Você está na página 1de 17

ESCOLA MUNICIPAL VIRGILIO DE MEDEIROS

Alunas: Micaele Marcos dos Santos, Maria Clara


Gomes e Daniele Teixeira de Oliveira.
Série: 9º “C”
Professora: Viviane
SUMÁRIO
Introdução
O que foi o Fascismo
Porque utilizar o termo Fascismo?
Programa Fascista Italiano
Características gerais dos movimentos fascistas
Propaganda italiana
Culto à Mussolini
Mas Mussolini não ficou sozinho ... Eis que surge ele... Hitler!
Nazismo: Origem
O fascismo e a Igreja Católica
Fim da 2ª Guerra Mundial e o fim dos regimes de Mussolini e Hitler
INTRODUÇÃO

 Fascismo é uma doutrina totalitária desenvolvida por Benito Mussolini


na Itália, a partir de 1919 e durante seu governo (1922–1943 e 1943–
1945).
 O nazismo, conhecido oficialmente na Alemanha como nacional-
socialismo (em alemão: Nationalsozialismus), é a ideologia praticada
pelo Partido Nazista da Alemanha, formulada por Adolf Hitler, e adotada
pelo governo da Alemanha Nazi de 1933 a 1945, inspirada no
Fascismo.
 Os dois foram regimes totalitários num período de revolta com o tratado
de versalhes, onde tanto os italianos, mas mais os alemães queriam
vingança dos países da Triplice Entente, formada pela Inglaterra,
França e Rússia, depois substituída pelos Estados Unidos.
O que foi o fascismo?
 Uma ditadura antiesquerdista
cercada de entusiasmo popular
criando uma combinação
inesperada
 Inesperada por contar com o
apoio da direita industrial,
preocupada com a
reconstrução econômica dos
países, e ao mesmo tempo a
afirmação da esperança de um
povo que via nesses governos
a chance de se obter uma vida
melhor
Por que utilizar o termo
fascismo?
Termo italiano que remete ao fascio
latino

O fascio é uma representação de


um machado cercado por um feixe
Fascio de varas que significa a autoridade
do estado

Com o fim da 1ª Guerra o termo


passou a ser utilizado por
Mussolini para descrever o
Estado de ânimo dos grupos
reunidos ao seu redor
Programa fascista Italiano
•Nacionalismo- os italianos pretendiam
ampliar sua influência nos Balcãs e no
Mediterrâneo ( interesses sufocados
com o fim da 1ª Guerra)
•Sufrágio feminino, voto aos 18 anos
•Criação de uma nova constituição, com
poderes concentrados no Executivo
•Jornada de 8 horas
•Obs: Os ideais pregados por Mussolini
alinhavam os interesses de todas as
camadas da sociedade, o que lhe
conferiu grande apoio.
Características gerais dos
movimentos fascistas
 Antiliberais
 Anti-comunistas
 Ultradireitistas
 Culto ao líder
 Utilização da propaganda de massa
 Polícia secreta- violência ativa
 Nacionalismo
 Autoritarismo
 O governo atingindo diretamente a população com a
redução da ação das redes sociais
 Indivíduos com direitos apenas dentro do quadro de
interesses comunitários
 Xenofobismo
 Militarismo
Propaganda italiana
Culto à Mussolini
Mas Mussolini não ficou
sozinho ... Eis que surge
ele... Hitler!
Nazismo: Origem
 Regime político de caráter autoritário que se
desenvolve na Alemanha durante as sucessivas
crises da República de Weimar (1919-1933). Baseia-se
na doutrina do nacional-socialismo, formulada por
Adolf Hitler (1889-1945), que orienta o programa do
Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores
Alemães (NSDAP). A essência da ideologia nazista
encontra-se no livro de Hitler, Minha Luta (Mein
Kampf). Nacionalista, defende o racismo e a
superioridade da raça ariana; nega as instituições da
democracia liberal e a revolução socialista; apóia o
campesinato e o totalitarismo; e luta pelo
expansionismo alemão.
O fascismo e a Igreja
Católica
 Tratado de Latrão (1929) – Mussolini
reconheceu o Estado Independente do
Vaticano, um desejo alimentado pela
Igreja por anos...
Fim da 2ª Guerra Mundial e o
fim dos regimes de Mussolini
e Hitler
CONCLUSÃO
 Fascismo foi um governo ditatorialimplantado no
período pós-guerra, gerado pelas crises econômicas e
sociais e liderado por Benito Mussolini.
 Obteve diversas características, porém todas levavam
a um único fim, tudo o que ali se realizava teria de ser
em prol ao governo e nada contra a ele.
 A educação tinha como objetivo principal, que as
pessoas formadas em escolas a partir da época de
implantação do regime, garantissem o progresso
econômico e histórico da nação.
BIBLIOGRAFIA

 www.mises.org.br/Article.aspx?id=1343
 www.infoescola.com.br
 www.yahoo.com.br
 www.grupoescolar.com.br
 www.ordemlivre.org/2008/02/a-
economia-do-fascismo/