Você está na página 1de 86

HUBBELL INCORPORATED

Shelton - Connecticut - USA


• Fundada: 19 de julho de 1924
• Nome : BURNDY Engineering Company.
• Fundador : Engenheiro / Dr. Bern Dibner.
• Sede : Manchester, New Hampshire , USA
• Desde Outubro de 2009, faz parte da Hubbell Incorporation.
• Divisão : HECG – HUBBELL ELECTRICAL CONNECTOR GROUP
BURNDY COMPANY
Manchester – New Hampshire - USA
 Fundada: 1958
 Nome : Metalúrgica MICROGUSS.
 Atividades: fabricação conectores elétricos
 Sede : Av Guarapiranga -2400 , São Paulo /SP
 1972 incorporada pela Burndy do Brasil Conectores Elétricos.
 1989 incorporada à FCI - FRAMATOME – França
 2009 incorporada ao GRUPO HUBBELL - USA
Divisão : HECG – Hubbell Electrical Connector Group
Metalurgica “

Suporte Técnico na Índia


CPEC - Engenharia
EUA GBS - Sistemas

 Bethel
 Lincoln
 Littleton

México Brasil
 Toluca  São Paulo
Harvey Hubbell Soquete para lâmpada
Plugue para Conexão
Fundador em 1888 Patenteado em 1902 Patenteado em 1896
HYPRESS – Y35
Parafuso Fendido / Split Bolt
Primeiro Alicate de Compressão
Primeira invenção de Bern Dibner.
Nos EUA é conhecido como “Burndynho”
Gama completa de soluções em conexões
História das conexões elétricas
• Enrolar os cabos

• Conexão Mecânica

• Solda

• Conexão à compressão (fusão a frio )

• Cunha
TERMINAIS
6.2.8.5 As conexões devem suportar esforços impostos por correntes
em condições normais ou correntes de falta , sem sofrer modificações

ENSAIOS : sobrecarga , curto-circuito , aquecimento , tracionamento


Terminais e Luvas à compressão
AMPLA GAMA DE TERMINAIS PARA AS MAIS VARIADAS NECESSIDADES E
APLICAÇÕES .
O• que é um
Onde Aplicamos terminais a Compressão ?
• Porque aplicamos terminais a compressão ?
• Qual a matéria prima de um terminal a compressão
e porque ?

35
17/03/2018
36
17/03/2018
Como Especificar ?

1. Qual aplicação ?

2. Qual condutor (Tamanho e Matéria Prima )

3. Qual a tensão de aplicação ?

37
17/03/2018
Qualidade de Energia

Não seja um

Zé FAÍSCA

38
17/03/2018
Terminais e Luvas à compressão
Terminais Pré-Isolados
AMPLA GAMA DE TERMINAIS PARA AS MAIS VARIADAS NECESSIDADES E APLICAÇÕES .
O• que é um
Onde Aplicamos terminais a Compressão ?
• Porque aplicamos terminais a compressão ?
• Qual a matéria prima de um terminal a compressão
e porque ?

40
17/03/2018
41
17/03/2018
Terminais Mecânicos
O que é umAplicamos terminais Mecânicos ?
• Onde
• Porque aplicamos terminais mecânicos?
• Qual a matéria prima de um terminal mecânico e
porque ?

56
17/03/2018
57
17/03/2018
Conectores Mecânicos
Conector mecânico para todas as combinações em cobre, alumínio.
Como Especificar ?

1. Qual aplicação ?

2. Qual condutor (Tamanho e Matéria Prima )

3. Qual a tensão de aplicação ?

88
17/03/2018
Sistema de Solda Exotérmica

 Metais em forma de pó (óxido de cobre e alumínio)


são depositados em molde de grafite (cadinho)

 Dentro do cadinho estão conectados os condutores


a serem emendados.

 A reação do óxido de cobre com alumínio


reação exotérmica) dá origem a cobre em estado de fusão e
resíduo de óxido de alumínio.

 O cobre em fusão escorre sobre os condutores


colocados dentro do molde de grafite, funde-o e solda-os entre si.
Sistema de Solda Exotérmica
Passo a Passo

Metais em forma de pó (óxido de cobre e alumínio) são depositados


em molde de grafite (cadinho),
no qual estão conectados os condutores a serem emendados.
A redução do óxido de cobre pelo alumínio (reação exotérmica) dá origem a
cobre puro em estado de fusão e resíduo de óxido de alumínio. O cobre em
fusão escorre sobre os condutores cobreados dentro do molde de grafite,
funde-o e solda-os entre si.
Sistema de Solda Exotérmica
Passo a Passo
Sistema de Solda Exotérmica

Material.
 Componente necessário no processo:
– molde,
– alicate,
– pó de solda,
– disco retentor,
– palito ignitor
– Acendedor

 EPI’s: especificos para utilização com Solda Exotérmica:


– mascara respiratória,
– luvas de raspa
– óculos de proteção
Sistema de Solda Exotérmica

Precauções em relação à SEGURANÇA.

 Material SECO – livre de umidade


Molde/solda molhados ou úmidos podem provocar explosão.
 Molde está bem Fechado, se não existem frestas no encaixe.
Para não escorrer solda.
 Conectores bem conectados, retos e centralizados na câmera de
Soldagem.

 É importante remover (ou proteger) do local de solda qualquer


tipo de material inflamável;
 Fazer uma primeira solda com objetivo de aquecimento do molde.
 É indicado a instalação de placa de obstáculo isolando o local de
soldagem
Sistema de Solda Exotérmica

Precauções em relação à SEGURANÇA.

 Após a ignição, se afastar do molde.

 Deixar o estoque de pó exotérmico e palitos ignitores bem


afastados do ponto de soldagem.

 Após término da soldagem o molde permanece bastante


quente. Não tocar com as mãos de forma direta.

 Utlilize o alicate e luvas.


Sistema Hyground de Conexão à Compressão
Processo de Execução.

 Componente necessário no processo:


 Alicate
 Mecânico
 Hidráulico
 Elétrico com bateria .
 Conector em Cobre
 Matriz

 EPI’s
 Nenhum em especifico.
 Conforme padrão da Obra.
Processo de Execução.

1- Definir conector , alicate 3- Posicionar conector e cabo


de acordo com cabo e acionar o alicate

2- Definir a matriz de acordo com 4- Conferir conexão e gravação de


cabo e posicionar no alicate dados
Sistema Hyground x Solda Exotérmica

Vantagens e Desvantagens
Solda Exotermica x Sistema Hyground
75,59% de cobre 99,9% de cobre PURO
Malha de aterramento com Sistema Hyground Burnndy®

YGF

YGIB

YGL
Cruzamentos e YGHC
Conexão com hastes CaboXCabo
YGHA
YGHC YGHP YGHR
YGA
CaboXCabo CaboXHaste CaboXHaste
Terminais

YGL
YGIBW YGS
YGLR
YGIBS YGHS
Cruzamentos
Aterramento estruturas Emendas
Todos os componentes são identificados
Conforme Normas Técnicas

National Fire Protection Association

IEEE

Underwriters Laboratories

CSA

NBR5419
CONECTORES PARA DERIVAÇÕES EM REDES SECUNDÁRIAS SUBTERRÂNEAS E GALERIAS:
 Condomínios Residenciais
 Condomínios Empresariais
 Condomínios Universitários
 Complexos Hospitalares
 Redes Públicas
 Conexões em redes com condutores de cobre ou alumínio.
 Cada peça é embalada e etiquetada individualmente.
 Fornecidos com parafusos tipo ALLEN de alumínio.
 Isolamento em borracha EPDM de alta qualidade
 Fornecidos com composto inibidor
 Instalação direta no solo
Sistema usado para conexões em redes subterrâneas para melhorar a qualidade e segurança.
 Opções de distância entre saída dos terminais:
 35 mm – código com sufíxo “S”
 38 mm – código com sufíxo “L”
TECNOLOGIA PARA DERIVAÇÕES EM REDES SUBTERRÂNEAS E GALERIAS .
Conectores MULTITAP
Conectores MULTITAP

CONECTORES PARA DERIVAÇÕES EM REDES SECUNDÁRIAS AÉREAS.


CONEXÃO PERFURANTE , NÃO NECESSITA FERRAMENTAS ESPECIAIS

 APLICAÇÃO SIMPLES E RÁPIDA


 FACILIDADE DE MANUTENÇÃO
 EVITA DESENCAPAMENTO DO CABO
 CONECTAQ E DESCONECTA VÁRIAS VEZES
 SEGURANÇA NAS CONEXÕES
 EVITA CHOQUE ELÉTRICO
 CONFORME NORMAS :
NFC 33-020/33-004 – Desempenho elétrico
NFC 33-003 – Resistência à corrosão
ASTM G 155 – Envelhecimento climático
ASTM G 153 – Resistência dos componentes ao intemperismo
Conectores MULTITAP

CONECTORES PARA DERIVAÇÕES EM REDES SECUNDÁRIAS AÉREAS.


CONEXÃO PERFURANTE , NÃO NECESSITA FERRAMENTAS ESPECIAIS

 1 CONEXÃO PRINCIPAL
 4 SAÍDAS SECUNDÁRIAS
 1 SAÍDA ILUMINAÇÃO
 1 SAÍDA ATERRAMENTO

 CONEXÃO PRINCIPAL : 35 a 150mm²


 DERIVAÇÕES : 6 a 25mm²
Ferramentas e Matrizes para compressão

► Facilidade , rapidez ,
segurança e economia nas
compressão com alicate
manual ou hidráulico
Burndy®

► Gravação do índice de matriz


YA
facilidade na manutenção

► Compressão
Hexagonal
Indentação
Circunferencial

HEXAGONAL IDENTAÇÃO CIRCUNFERENCIAL


Ferramentas e Matrizes para compressão

Tipos de compressão

HEXAGONAL

CIRCULAR

INDENTADA
Ferramentas e Matrizes para compressão

Após a compressão praticamente todo o ar é removido, deixando


uma massa homogênea apertada do conector e cabo.
Ferramentas Sacabocato

Aplicação – Furação em Chapas


Ferramentas Mecânicas Manuais
Aplicação – Terminais Pré Isolados

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas Manuais com Catraca
Aplicação – Terminais Pré isolados

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas Manuais com Catraca
Aplicação – Terminais Tubulares

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas Manuais com Catraca
Aplicação – Terminais Tubulares e Pré Isolados

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas
Aplicação – Terminais Telefonia e Internet

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas Manuais
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Mecânicas Manuais
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas Manuais
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas Manuais
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas Manuais
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas à Bateria
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas à Bateria
Aplicação – Terminais sem isolação

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Cortes de Cabos
Aplicação – Corte de Cabos Aliuminio / Cobre /
ACSR Alum.com Alma de aço / Haste de Aterramento

Presentation Hyground 2013JAN


Ferramentas Hidráulicas Remotas
Aplicação – Terminais sem isolação

Y81KFTMBH ou Y4PCMBH
Condutores 6-500mm2

Presentation Hyground 2013JAN


Acessórios
Acessórios para aplicação em cabeçotes para
corte e ou compressão

Presentation Hyground 2013JAN


Acessórios

Matrizes em Aço Inox – EXCLUSIVIDADE


As matrizes de aplicação dos conectores HYGROUND são
intercambiáveis entre todas as Ferramentas disponíveis em
nossa linha de produtos.
Marcelo Lopes

Suporte Técnico
Assist.Técnica

Email:
mlopes@Burndy.com

Cel. 98385-9731

OBRIGADO !!