Você está na página 1de 13

INTRODUÇÃO À

ELETROTERMOFOTOTERAPIA
Professora Nely Varela
UNIDADES UTILIZADAS
• Frequência: Hz ou pps
• Energia: Joules
• Tempo: s, ms, µs ou ns
• Potência: W
• Intensidade: A

• 1º Exercício: Conversão de Unidades


1h  ? m e ? s
1kJ  ? J
1 A  ? mA
1W  ? mW
CONTEXTUALIZAÇÃO
• A eletrotermofototerapia é uma disciplina que aborda parte dos recursos utilizados como
ferramentas da fisioterapia.

• Trata-se de procedimentos realizados através de equipamentos geradores de sinais


elétricos, que buscam facilitar a recuperação de estruturas e funções comprometidas em
sua saúde global.

• Matérias abordadas nas disciplinas biologia celular, física básica e biofísica,


respectivamente.
OBJETIVO GERAL
• Compreender os conteúdos da Eletrotermofototerapia, com seus conceitos,
características, aplicações e efeitos fisiológicos, bem como efeitos terapêuticos,
indicações e contraindicações.

• Demonstrar a utilização prática, cuidados com pacientes e equipamentos;

• Habilitar o aluno a eleger a melhor indução terapêutica para alcançar o objetivo do


tratamento fisioterapêutico favorecendo mais um recurso terapêutico na Fisioterapia a fim
de formar o profissional generalista, humanista, crítico e reflexivo.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Correlacionar os conteúdos da Eletrotermofototerapia com as demais disciplinas;
• Proporcionar ao aluno embasamento teórico dos conhecimentos básicos de fisiologia da
cicatrização, reparo tecidual e fisiologia da dor;
• Proporcionar ao aluno embasamento teórico e prático para utilização dos recursos
físicos; térmicos, elétricos e luminosos;
• Proporcionar o reconhecimento das indicações, contraindicações, efeitos fisiológicos e
terapêuticos, bem como dosimetria e técnicas de aplicação das modalidades
terapêuticas;
• Aplicar os recursos eletrotermofototerapêuticos de forma a desenvolver habilidade no
manuseio e interação com o paciente;
• Desenvolver uma postura crítica e decisiva quanto a utilização dos recursos físicos;
térmicos, elétricos e luminosos em fisioterapia;
• Estabelecer um raciocínio lógico, baseado no conhecimento científico, quanto à
aplicabilidade desses recursos como agente Terapêutico.
NOVOS PROFISSIONAIS NO MERCADO

PESQUISAS PRINCIPALMENTE NO ÂMBITO UNIVERSITÁRIO

NOVAS ABORDAGENS E INDICAÇÕES

NOVOS EQUIPAMENTOS MAIS CONFIÁVEIS

NOVOS FABRICANTES - CONCORRÊNCIA


CONCEITO

“Consiste na aplicação da corrente elétrica com finalidade terapêutica.


Podemos dizer também que consiste na aplicação de energia
eletromagnética ao organismo, com o fim de produzir sobre ele reações
biológicas e fisiológicas.”
AGENTES FÍSICOS
• Agentes cinéticos ou mecânicos
• Cinesio e Massoterapia
• US e Ondas de BF

• Agentes Térmicos
• Mantas e Compressa Quentes
• Crioterapia

• Agentes elétricos
• BF  MF  AF

• Agentes luminosos
• Fototerapia / LEDs / ILP
ELETROTERMOFOTOTERAPIA

TERMO ELETRO FOTO

FORNO DE BIER
MCROCORRENTE ULTRAVIOLETA
PARAFINA
TENS INFRAVERMELHO
TURBILHÃO
CORRENTE INFERTEFENCIAL LASER
COMPRESSAS QUENTES E FRIAS

ULTRASSOM CORRENTE GALVÂNICA


ONDAS CURTAS FES
MICROONDAS CORRENTE RUSSA
REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA
INTERAÇÃO DOS AGENTES FÍSICOS COM O
MEIO BIOLÓGICO
Interação Física com o meio biológico

Resposta Primária  (bio)química + nível celular

Resposta Secundária  Nível tissular + orgânico

Adequada Inadequada

Ação terapêutica Ação lesiva


EXERCÍCIOS PARA CASA

1. Transformar 1s em µs
2. 350µs em ms
3. 430µs em s
4. 75µs em s
5. 50kJ em J
6. 3,2J em kJ
7. 80kJ em J
8. 2000mW em W
9. 12W em mW
PRÓXIMA AULA:
TERMORREGULAÇÃO

Você também pode gostar