Você está na página 1de 24

Terminologia Musical

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


1
Conceitos de base

 Nota = [altura, início, duração, intensidade] //vetor


• Altura  Frequência da fundamental
• Intensidade  amplitude
• Início pode ser determinado pelo final do evento anterior

 Melodia
• Sucessão de notas
• Na música popular, está associada à letra

 Harmonia
• Combinação concomitante de notas
• Na música popular, está associada ao acompanhamento

 Contraponto
• Superposição harmonicamente consistente de melodias

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


2
Perguntas

 Qual o mapeamento entre as freqüências (20Hz a


20KHz) e as alturas efetivamente utilizadas na
música ocidental tradicional?

 Idem para às intensidades e durações

 Que tipo de notação é usada para representar a


música?

 Que tipo de instrumento pode tocar que notas?

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


3
Altura
 Audição Humana
• Extensão:  20 a 20.000 Hz
• Podemos distinguir  1.400 mudanças de
frequência
• Escalas Musicais Ocidentais tradicionais utilizam
somente 120 frequências divididas em
– 10 blocos com 12 notas (oitavas)
– agrupadas de 7 em 7 (Tonalidades)

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


4
Filtragem Cultural...

12 notas x 10 oitavas = 7 notas principais


1400 freqüências 120 notas x 10 oitavas =
diferentes 70 notas

v v v v v v v v v v v v v v v

do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si

7 notas (teclas brancas)


+ 5 notas (teclas pretas)
= 1 oitava 5
Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE
Oitava
 Conceito fundamental na evolução cultural que
levou à seleção das 7x10 notas

 Sensação auditiva de mesma nota em alturas


diferentes

264 Hz Freqüência
Si1 Lá1
198 Hz
Sol1
132 Hz Dó2
Mi2
Ré2 Fá1
89 Hz
Dó1
66 Hz Mi1
Ré1

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


6
Divisão da Oitava
(Musica tradicional ocidental)
 Divide-se a oitava em 12 intervalos iguais
chamados semitons (2 semitons = 1 tom)

 Nomeia-se 7 notas (do, re, mi, fa, sol, la, si) mais
as alterações (operadores)
• Sustenido (#) para aumentar um semitom
• Bemol (b) para baixar um semitom e um tom
respectivamente

dó# ré# fá# sol# la# sustenidos Freqüência


réb mib solb láb sib bemóis

v v v v v v v v v v v v v v v

do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si

------ 1ª oitava ------ ------ 2ª oitava ------ ------ 3ª oitava ------


Tonalidade
 Tonalidade
• Determina o centro tonal: “7 notas principais” a serem
usadas nas construção dos acordes e melodias...
• modulação = mudança de tonalidade

 2 Modos (padrões para extração das “notas”


entre as 12 que subdividem a oitava)
• Modo Maior
– Tom, tom, semitom, tom, tom, tom, semitom
• Modo menor
– Tom, semitom, tom, tom, semitom, tom, tom

v v v v v v v v v v v v v v v

do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


8
Tonalidade
v v v v v v v v v v v v v v v

do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si do re mi fa sol la si

 Exemplos de tonalidades (escalas)


• Do maior = do, re, mi, fa, sol, la, si, do
• Sol maior = sol, la, si, do, re, mi, fa#
• Re menor = re, mi, fa, sol, la, sib

 Importante
• A melodia e harmonia são composta essencialmente
das notas da tonalidade!!!

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


9
Notação de Altura

 Pauta
• 5 linhas horizontais: Altura de uma figura é indicada
pelo seu posicionamento vertical
 Claves
• Definem as alturas de referência

Clave de Sol

Clave de Fa

 Alterações
Convenções de Notação
 Sistemas
• Latino: Do, Re, Mi, Fa, Sol, La, Si
• Anglo-saxônico: A, B, C, D, E, F, G (= la, si, do, re, ...)

 La central = 440 Hz e Do central = 261,63 Hz

 Identificação das oitavas

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


11
Equivalência

 Nota Midi, nome e oitava, notação na partitura,


freqüência
• http://www.cin.ufpe.br/~musica/aulas/Chart_Pitch_1.pdf

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


12
Duração
 Duração de um som
• Lapso de tempo entre o início e o final do mesmo

 Notação
• Figuras Rítmicas
– Unidades de duração relativas e dependentes de um
determinado andamento
– Semibreve, mínima, semínima, colcheia, semicolcheia,
fusa, semifusa e quartifusa

4 2 1 1/2 1/4 1/8 1/16 1/32

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


13
Andamento ou Tempo

 Indicador da velocidade de execução das notas


e/ou figuras

 2 Formas
• Precisa: ‘
– Metrônomo
• Subjetiva
– Largo
– Adagio
– Andante
– Moderato
– Allegro
– Presto

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


14
Compassos

 Delimitam as pulsações mais fortes (cíclicas)

 São indicados na pauta por barras verticais, indicando o


ritmo

 Compassos Simples
• Binário, ternário e quaternário com seus múltiplos

 Expresso em forma de fração (sem a linha horizontal) onde:


• Fração = Unidade de compasso com semibreve = 1 (4/4)
• Numerador = número de tempos quando simples ou misto
• 1/Denominador = unidade de tempo quando simples ou
misto

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


15
Dinâmica (intensidades)

 Dinâmica
• Magnitude da sensação auditiva produzida por um
estímulo sonoro
• Depende primariamente da intensidade do estímulo
sonoro
• Notação musical é relativa e subjetiva
– Pianisissimo (ppp)
– Pianissimo (pp)
– Piano (p)
– Mezzo piano (mp)
– Mezzo forte (mf)
– Forte (f)
– Fortissimo (ff)
– Fortisissimo (fff)
– Crescendo (<) e Decrescendo (>)
– Acentos diversos

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


16
Instrumentos Musicais

A engenharia por trás da música...

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


17
Instrumentos Musicais

 Sistema mecânico, elétrico, eletrônico ou digital


capaz de produzir um ou mais sons (musicais)
 Tipos
• Cordas
– Dedilhadas
– Fricicionadas
– Percutidas
• Sopros
– Embocadura livre
– Palheta simples e dupla
– Bocal
– Cordas Vocais
• Percussão
– Altura definida e Altura indefinida
• Elétricos, eletrônicos e Digitais

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


18
Timbre

 Conteúdo Espectral

 Caracteriza-se por:
• Quantidade, intensidade, distribuição e relação de fase
dos parciais
• Envoltória dos mesmos

 Pode variar segundo outros fatores


• Modo de excitação (maneira de tocar)
• Acústica do ambiente
• Ressonância do sistema
• Resposta de frequência do sistema

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


19
Resposta em
freqüência de
alguns
instrumentos

Obs: inclui todos os parciais!

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


20
Faixa de
Intensidade

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


21
Faixas de freqüência e intensidade

O que os seres humanos escutam

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


22
Envoltória

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


23
Referências

 Maria Luísa Prioli. Princípios básicos da Música para a


Juventude

 Harry Olson. Music, Physics and Engineering. Dover Pub.


1967

 J. Pierce. The science of musical sound. New York:


Scientific American Books, 1983.

Geber Ramalho & Osman Gioia - UFPE


24