I1
0 0
Quantity 50 150 Quantity
Initial budget of Pizza of Pepsi
constraint
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Todas as curvas de Demanda tem
inclinação Negativa?

 Curvas de demanda pode, por vezes


ter inclinação ascendente.
 Isso acontece quando um
consumidor compra mais de um bem
quando seu preço sobe.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Bem de Giffen

 Os economistas usam o termo Bem de


Giffen para descrever um bem que viola
a lei da demanda.
 Bem de Giffen são bens inferiores para
que o efeito renda domina o efeito
substituição.
 Eles têm curvas de demanda para cima
que a inclinação.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Quantity of
O Bem de Giffen
Potatoes Initial budget constraint
B

Optimum with high


price of potatoes
2...which Optimum with low
D price of potatoes
increases
E
potato
C 1. An increase in the price of
consumption
potatoes rotates the budget...
if potatoes
are a Giffen I1
good. New budget I2
constraint
0 A Quantity
of Meat
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Como os salários afetam a oferta
de trabalho?
 Se o efeito substituição é maior que o
efeito renda para o trabalhador, ele ou
ela trabalha mais.
 Se o efeito renda é maior do que o
efeito substituição, ele ou ela trabalha
menos.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A decisão Trabalho - Lazer
Consumo

$5,000

Optimum
I3
2,000

I2
I1

0 60 100 Horas de Lazer

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Um aumento no salário ...
(a) For a person with these . . . the labor supply curve slopes
Consumption

preferences… upward.

Wage

1. When the
wage rises…

I2
BC1
BC2

I1
0 0
Hours of Hours of Labor
Leisure
2. …hours of leisure decrease… Supplied
3. ...and hours of labor increase.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Um aumento no salário ...
(b) For a person with these . . . the labor supply curve slopes
Consumption

preferences… backward.

Wage
BC2

1. When the
wage rises…

BC1 I2
I1

0 0
Hours of Hours of Labor
Leisure Supplied
2. …hours of leisure increase… 3. ...and hours of labor decrease.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Como as taxas de juros afetam a
poupança das famílias?

 Se o efeito substituição de uma maior taxa


de juros é maior que o efeito renda, as
famílias poupam mais.
 Se o efeito renda de uma maior taxa de
juros é maior do que o efeito substituição,
as famílias poupam menos.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
A decisão de Consumo e poupança..
Consumption
when Old Budget
constraint
$110,000

55,000 Optimum

I3

I2
I1
0 $50,000 100,000 Consumption
when Young
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Um aumento na taxa de juros…

(a) Higher Interest Rate (b) Higher Interest Rate


Consumption

Consumption
BC2 Raises Saving Lowers Saving
when Old

when Old
BC2
1. A higher
1. A higher
interest rate
interest rate
rotates the
rotates the
budget constraint
budget constraint
outward...
outward...
BC1 I2
BC1 I2
I1
I1
0 0
Consumption Hours of
2. …resulting in lower when Young 2. …resulting in higher Leisure
consumption when young consumption when young
and, thus, higher saving. and, thus, lower saving.
Como as taxas de juros afetam a
poupança das famílias?

Assim, um aumento na taxa de


juros poderia encorajar ou
desencorajar a poupança.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Os pobres preferem
transferências em dinheiro ou em
espécie,?
Se uma transferência em espécie força o
destinatário a consumir mais do bem do
que ele faria por si próprio, então o
destinatário prefere a transferência em
dinheiro.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Os pobres preferem
transferências em dinheiro ou em
espécie?
Se o destinatário não consumir mais do
bem, do que ele faria por si próprio,
então a transferência de dinheiro e em
espécie têm exatamente o mesmo efeito
sobre o seu consumo e bem-estar.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Transferências em Dinheiro
contra Espécie...
(a) The Constraint Is Not Binding

Food Cash Transfer Food In-Kind Transfer

BC2 (with $1,000 cash) BC2 (with $1,000 food stamps)

BC1 BC1
B B
I2 I2
$1,000 $1,000
A A
I1 I1

0 0
Nonfood Nonfood
Consumption Consumption

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Transferências em Dinheiro
contra Espécie...
(b) The Constraint Is Binding

Food Cash Transfer Food In-Kind Transfer

BC2 (with $1,000 cash) BC2 (with $1,000 food stamps)

BC1 BC1

C
$1,000 $1,000 B
B I2
A I2 A I1
I1 I3
0 0
Nonfood Nonfood
Consumption Consumption

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Sumario
 Restrição do orçamento de um
consumidor mostra as possíveis
combinações de diferentes bens que ele
pode comprar dado o seu rendimento e
os preços dos bens.
 A inclinação da restrição orçamentária
é igual ao preço relativo dos bens.
 Curvas de indiferença do consumidor
representam suas preferências.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Sumario

 Pontos em curvas de indiferença mais


elevadas são preferíveis aos pontos mais
baixos em curvas de indiferença.
 A inclinação de uma curva de indiferença
em qualquer ponto é a taxa marginal do
consumidor de substituição.
 O consumidor otimiza escolhendo o
ponto em sua restrição orçamentária que
se encontra na curva de indiferença mais
alta.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Sumário
 Quando o preço de um bem cai, o impacto
sobre as escolhas do consumidor pode ser
dividido em um efeito de renda e um efeito
de substituição.
 O efeito renda é a mudança no consumo que
surge porque um preço mais baixo faz com
que o consumidor compre.
 efeito renda é refletido pelo movimento de
uma menor a uma curva maior de
indiferença.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Sumário

O efeito substituição é a mudança no


consumo que surge porque uma mudança
de preço incentiva maior consumo do bem
que se tornou relativamente mais barato.
 O efeito substituição é refletido por um
movimento ao longo de uma curva de
indiferença para um ponto com uma
inclinação diferente.

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Sumário
 A teoria da escolha do consumidor pode
explicar:
 Por que as curvas de demanda pode
potencialmente inclinar ascendente.
 Como os salários afetam a oferta de
trabalho.
 Como as taxas de juros afetam a poupança
das famílias.
 Se os pobres preferem receber
transferências em dinheiro ou em espécie.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Graphical
Review

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumer’s Budget
Constraint...
Quantity
of Pepsi
500 B

Consumer’s
budget constraint

A
0 100 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumer’s Budget
Constraint...
Quantity
of Pepsi
B
500

C
250
Consumer’s
budget constraint

A
0 50 100 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumer’s Preferences...
Quantity
of Pepsi

B D
I2

A Indifference
curve, I1
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumer’s Preferences...
Quantity
of Pepsi

B D
MRS I2
1
A Indifference
curve, I1
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Property 1: Higher indifference curves are
preferred to lower ones.
Quantity
of Pepsi

B D
I2

A Indifference
curve, I1
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Property 2: Indifference curves are
downward sloping.
Quantity
of Pepsi

Indifference
curve, I1
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Property 3: Indifference curves do not
cross.
Quantity
of Pepsi

0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Property 4: Indifference curves are
bowed inward.
Quantity
of Pepsi
14

MRS = 6

8 A
1

4 MRS = 1 B
3 Indifference
1
curve

0 2 3 6 7 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Perfect Substitutes
Nickels

I1 I2 I3
0 1 2 3 Dimes

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Perfect Complements

Left
Shoes

I2
7
5 I1

0 5 7 Right Shoes

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumer’s Optimum...

Quantity
of Pepsi

Optimum
B
A

I3
I2
I1
Budget constraint
0 Quantity
of Pizza
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

An Increase in Income...
Quantity
of Pepsi New budget constraint

1. An increase in income shifts


the budget constraint outward…

New optimum

3. …and Pepsi Initial


consumption. optimum
I2
Initial
budget
constraint I1
0 Quantity
of Pizza
2. …raising pizza consumption…
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

An Inferior Good...
Quantity
of Pepsi New budget constraint

1. When an increase in income shifts


3. ... but Pepsi the budget constraint outward...
consumption Initial
falls, making optimum
Pepsi an
inferior good. New optimum

Initial
budget
constraint I1 I2
0 Quantity
2. ... pizza consumption rises, of Pizza
making pizza a normal good...
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

A Change in Price...
Quantity
of Pepsi
1,000 New budget constraint

New optimum 1. A fall in the price of Pepsi


rotates the budget constraint
500 outward…
3. …and
raising Pepsi
consumption. I2

Initial budget I1
constraint
0 100 Quantity of Pizza
2. …reducing pizza consumption…
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Income and Substitution Effects...


Quantity
of Pepsi

New budget constraint

C New optimum
Income effect B
Initial optimum
Substitution
effect
I2
A
Initial I1
budget
constraint 0 Quantity of Pizza
Substitution effect
Income effect
Deriving the Demand Curve...
(a) The Consumer’s Optimum (b) The Demand Curve for Pepsi
Quantity
of Pepsi Price of
New budget constraint
Pepsi

B $2
A
150
I2
1
B

A
50 I1
0 0
Quantity 50 150 Quantity
Initial budget of Pizza of Pepsi
constraint
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Quantity of
A Giffen Good...
Potatoes Initial budget constraint
B

Optimum with high


price of potatoes
2...which Optimum with low
D price of potatoes
increases
E
potato
C 1. An increase in the price of
consumption
potatoes rotates the budget...
if potatoes
are a Giffen I1
good. New budget I2
constraint
0 A Quantity
of Meat
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Work-Leisure Decision...
Consumption

$5,000

Optimum
I3
2,000

I2
I1

0 60 100 Hours of Leisure

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
An Increase in the Wage...
(a) For a person with these . . . the labor supply curve slopes
Consumption

preferences… upward.

Wage

1. When the
wage rises…

I2
BC1
BC2

I1
0 0
Hours of Hours of Labor
Leisure
2. …hours of leisure decrease… Supplied
3. ...and hours of labor increase.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
An Increase in the Wage...
(b) For a person with these . . . the labor supply curve slopes
Consumption

preferences… backward.

Wage
BC2

1. When the
wage rises…

BC1 I2
I1

0 0
Hours of Hours of Labor
Leisure Supplied
2. …hours of leisure increase… 3. ...and hours of labor decrease.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
The Consumption-Saving Decision...
Consumption
when Old Budget
constraint
$110,000

55,000 Optimum

I3

I2
I1
0 $50,000 100,000 Consumption
when Young
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

An Increase in the Interest Rate...

(a) Higher Interest Rate (b) Higher Interest Rate


Consumption

Consumption
BC2 Raises Saving Lowers Saving
when Old

when Old
BC2
1. A higher
1. A higher
interest rate
interest rate
rotates the
rotates the
budget constraint
budget constraint
outward...
outward...
BC1 I2
BC1 I2
I1
I1
0 0
Consumption Hours of
2. …resulting in lower when Young 2. …resulting in higher Leisure
consumption when young consumption when young
and, thus, higher saving. and, thus, lower saving.
Cash versus In-Kind Transfers...
(a) The Constraint Is Not Binding

Food Cash Transfer Food In-Kind Transfer

BC2 (with $1,000 cash) BC2 (with $1,000 food stamps)

BC1 BC1
B B
I2 I2
$1,000 $1,000
A A
I1 I1

0 0
Nonfood Nonfood
Consumption Consumption

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.
Cash versus In-Kind Transfers...
(b) The Constraint Is Binding

Food Cash Transfer Food In-Kind Transfer

BC2 (with $1,000 cash) BC2 (with $1,000 food stamps)

BC1 BC1

C
$1,000 $1,000 B
B I2
A I2 A I1
I1 I3
0 0
Nonfood Nonfood
Consumption Consumption

Harcourt, Inc. items and derived items copyright © 2001 by Harcourt, Inc.

Você também pode gostar