Você está na página 1de 20

Pontifícia Universidade

Católica de Goiás

Compactação

Disciplina: Geotecnia 1
Geotecnia I

Profa. : Melina Freitas Rocha


Compactação dos solos
A compactação de um solo é sua densificação por meio de
equipamentos.
Melhorando seu comportamento mecânico e hidráulico.
 Processo manual ou mecânico;
 Em laboratório ou em campo.

Ar
AR
Ar r
AR
Ar
Geotecnia I

Água
Água Água
Água
Antes da Após a
Solo Solo
Compactação Compactação
2
Compactação dos solos
 Objetivo:

• Reduzir o volume de vazios;


• Aumentar o contato entre os grãos;
• Gerar material mais homogêneo;
• Aumentar a resistência;
• Reduzir a permeabilidade;
• Reduzir a compressibilidade.
Geotecnia I

3
Compactação dos solos
 Fatores que influenciam:

• Tipos de solos;
Distribuição granulométrica, forma dos grãos, peso específico do grãos e
quantidade e o tipo dos minerais argila.

Solos argilosos: wot = 25 a 30%


gdmax= 14 a 15 kN/m³

Solos siltosos: valores baixos


para gdmax

Areias com pedregulho bem


graduada: Wot= 9 a 10% e
Geotecnia I

gdmax =20 a 21 kN/m³

Solos Lateríticos  ramo


ascendente íngreme
4
Compactação dos solos
 Fatores que influenciam:
• Energia aplicada;
À medida que o esforço de compactação aumenta, o peso específico seco
máximo aumenta e o teor de umidade apresenta certa redução.

M .H .N g .N c
EC 
V
M = massa do soquete;
H = altura de queda do soquete;
Ng = número de golpes por
Geotecnia I

camadas;
Nc = número de camadas;
V = volume.

 E;  g d ,  wót
5
Compactação dos solos
 Fatores que influenciam:

• Teor de umidade;
-Baixos teores de umidade
(w < wot )
a atração face-aresta
não é vencida pela
energia aplicada
Estrutura floculada.
Geotecnia I - 2012

-Elevados teores de
Umidade (w > wot )
Aumenta a repulsão, e a compactação as orienta, ficando paralelas,
Resultando na Estrutura dispersa.

-Excesso de água - ar ocluso e água absorve os impactos → má compactação.

6
Compactação dos solos
Estrutura do solo compactado:

No ramo seco:
- Maior atrito entre as partículas;
- Estrutura mais floculada (melhor compactação com o aumento da energia);

No ramo úmido:
-Estrutura mais dispersa (aumento da energia pouco interfere na compactação)
-Com aumento da umidade as forças de atração são desfeitas e os grãos
começam a aturar como partículas dispersas em água
Geotecnia I

- Fenômeno Borrachudo  o solo se comprime, mas logo dilata (o que se


comprime são as bolhas de ar.

7
Compactação dos solos
 CURVA DE COMPACTAÇÃO: NBR-7182
16,5
16,0
15,5
15,0 wót
g d (kN/m
)
3

14,5
14,0 gdmáx
13,5
13,0
12,5
P
12,0
16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 g
w (%) V
Geotecnia I

g
gd 
1 w
8
Compactação dos solos
 CURVA DE SATURAÇÃO:
lugar geométrico dos valores de w e gd onde o solo está saturado.

17,0
S=90% S=100%
S=80%
16,0

S .g s .g w
gd  (kN/m
3
)
15,0
S .g w  g s .w
14,0
d
g

13,0
Geotecnia I

12,0
16 18 20 22 24 26 28 30
w (%)

9
Compactação dos solos
Exemplo 1: Com os dados apresentados a seguir,
trace a curva de compactação e a curva de saturação
100% para o solo. Dados: gs = 2,45 g/cm3

Cilindro 1 2 3 4 5
Solo+cáps. +água(g) 49,7 52,6 53,4 70,0 67,1
Cáps. + solo(g) 47,0 49,4 49,4 63,0 59,9
Cápsula (g) 13,9 16,7 15,0 12,7 15,4

Cilindro 1 2 3 4 5
Massa (g) 2409 2409 2409 2268 2268
Geotecnia I

Volume (cm3) 1003,82 1003,82 1003,82 994,25 994,25


Massa+Solo+Água(g) 4220 4306 4455 4292 4278

10
Compactação dos solos
Exemplo 1:

Yd

Yd

Yd
Geotecnia I

Yd

11
Compactação dos solos
Yd (g/cm³)
Exemplo 1: Resposta
Geotecnia I

Teor de Umidade (%)

12
Compactação dos solos
Compactação no campo

Os quatros tipos mais comuns de rolo compactador são:


-Rolo compactador liso

Adequados para provas de


carga de subleitos de
estradas e para operação
de acabamento de aterros
Geotecnia I

com solos arenosos ou


argilosos em camadas
menos espessas.

13
Compactação dos solos
Compactação no campo

Os quatros tipos mais comuns de rolo compactador são:


-Rolo compactador de pneus de borracha

São melhores que os rolos


lisos porque são pesados,
com vários pneus
separados por um
espaçamento pequeno –
Geotecnia I

quatro a seis pneus em um


eixo. Utilizado em solos
arenosos ou argilosos.
14
Compactação dos solos
Compactação no campo

Os quatros tipos mais comuns de rolo compactador são:


-Rolo compactador pé de carneiro

Tem maior eficiência na


compactação de solos
argilosos, por penetrar nas
camadas nas primeiras
Geotecnia I

passadas.

15
Compactação dos solos
Compactação no campo

Os quatros tipos mais comuns de rolo compactador são:


-Rolo compactador vibratório

São de alta eficiência na


compactação de solos
granulares. Dispositivos
vibratórios podem ser
montados em rolos lisos, de
Geotecnia I

pneu de borracha ou pé de
carneiro para aplicação de
efeito vibratório no solo.

16
Compactação dos solos
Compactação no campo

-Compactador de solo à percussão (Sapo)

Utilizados em locais
específicos e de difícil
acesso;
Geotecnia I

Manuais ou mecânicos.

17
Compactação dos solos
Controle da compactação
As especificações não fixam intervalos de umidade e de
densidade seca, mas deve-se obter:
- wcampo = wot ± 1 % ou 2% wot
g dcampo
- G.C mínimo de 95% G.C  .100
g laboratório.
 Determinação do γdcampo
Para verificação do γdcampo tem-se:
-O método nuclear
Geotecnia I

-O método do frasco de areia


-O método do balão de borracha

18
Compactação dos solos
Controle da compactação
-O método do frasco de areia
P1 = P(areia + frasco + cone)
P2 = Psolo furo úmido
w = umidade do solo no furo
P3 = Psolo furo seco P2
P3 
1 w

P4 = Prestante (areia + frasco + cone)


Geotecnia I

P3
P5  P1  P4
P5 = Pareia (furo + cone)
g dcampo 
V = volume do furo escavado V  P5  P6 V
P6 = P areia no cone
g dareia
19
Compactação dos solos
Determinação do wcampo
Na obra, é fixada uma faixa de variação da umidade permitida
em torno da ótima (geralmente, wot + x%);

Métodos para determinação da umidade:

-Amostra hermeticamente fechadas (laboratório);


-Método da frigideira;
-Speedy.
Geotecnia I

20