Você está na página 1de 17

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS


COORDENAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM DIREITO

OS REFLEXOS DA CRIMINOLOGIA MIDIÁTICA NA FORMAÇÃO DO


CONCEITO DE DIREITO ENTRE A OPINIÃO PÚBLICA

KEMIS AGERON VIANA DA SILVA

Orientador: Prof. Me. Leonardo Lani de Abreu

Dezembro 2017
Problema
Criminologia midiática influencia o
conceito do cidadão a respeito da
justiça e do direito?

Objetivo
Demonstrar influência da criminologia
midiática e se abala negativamente a
confiança na segurança e na Justiça

2
Noções iniciais
• Difusão jornalística da violência

• População assume as vezes de


comentarista e especialista em
segurança

3
Criminologia midiática
“Não estamos diante de fenômenos
Grandes corporações e seus interesses
apenas locais, mas sim diante de
(publicitários, comerciais)
problemas que integram uma trama
mundial” (Zaffaroni, 2013, p. 5)
Discurso da publicidade midiática: repressão
aos setores mais pobres e excluídos

Discurso acadêmico: isolado em seus guetos


Grandes
e falando em dialeto (Zaffaroni)
corporações
Sociedade
do
Sociedade do espetáculo (Debord) e
Espetáculo
televisão (Bourdieu e Sartori)
Criminologia
Midiática
População: adere ao discurso punitivista

4
Antagonização
• Constante ameaça: inimigo público

• Legitimação das medidas repressivas (sem limites)

5
Sociedade do espetáculo
“O espetáculo não é um conjunto de imagens, mas uma
relação social entre as pessoas, mediatizada por
imagens” (DEBORD, 1967).

• Liberdade ditatorial do mercado


• Presente nas sociedades com classes sociais e divisão
social do trabalho regendo desigualdades
• Onipresença do marketing e a supervalorização da
imagem

Ser Ter Parecer


6
Televisão

• Televisão é o oposto da capacidade


pensar (BOURDIEU, 1997, p. 39)
• Homo videns (SARTORI, 1997, p. 45):
• um ser prejudicado em sua capacidade de pensar
abstratamente
• dependente do pensamento concreto
• fruto do bombardeio de imagens da televisão

7
Formas de manifestação
• Culto à imagem
• Espetacularização
• Sensacionalismo
• Sentido de urgência
• Rotulação
• Legitimação repressiva

8
Cenário da violência
Homicídios - Brasil

Fonte: Atlas da Violência 2017


2015 2016
59.080 homicídios 61.619 homicídios
28,9 / 100 mil hab 29,9 / 100 mil hab

Crescimento (taxa)

4,29%
• 71% negros
• 52,9% jovens (15 a 29 anos)
9
Cenário da violência
Homicídios - Acre

Fonte: Atlas da Violência 2017


2005 2015
124 homicídios 217 homicídios
18,5 / 100 mil hab 27 / 100 mil hab

Crescimento (taxa)

45,9%
• Dado que tende a aumentar no último ano
• Recente guerra entre as facções
10
Reflexos na sociedade
55% dos entrevistados
Você se
assistem a sente seguro diante das
programas
notícias policiais?
policiais
33% com frequência diária

11
Reflexos na sociedade
55,3% acham a justiça benevolente com o bandido
Bandido bom é bandido morto?
40.0%
35.0%
Sentimento em relação ao acusado... 30.9%
34.6%
35.0%
30.0%

20,4% desejam punição rígida, pois25.5%


30.0%
25.0%
todo bandido é igual
21.3% 22.3%
25.0%
25.0%
12,9% se indigna e deseja que ele sofra
20.0% 21.2%
20.0%
19.2%
37,6% deseja julgamento justo
15.0%
15.0%

10.0%
10.0%

5.0%
5.0%

0.0%0.0%

Concordo
Concordo Não
Nãoconcordo
concordo Discordo
Discordo Concordo
Concordo
parcialmente
parcialmente nem
nemdiscordo
discordo totalmente
totalmente totalmente
totalmente
12
Reflexos na sociedade
Grau de confiança dos entrevistados
Opinião
nas dos entrevistados
instituições do Estado
sobre o papel do direito na
sociedade

13
Considerações finais
• Elementos da criminologia midiática presentes
(pouca leitura, pouca percepção crítica quanto à
qualidade)
• Aderência do público a discursos mais radicais
• Insatisfação com as instituições do Estado
• A violência é inegável; o combate a ela tem sido
ineficiente e questionável;
• Necessidade de reafirmação do Estado como tutor
dos interesses público, não como aparelho
repressor.

14
Referências
ACRE. Relatório de indicadores de violência e criminalidade no Estado do
Acre. Ministério Público do Estado do Acre, Rio Branco, 2016. Disponível em:
<http://www.mpac.mp.br/wp-content/uploads/Anuario_MPE_2015_PRONTO.pdf>.
Acesso em 16 ago. 2017.
BOURDIEU, Pierre. Sobre a Televisão, seguido de A influência do jornalismo
e Os Jogos Olímpicos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.
DEBORD, Guy. A sociedade do espetáculo. São Paulo: Projeto Periferia, 2003.
Disponível em: <http://www.ebooksbrasil.org/adobeebook/socespetaculo.pdf>.
Acesso em 28 ago. 2017.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes,
1999.
WAISELFSZ, Julio Jacobo. Mapa da violência 2016: Homicídios por armas de
fogo no Brasil. São Paulo: Flacso Brasil, 2016. Disponível em:
<http://www.mapadaviolencia.org.br/pdf2016/Mapa2016_armas_web.pdf>.
Acesso em 14 jul. 2017.
ZAFFARONI, Eugenio Raúl. A questão criminal. Rio de Janeiro: Revan, 2013.
Disponível em: <www.lelivros.com.br>. Acesso em 20 set. 2017.
SARTORI, Giovanni. Homo videns: la sociedad teledirigida. Buenos Aires:
Taurus Pensamiento, 1997.
15
Referências
ASSALTANTE é amarrado em poste e espancado até a morte por pedestres
em São Luís. Extra. Rio de Janeiro, 7 jul 2015. Disponível em:
https://extra.globo.com/casos-de-policia/assaltante-amarrado-em-poste-
espancado-ate-morte-por-pedestres-em-sao-luis-16686215.html> Acesso em
03 nov. 2017.
ASSALTANTE FAZ ARRASTÃO EM PROPRIEDADES. Gazeta Alerta. Rio
Branco, TV Gazeta, 28 set.2017. Programa de televisão.
BANDIDO tenta executar homem dentro do Araújo do Aviário, mas arma falha.
Ac24horas. Rio Branco, 23 nov. 2017. Disponível em:
https://www.ac24horas.com/2017/11/23/bandido-tenta-executar-homem-dentro-
do-araujo-do-aviario-mas-arma-falha/ Acesso em: 2 dez. 2017.
BRAZILIAN schoolgirl killed by crossfire adds to Rio’s toll. New York Times.
Nova Iorque (US), 3 abr. 2017. Disponível em:
<https://www.nytimes.com/2017/04/03/world/americas/rio-brazil-girl-
shot.html?rref=collection%2Fsectioncollection%2Famericas&action=click&cont
entCollection=americas&region=stream&module=stream_unit&version=search
&contentPlacement=5&pgtype=sectionfront> Acesso em: 25 nov. 2017.
Busca implacável (Taken). EUA. Direção: Pierre Morel. Produção: Luc
Besson. Intérpretes: Liam Neeson, Maggie Grace e outros. Fox Film do Brasil ,
2008. 1 filme (85 min), son, color. 16
Referências
CHACINA em confronto de facções. Zero Hora. Porto Alegre, 3 jan. 2017.
Disponível em: http://prisional.blogspot.com.br/2017/01/barbarie-e-56-
mortes.html> Acesso em: 4 dez. 2017.
DUPLA encapuzada mata estudante com seis tiros. Agora. Manaus, 21 jun.
2014. Disponível em: <https://issuu.com/amazonasemtempo/docs/agora-
21-6-14> Acesso em: 30 nov. 2017.
DURO de matar (Die hard). EUA. Direção: John McTiernan. Intérpretes:
Bruce Willis, Bonnie Bedelia e outros. 20th Century Fox, 1988. 1 filme (126
min), son, color.
MERCADO de segurança eletrônica prevê crescimento de 10% neste ano.
G1. Rio de Janeiro, 12 mai. 2015. Disponível em:
<http://g1.globo.com/globo-news/contacorrente/noticia/2015/05/mercado-
de-seguranca-eletronica-preve-crescimento-de-10-neste-ano.html> Acesso
em: 04 dez. 2017.
PM baiano desvenda significados de tatuagens no mundo do crime. BBC
Brasil. Rio de Janeiro, 28 jan. 2015. Disponível em:
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/01/150128_salasocial_signific
ados_tatuagens_suspeitos_rs> Acesso em: 15 ago. 2017.
17