Você está na página 1de 23

SIGNOS NA

LINGUAGEM
PUBLICITÁRIA
Fabííola de Mesquita

Semiologia • Publicidade & Propaganda • Uniceuma


SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

A conscientização sobre a variação


linguística constitui-se em um recurso
expressivo de grande valor para a
construção de um texto publicitário, pois a
utilização da linguagem regional, ou
informal, ou formal é um ótimo mecanismo
para construir mensagens coerentes e
criativas.
- Lucilene Gonzales

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

DENOTAÇÃO
SIGNO LIGUIÍSTICO
RELAÇAÃ O SIGNIFICANTE/SIGNIFICADO
USO LITERAL
VERBAL = NAÃ O-VERBAL

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

CONOTAÇÃO
SIGNO ARBITRAÍ RIO
VAÍ RIOS SIGNIFICADOS
USO FIGURATIVO
VERBAL + NAÃ O-VERBAL

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

HOMONÍMIA
JOGO DE PALAVRAS
FUNÇOÃ ES DIVERSAS
SENTIDOS DIVERSOS

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

POLISSEMIA
JOGO DE SENTIDOS
AMBIGUIDADE DE EXPRESSAÃ O
INTERAGE COM O PUÍ BLICO

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
SIGNOS NA LINGUAGEM PUBLICITÁRIA

Para compreender a ambiguidade de


sentidos existente nos títulos dos
anúncios(...), é preciso levar em conta a sua
significação contextual, inseri-los no
contexto maior, ou seja, analisá-los
conjuntamente com a imagem, o texto, a
marca, o slogan, pois é esse conjunto de
elementos que vai permitir a depreensão
dos vários significados existentes numa só
palavra ou expressão.
- Lucilene Gonzales

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

QUESTÕES

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Ferdinand de Saussure e Charles Sanders Peirce são tidos como os


criadores, respectivamente, da Semiologia e da Semiótica, que são ambas
ciências da linguagem que tratam da comunicação através dos signos,
incluídos, dentre eles, as imagens. No que diz respeito as abordagens de
Saussere e de Peirce, é correto afirmar que elas diferem porque:

a) as duas abordagens se aplicam preferencialmente ao signo da


linguagem verbal.
b) a abordagem de Saussure se limita às imagens enquanto de Pierce é
mais geral.
c) Saussure descreve duas instâncias de todo e qualquer signo: o
significante e o significado, enquanto Peirce apresenta uma classificação
de três tipos de signo com relação ao seu objeto: ícone, índice e símbolo.
d) ambas as abordagens não se ocupam do signo escrito: a palavra.
e) Peirce descreve duas instâncias de todo e qualquer signo: o significante
e o significado, enquanto Saussure apresenta uma classificação de três
tipos de signo com relação ao seu objeto: ícone, índice e símbolo.
Fabííola de Mesquita • Semiologia
Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Ferdinand de Saussure e Charles Sanders Peirce são tidos como os


criadores, respectivamente, da Semiologia e da Semiótica, que são ambas
ciências da linguagem que tratam da comunicação através dos signos,
incluídos, dentre eles, as imagens. No que diz respeito as abordagens de
Saussere e de Peirce, é correto afirmar que elas diferem porque:

a) as duas abordagens se aplicam preferencialmente ao signo da


linguagem verbal.
b) a abordagem de Saussure se limita às imagens enquanto de Pierce é
mais geral.
c) Saussure descreve duas instâncias de todo e qualquer signo: o
significante e o significado, enquanto Peirce apresenta uma classificação
de três tipos de signo com relação ao seu objeto: ícone, índice e símbolo.
d) ambas as abordagens não se ocupam do signo escrito: a palavra.
e) Peirce descreve duas instâncias de todo e qualquer signo: o significante
e o significado, enquanto Saussure apresenta uma classificação de três
tipos de signo com relação ao seu objeto: ícone, índice e símbolo.
Fabííola de Mesquita • Semiologia
Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Tanto a teoria da comunicação de massa quanto a teoria de comunicação


em geral refletem correntes de pensamento extraídas fundamentalmente
da psicologia, da psicologia social e da sociologia. Alguns autores
compartilharam dos mesmos modelos ou escolas principais, no estudo da
comunicação, com perspectivas mais abrangentes, sendo elas a
processual e a semiótica. Acerca desse assunto, é correto afirmar que a
semiótica:

a) concebe a comunicação como transmissão de mensagens por meio da


qual se procura produzir determinado efeito sobre os receptores.
b) foca em questões de eficácia e de exatidão da comunicação.
c) relaciona-se, sobretudo, com as ciências sociais – a sociologia e a
psicologia.
d) concebe a comunicação como produção e troca de significados,
resultante da interação das pessoas com as mensagens ou textos.
e) centra-se nos aspectos pertinentes às diferenças sociais entre
emissores e receptores, buscando resolver conflitos de opiniões.
Fabííola de Mesquita • Semiologia
Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Tanto a teoria da comunicação de massa quanto a teoria de comunicação


em geral refletem correntes de pensamento extraídas fundamentalmente
da psicologia, da psicologia social e da sociologia. Alguns autores
compartilharam dos mesmos modelos ou escolas principais, no estudo da
comunicação, com perspectivas mais abrangentes, sendo elas a
processual e a semiótica. Acerca desse assunto, é correto afirmar que a
semiótica:

a) concebe a comunicação como transmissão de mensagens por meio da


qual se procura produzir determinado efeito sobre os receptores.
b) foca em questões de eficácia e de exatidão da comunicação.
c) relaciona-se, sobretudo, com as ciências sociais – a sociologia e a
psicologia.
d) concebe a comunicação como produção e troca de significados,
resultante da interação das pessoas com as mensagens ou textos.
e) centra-se nos aspectos pertinentes às diferenças sociais entre
emissores e receptores, buscando resolver conflitos de opiniões.
Fabííola de Mesquita • Semiologia
Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

A Semiótica peirciana, de Charles Sanders Peirce (1839-1914),


está fundamentada em três categorias de base que são, segundo
ele, categorias do pensamento e da natureza. Quais são elas?

a) Primeiridade, secundidade e terceiridade.


b) Razão, ação e emoção.
c) Rema, discurso e argumento.
d) Sintaxe, semântica e pragmática.
e) Efusão, símbolo e alegoria.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

A Semiótica peirciana, de Charles Sanders Peirce (1839-1914),


está fundamentada em três categorias de base que são, segundo
ele, categorias do pensamento e da natureza. Quais são elas?

a) Primeiridade, secundidade e terceiridade.


b) Razão, ação e emoção.
c) Rema, discurso e argumento.
d) Sintaxe, semântica e pragmática.
e) Efusão, símbolo e alegoria.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Em relação aos níveis de linguagem, há um direto, imediato,


encontrado no dicionário e outro figurado, poético,
imaginativo.” Indique abaixo a resposta CORRETA que apresenta
estes dois níveis.

a) Língua e linguagem.
b) Denotação e conotação.
c) Fala e escrita.
d) Diático e Triádico
e) Nenhuma das alternativas.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Em relação aos níveis de linguagem, há um direto, imediato,


encontrado no dicionário e outro figurado, poético,
imaginativo.” Indique abaixo a resposta CORRETA que apresenta
estes dois níveis.

a) Língua e linguagem.
b) Denotação e conotação.
c) Fala e escrita.
d) Diático e Triádico
e) Nenhuma das alternativas.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Para dar significado a suas comunicações, as pessoas recorrem a signos,


que se organizam em sistemas de signos. Este texto, por exemplo, é
constituído por signos individuais — as palavras —, por sua vez,
organizados em um sistema de signos, a língua. É um texto codificado. O
receptor vai entendê-lo porque conhece o código. A semiótica — ou
semiologia — é a ciência que estuda os signos, os sistemas de signos e a
cultura em que os signos existem. (SOUSA, J P. Elementos de teoria e pesquisa da
comunicação e da mídia. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004, p. 45, com adaptações.)

A partir do texto acima e das reflexões da semiótica acerca dos signos,


assinale a opção correta.
a) os signos se restringem às palavras.
b) os signos e os sistemas de signos são abertos a interpretação.
c) há relação visível entre significante e significado dos signos arbitrários.
d) os códigos correspondem aos sistemas em que os signos se
desorganizam.
e) o sentido se constrói, a despeito da decodificação.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

Para dar significado a suas comunicações, as pessoas recorrem a signos,


que se organizam em sistemas de signos. Este texto, por exemplo, é
constituído por signos individuais — as palavras —, por sua vez,
organizados em um sistema de signos, a língua. É um texto codificado. O
receptor vai entendê-lo porque conhece o código. A semiótica — ou
semiologia — é a ciência que estuda os signos, os sistemas de signos e a
cultura em que os signos existem. (SOUSA, J P. Elementos de teoria e pesquisa da
comunicação e da mídia. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004, p. 45, com adaptações.)

A partir do texto acima e das reflexões da semiótica acerca dos signos,


assinale a opção correta.
a) os signos se restringem às palavras.
b) os signos e os sistemas de signos são abertos a interpretação.
c) há relação visível entre significante e significado dos signos arbitrários.
d) os códigos correspondem aos sistemas em que os signos se
desorganizam.
e) o sentido se constrói, a despeito da decodificação.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO
Considerando-se os fundamentos sobre as Teorias dos signos e das linguagens:

I. Os elementos básicos de constituição do signo genuíno, proposto pelo teórico


Charles Sanders Peirce, são o representamen ou signo, o objeto e o interpretante.

PORQUE

II. Ao se comparar o signo linguístico de Ferdinand Saussure com o signo triádico


de Peirce, é correto afirmar que apenas o primeiro contempla a relação existente
entre a representação e o objeto representado.

Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.


a) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa
da I.
b) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
c) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
d) As asserções I e II são proposições falsas.
e) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO
Considerando-se os fundamentos sobre as Teorias dos signos e das linguagens:

I. Os elementos básicos de constituição do signo genuíno, proposto pelo teórico


Charles Sanders Peirce, são o representamen ou signo, o objeto e o interpretante.

PORQUE

II. Ao se comparar o signo linguístico de Ferdinand Saussure com o signo triádico


de Peirce, é correto afirmar que apenas o primeiro contempla a relação existente
entre a representação e o objeto representado.

Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.


a) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa
da I.
b) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
c) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
d) As asserções I e II são proposições falsas.
e) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA
REVISÃO

BOA PROVA

Fabííola de Mesquita • Semiologia


Publicidade & Propaganda • UNICEUMA