Você está na página 1de 41

 

Turma: 2º BM
Unidade: Taquara
Profª: Alda Santos
Ácido : toda espécie química doadora de prótons (H+) em uma reação.
Base : toda espécie química receptora de prótons (H+) em uma reação.

Ácido Base
Base Ácido conjugado conjugada

CH3COOH + HCl CH3COOH2+ + Cl-


Na teoria de Bronsted-Lowry ácidos e bases ocorrem como pares.

Ácido conjugado: espécie formada após o ganho de H+ pela base

Base conjugada: espécie formada após a perda de H+ pelo ácido

Bronsted Lowry
HCl + H2O H3O+ + Cl-

NH3 + H2O NH4+ + OH-


Força dos ácidos
A força dos ácidos depende da facilidade e/ou dificuldade com que o ácido
sofre ionização

É expressa geralmente pela Ka ou pelo pKa

Ka = constante de acidez

Para um ácido genérico de fórmula HA, teremos:

HA  H+ + A-
Ka = [H+] x [A-]
[HA]
Os valores de Ka são tabelados, quanto maior o valor de Ka maior a acidez
Ao invés de se trabalhar com Ka que geralmente são números expressos por notação
científica, pode-se expressar a força dos ácidos através do uso do pKa

H3PO4  H+ + H2PO4- Ka = 7,5 x 10-3 ; pKa = 2,1

HNO2  H+ + NO2- Ka = 5 x 10-4 ; pKa = 3,3

CH3COOH  H+ + CH3COO- Ka = 1,8 x 10-5 ; pKa = 4,8

Quanto maior o valor de pKa menor a acidez portanto a ordem de acidez é:


H3PO4 > HNO2 > CH3COOH
Por que podemos ingerir ácido acético (vinagre) mas não ácido clorídrico (HCl)?

CH3COOH  H+ + CH3COO- Ka = 1,8 x 10-5 ; pKa = 4,8

HCl  H+ + Cl- Ka = 107; pKa = - 7

HCl é um ácido quase 1 bilhão de vezes mais forte que CH3COOH, isto significa que
sofre ionização muito mais facilmente que CH3COOH
Em geral os ácidos inorgânicos são muito mais fortes que os ácidos orgânicos.
Força das bases
A força das bases depende da facilidade e/ou dificuldade da base em receber um
próton (H+)

É expressa geralmente pela Kb ou pelo pKb pKb = - log Kb

NH3 + H2O  NH4+ + OH- Kb = 1,8 x 10-5 ; pKb = 4,7

CH3NH2 + H2O  CH3NH3+ + OH- Kb = 4,4 x 10-4 ; pKb = 3,4

Quanto maior Kb maior a basicidade

Quanto maior pKb menor a basicidade

Portanto, a metilamina (CH3NH2) é uma base mais forte que a amônia (NH3)
Efeito indutivo
Refere-se à movimentação de carga ao longo de ligações sigma
Efeito elétron-atraente (IS-) – ocorre na presença de átomos ou grupos elétron-atraentes
(muito eletronegativos). Tais grupos são “puxadores” de elétrons e diminuem a carga negativa
Grupos elétron-atraentes consistem de átomos com alta eletronegatividade e/ou radicais
orgânicos insaturados.

Ex: -F, Cl-, -OH, -CHO, -NO2, -COOH, -C6H5

O efeito elétron atraente aumenta a acidez e diminui a basicidade


Efeito indutivo
Refere-se à movimentação de carga ao longo de ligações sigma
Efeito elétron-repelente (IS+) – ocorre na presença de átomos ou grupos elétron-repelentes.
Tais grupos são “empurradores” de elétrons e aumentam a carga negativa
Grupos elétron-repelentes consistem de radicais orgânicos saturados.

Ex: - CH3, - CH2CH3, - CH(CH3)2, - C(CH3)3


O efeito elétron repelente diminui a acidez e aumenta a basicidade
Efeito mesomérico (ressonância)
Refere-se à movimentação de elétrons em uma ligação π.
A ressonância ocorre sempre quando o composto apresenta ligações π próximas a pares
de elétrons livres

O ânion CO3-2 devido à ressonância pode ser representado por 3 estruturas eletrônicas
Diferentes, chamadas de estruturas de ressonância ou ressonantes.

A ressonância aumenta a acidez e diminui a basicidade


Na química orgânica compostos ácidos são aqueles que apresentam hidrogênio ionizável
Hidrogênio ionizável – hidrogênio ligado diretamente a um átomo de oxigênio

Desta forma são considerados ácidos orgânicos:

OH
O

R OH
R OH
Ác. carboxílicos Fenóis Álcoois

Ácidos carboxílicos, fenóis e álcoois são compostos orgânicos que sofrem ionização, liberando o
cátion H+. Portanto, apresentam caráter ácido.
A força dos ácidos orgânicos depende da estabilidade da sua base conjugada.
Quanto mais estável (menos negativa) a base conjugada, mais forte é o ácido, pois mais
facilmente este liberará seu hidrogênio ionizável
Acidez dos ácidos carboxílicos
Os ácidos carboxílicos são os ácidos orgânicos mais fortes, pois ao sofrerem ionização
produzem o íon carboxilato que é estabilizado por ressonância (base fraca)

Base estabilizada
por ressonância

Quanto maior a carga negativa no íon carboxilato, mais fraco será o ácido carboxílico

Os ácidos carboxílicos normais apresentam Ka na ordem de 10-5


Efeitos sobre a acidez dos ácidos carboxílicos

1) Tamanho da cadeia
Grupos alquilas (átomos de carbono) produzem efeito elétron-repelente, aumentando a carga
negativa no íon carboxilato, e consequentemente diminuindo a acidez

O O O
H C H3C C H3C CH2 C
OH OH OH
Ác. fórmico Ác. acético Ác. propanóico

Ka = 1,77 x 10-4 Ka = 1,77 x 10-5 Ka = 1,34 x 10-5


pKa = 3,75 pKa = 4,75 pKa = 4,87

Podemos dizer então que a acidez dos ácidos carboxílicos diminui com o aumento da cadeia
2) Presença de grupos elétrons atraentes
Grupos elétron-atraentes diminuem a carga negativa no íon carboxilato e consequentemente
aumentam a acidez
O
H3C C
OH Ác. cloroacético
Ác. acético Ác. dicloroacético
Ka = 1,4 x 10-3 Ác. tricloroacético
Ka = 1,8 x 10-5 Ka = 3,3 x 10-2
Ka = 2,3 x 10-1

Quanto mais grupos elétron-atraente, MAIOR a acidez.


F
O
F C C
OH
F
Ác. trifluoroacético Ác. tricloroacético
Ka = 1,7 x 10-1 Ka = 2,3 x 10-1

Quanto mais forte for o substituinte, maior será o seu efeito.

O ácido trifluoroacético é mais ácido que o ácido tricloroacético, devido à maior


eletronegatividade do F
Acidez dos fenóis
Os fenóis apresentam acidez menor que os ácidos carboxílicos, devido à menor estabilização
de sua base conjugada (ânion fenolato)

Base menos estabilizada


por ressonância

Quanto maior a carga negativa no íon fenolato, mais fraco será o fenol
Os fenóis normais apresentam Ka na ordem de 10-10
A presença de substituintes no anel aromático interfere na acidez dos fenóis.

Grupos elétron-receptores (radicais insaturados) diminuem a carga negativa no íon fenolato,


AUMENTANDO a acidez
Ex: -NO2, -COOH, -NR3+

Grupos elétron-doadores (grupos com pares de elétrons livres) aumentam a carga negativa
no íon fenolato, DIMINUINDO a acidez
Ex: -NH2, -OH, -OR, - R

OH OH OH

OCH 3 NO 2
Ka = 5,5 x 10-11 Ka = 1,3 x 10-10 Ka = 5,9 x 10-8
Acidez dos álcoois
Os álcoois apresentam são ácidos muito mais fracos que os ácidos carboxílicos e fenóis, pois
ao sofrerem ionização produzem uma base muito forte (ânion alcóxido)

-
OH O
+
H +
Base forte
(instável)

Os álcoois apresentam Ka na ordem de 10-18

Devido à baixa acidez os álcoois são comumente chamados de falsos ácidos


Considerando a força dos ácidos carboxílicos, fenóis e álcoois, tem-se a seguinte escala de
acidez:

OH
O

O R OH
R OH H H
Ác. carboxílicos Fenóis Água Álcoois
Ka = 10-14

Ác. carboxílicos > Fenóis > Água > Álcoois


Na química orgânica compostos básicos são aqueles capazes de receber um próton (H+)
Como H+ é um cátion, para que um composto orgânico possa recebê-lo é necessário que o
mesmo apresente um par de elétrons livres no átomo de nitrogênio.

Desta forma, as bases orgânicas mais importantes são as aminas

O par de elétrons livre do nitrogênio das aminas é utilizado para formar uma ligação
dativa com o H+
Por apresentarem caráter básico, as aminas ao reagir com ácidos sofrem neutralização.
Uma maneira prática de eliminar o cheiro de peixe é neutralizá-lo com vinagre

H
O
.. O
+
N
N
+ OH
+ O
-

cheiro inodoro
de peixe
Para atuar como base é necessário que o par de elétrons livres do nitrogênio esteja disponível, o
que não ocorre nas amidas, já que o mesmo é usado para fazer a ressonância com a carbonila

par eletrônico par eletrônico


disponível indisponível

Por consequência, as amidas não apresentam caráter básico e são


consideradas substâncias neutras
A basicidade das aminas depende da densidade eletrônica no átomo de nitrogênio.
Quanto maior for a densidade eletrônica (maior carga negativa), mais facilmente o N receberá o
H+, consequente maior será sua basicidade.

Amina 1ª Amina 2ª Amina 3ª Amina aromática


.. .. .. ..
N N N N
H H H H
H H
amônia metilamina dimetilamina trimetilamina
anilina
Kb = 1,8 x 10-5 Kb = 4,4 x 10-4 Kb = 5,2 x 10-4 Kb = 6 x 10-5 Kb = 4,2 x 10-10

As aminas 3ªs devido ao impedimento estérico são menos básicas que as aminas 1ªs e 2ªs
As aminas aromáticas são bases fraquíssimas devido à ressonância com o anel aromático

Aminas 2ª > Aminas 1ª > NH3 > Aminas 3ª > Aminas aromáticas
A presença de grupos elétron-atraentes, reduz a densidade eletrônica no átomo de nitrogênio,
consequentemente diminui sua basicidade.

.. .. .. ..
N N N N N
H Cl H Cl F H F
H Cl F
metilamina clorometilamina diclorometilamina fluormetilamina difluormetilamina

A B C D E

A>B>D>C>E
basicidade
Caráter ácidos dos compostos orgânicos

Caráter básico das aminas


(UERJ) Os ácidos orgânicos, comparando aos inorgânicos, são bem mais fracos.
No entanto, a presença de grupo substituinte, ligado ao átomo de carbono, provoca um
efeito sobre a acidez da substância, devido a uma maior ou menor ionização.
Considere uma substância representada pela estrutura abaixo:

Essa substância estará mais ionizada (será um ácido mais forte) quando X representar o
seguinte substituinte:

a) H
b) I
c) F
d) CH3
(PUC-MG - adaptada) Considere os ácidos I-V.

O O
O
Cl Cl
Cl
OH
OH OH
Cl Cl
I II Cl III
O
O F
OH
F F
OH
V
IV
Pode-se afirmar que o mais fraco e o mais forte são, respectivamente:
a) I e III c) IV e V
b) I e V d) IV e III
(Cesgranrio-RJ) Considere a tabela de valores de Ka das substâncias abaixo:

Com base nesses valores a ordem crescente de acidez é:


a) água < álcool < fenol < ácido carboxílico
b) álcool < ácido carboxílico < água < fenol
c) álcool < água < fenol < ácido carboxílico
d) água < álcool < ácido carboxílico < fenol
(ITA-SP) Considere os seguintes ácidos:
I. CH3COOH
II. CH3CH2COOH
III. CH2ClCH2COOH
IV. CHCl2CH2COOH
V. CCl3CH2COOH

Identifique a opção que contém a sequência correta para a ordem crescente de caráter ácido:
a) I < II < III < IV < V
b) b) II < I < III < IV < V
c) II < I < V < IV < III
d) III < IV < V < II < I
(PUC-RJ) Observe o gráfico abaixo que representa a relação entre acidez e basicidade dos
compostos orgânicos: álcool, ácido carboxílicos, amina aromática, amina secundária,
amina terciária, amina primária e amida.
7

acidez basicidade
6
5
4
3
1 2

Assinale a opção que apresenta a correspondência correta entre número de coluna e composto
orgânico:

a) 2 - amina primária
b) 3 - amina terciária
c) 7 - amina secundária
d) 4 - ácido
Aponte os ácidos e bases de Bronsted-Lowry, nasreações a seguir:
(FMTM-MG) Considere os seguintes compostos:

I- ácido etanóico
II- água
III- etanol
IV- fenol
V- metano

A ordem crescente de acidez desses compostos é:

a) V < III < II < IV < I


b) II < IV < V < III < I
c) V < IV < III < II < I
d) II < V < III < IV < I
(ITA-SP) Considere os seguintes ácidos:

I. CH3COOH
II. CH3CH2COOH
III. CH2ClCH2COOH
IV. CHCl2CH2COOH
V. CCl3CH2COOH

Identifique a opção que contém a sequência correta para a ordem crescente de caráter ácido:
a) I < II < III < IV < V
b) II < I < III < IV < V
c) II < I < V < IV < III
d) III < IV < V < II < I
(UFSM-RS) A serotonina, substância que atua no sistema nervoso e é responsável pelo controle
da temperatura corporal e pelo sono, tem a fórmula estrutural:
Quanto aos grupos funcionais assinalados na estrutura, pode-se afirmar que:

a) I, II e III são básicos


b) I é básico, II e III são ácidos
c) I é ácido, II e III são básicos
d) I e II são básicos e III é ácido
(UERJ) Supondo condições idênticas, a molécula cuja solução aquosa apresenta maior
capacidade de captura de cátions hidrogênio é a da seguinte
substância:

a) etanoamida

b) dietilamina

c) etilamina

d) ácido etanóico
(UFPE-PE) Analisando a tabela a seguir, com valores de constantes de basicidade, Kb, a 25 °C
para diversas bases podemos afirmar que:

a) a amônia é uma base mais fraca que o hidróxido de zinco.

b) a anilina é a base mais forte.

c) a piridina e a amônia têm a mesma força básica.

d) a dimetilamina é a base mais forte


(UFRRJ) Colocando-se os compostos abaixo em ordem crescente de acidez, obtém-se:

a) I, IV, III, II

b) II, III, IV, I

c) I, II, III, IV

d) IV, I, II, III


(UFPE–PE) Ácidos orgânicos são utilizados na indústria química e de alimentos, como
conservantes, por exemplo. Considere os seguintes ácidos orgânicos:

A ordem crescente de acidez destes compostos em


água é:
a) I < II < III
b) II < I < III
c) III < II < I
d) II < III < I
4. (UERJ-2004) O ácido etanoico e o ácido tricloro-etanoico são empregados como
agentes cicatrizantes por proporcionarem a precipitação de proteínas.
Os valores da constante de ionização em água destes compostos, a 25°C, são 1,7 × 10-5
para o ácido etanoico e 2,3 × 10-1 para o ácido tricloro-etanoico.
A alternativa que representa o fator determinante da maior acidez do ácido tricloro-etanoico
é:

a) massa molecular mais elevada

b) presença de um carbono assimétrico

c) ligação carbono-hidroxila mais fraca

d) efeito elétron-atraente dos átomos de cloro


8. (UERJ-2004) A cor ligeiramente azulada da água do mar e de algumas geleiras,
quando apresentam uma espessura de aproximadamente dois metros, deve-se às
interações realizadas entre as moléculas da água.
Esse tipo de interação intermolecular também ocorre em outras substâncias.
Considere as seguintes moléculas orgânicas:

O OH

O
OH H

A B C D

Identifique aquelas que têm o mesmo tipo de força intermolecular que a água e apresente
suas respectivas nomenclaturas.

Nomeie, ainda, a função química da molécula orgânica de maior caráter ácido.


(UERJ-2002) Na indústria petroquímica, a expressão adoçar o petróleo corresponde à adição de
aminas leves às frações gasosas do petróleo para eliminação de sua acidez.

Considerando as aminas isômeras de fórmula molecular C3H9N.

a) Indique a fórmula estrutural bastão da amina que possui caráter básico mais acentuado.

b) Nomeie as aminas que possuem cadeia carbônica classificada como homogênea

Você também pode gostar