Você está na página 1de 37

Área – Educação Física Aptidão Física e Condicionamento Físico

Ensino Médio, 2º Ano

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

É comum ouvimos nos meios de comunicação e de profissionais da área da saúde a afirmativa de que atividade física é saúde. Que ter aptidão física é sinônimo de vida saudável. Mas será que essa afirmação é verdadeira? Para respondermos a esta questão é necessário compreendermos os conceitos de atividade física, condicionamento físico, aptidão física e saúde.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Conceitos Importantes

Atividade Física: é todo movimento corporal produzido pelos músculo esqueléticos em que há gasto de energia.

Aptidão Física: é a capacidade física suficiente para lidar com as necessidades somáticas da vida. (Scully 1990 em Dicionário

Crítico de Educação Física).

Condicionamento Físico: é o processo pelo qual o indivíduo torna seu corpo apto a desenvolver uma atividade.

Saúde: A Organização Mundial de Saúde (OMS) define que "saúde é o completo bem-estar físico, mental e social e não a simples ausência de doença“ (1).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Durante muito tempo, predominou o entendimento de que saúde era sinônimo de ausência de doenças físicas e mentais. Nesse sentido, os serviços de saúde privilegiaram, na sua organização, a atenção médica curativa. E é com base nesse entendimento que boa parte dos profissionais dessa área, principalmente da Educação Física, propagam a afirmativa de que atividade física é saúde.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Partindo do entendimento de saúde como resultado das condições de vida do ser humano (educação, moradia, alimentação, trabalho, lazer, cultura e serviços de saúde de qualidade), podemos afirmar que a atividade física em si não é sinônimo de saúde, mas sim um elemento que pode colaborar para que o ser humano viva melhor. Para se ter saúde é necessário ter acesso aos elementos básicos que dão as condições ao ser humano para viver uma vida digna.

Para compreendermos melhor as contribuições que a atividade física traz à nossa saúde precisamos conhecer o corpo humano, as modificações causadas pela atividade física nos sistemas cardiovascular, respiratório e locomotor\condicionamento físico e como aferir a aptidão física e a composição corporal.

Imagem: LadyofHats / Domínio público

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Conhecimentos Básicos do Corpo Humano

SISTEMA CARDIOVASCULAR

Composto pelo: Coração, sangue, veias, vênulas, artérias, arteríolas e capilares.

Função: a Função básica do sistema cardiovascular é levar material nutritivo

e

oxigênio

às

células.

O sistema

circulatório é um sistema fechado, sem

comunicação com o exterior,

constituído

chamados

por

vasos,

percussora

que

tubos,

e por

que

são

uma

bomba

tem

como

função

impulsionar o sangue por toda a rede vascular (2).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Circulação Pulmonar e Sistêmica

Circulação Pulmonar - leva sangue do ventrículo direito do coração para os pulmões e de volta ao átrio esquerdo do coração. Ela transporta o sangue pobre em oxigênio para os pulmões, onde é liberado o dióxido de carbono (CO2) e onde é recebido oxigênio (O2). O sangue oxigenado, então, retorna ao lado esquerdo do coração para ser bombeado para circulação sistêmica

(3).

Circulação Sistêmica - é a maior circulação; ela fornece o suprimento sanguíneo para todo o organismo. A circulação sistêmica carrega oxigênio e outros nutrientes vitais para as células, e capta dióxido de carbono e outros resíduos das células

(4).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Alterações Provocadas pela Atividade Física Regular no Sistema Cardiovascular

  • Aumento do tamanho dos vasos sanguíneos.

  • Aumento da circulação sanguínea.

  • Melhora a eficiência no retorno venoso.

  • Melhora a eficiência cardíaca.

  • Diminuição da pressão arterial sistêmica, da frequência

cardíaca e da vulnerabilidade à arritmia.

  • Reduz obstruções nas paredes dos vasos, diminuindo

problemas como: aterosclerose (placas de gordura), " derrames cerebrais" e infartos (5).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

SISTEMA RESPIRATÓRIO

Composto pelo: nariz e cavidade nasal, faringe, laringe, traquéia, pulmões, brônquios, bronquíolos e alvéolos.

Função: a função

do

sistema respiratório é facultar ao

organismo uma troca de gases com o ar atmosférico,

assegurando permanente concentração

de

oxigênio

no

sangue,

necessária

para

as

reações

metabólicas,

em

contrapartida serve como via de eliminação de gases residuais que resultam dessas reações e que são representadas pelo gás carbônico (6).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Imagem: Lordpuppet / Domínio público. Tradução

Imagem: Lordpuppet / Domínio público. Tradução nossa.

Imagem: Patrick J. Lynch, medical illustrator / Creative Commons Attribution 2.5 License 2006

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Alterações Provocadas pela Atividade Física Regular no Sistema Respiratório

  • Aumento da capacidade do transporte de oxigênio e maior conteúdo de oxigênio no sangue.

  • Diminuição da frequência respiratória em repouso.

  • Reduz

a

ocorrência

de

gripes,

respiratórias em geral.

resfriados

e

infecções

  • Melhora a capacidade pulmonar.

  • A atividade física aumenta a rede de pequenos vasos que irrigam os alvéolos pulmonares (estruturas de troca de gases), melhorando o aproveitamento de oxigênio pelo pulmão. Desse modo, a respiração fica mais eficiente (7).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

SISTEMA LOCOMOTOR

Composto pelo: músculos, ossos e articulações.

A função mais importante do esqueleto é sustentar, na totalidade, o corpo, dando-lhe forma, tornando possível a locomoção ao fornecer ao organismo material duro e consistente capaz de sustentar os tecidos moles contra a força da gravidade. A união de dois esqueletos, o esqueleto ósseo e o esqueleto muscular, permite ao corpo humano erguer-se do chão e mover-se sobre diferentes superfícies através de um conjunto de movimentos executados por ossos e músculos (8).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

O esqueleto ósseo possui funções de proteção, sustentação e locomoção apresentando entre seus órgãos as vértebras que formam, em seu conjunto, a coluna vertebral, atribuindo proteção a importante segmento do sistema nervoso central.

O Sistema muscular tem como funções:

  • - Participação na realização de movimentos pelo corpo.

  • - Manutenção da postura corporal.

  • - Produção de calor.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Imagem: KVDP / Domínio público
Imagem: KVDP / Domínio público
Imagem: Ioan-Mihai Gale I / CC-BY-SA-3.0
Imagem: Ioan-Mihai Gale I / CC-BY-SA-3.0

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Alterações Provocadas pela Atividade Física Regular no Sistema Locomotor

  • Reduz a gordura e aumenta a massa muscular.
    Fortalece a massa muscular.

  • Aumenta a flexibilidade dos músculos.

  • Reduz os riscos de osteoporose (enfraquecimento

dos ossos) e fraturas na velhice.

  • Estimula a proliferação dos chamados osteoblastos

(células que contribuem para o crescimento do tecido

ósseo) (9).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Testes de Aferição da Aptidão Física e Composição da Massa Corpórea

A atividade física provoca modificações no nosso corpo, tornando-o apto\condicionado para executar atividades de trabalho, esportivas e do cotidiano. Mas como aferir\medir a nossa aptidão física? Qual a relação entre composição corporal e aptidão física?

Veremos a seguir alguns testes e instrumentos de aferição da composição corporal e da aptidão física.

Frequência Cardíaca Teste de Cooper Índice de Massa Corporal (IMC) Recíproco Índice Ponderal (RIP) Índice de Adiposidade Corporal (IAC)

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Frequência Cardíaca

Frequência Cardíaca (FC) é a quantidade de vezes que o coração bate por minuto. A frequência cardíaca de uma pessoa normal varia em média 60 BPM a 90 BPM em repouso.

A FC pode ser um indicador da aptidão física de um indivíduo, já que quanto mais condicionado o indivíduo se encontra, menos esforço seu coração faz para manter as atividades vitais do corpo em repouso, desta forma menos batidas ele vai dar. Da mesma forma, quanto menos condicionado o indivíduo, maior a quantidade de batidas que o coração tem que executar.

Curiosidade: Há registros de atletas com 40 BPM em repouso!

Obs: BPM = Batimento Por Minuto

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Como aferir\medir a frequência cardíaca?

A FC pode ser medida por dois métodos:

-Manualmente

-Frequencímetro

Vamos aprender aferir\medir a FC manualmente:

1º) Coloque seus dedos indicador e médio sobre a parte inferior do

punho,

abaixo

da

base

do

polegar;

2º) Pressione firmemente os dedos planos até sentir o pulso (não use

seu polegar para medir o pulso pois há uma artéria nesse dedo que pode pulsação);

mascarar

a

3º) Com um relógio, conte os batimentos cardíacos por 6 segundos, multiplicando por 10 a quantidade de batimentos. Essa é a frequência cardíaca em repouso (10).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Sugestões de Atividades

Identifique junto com os alunos os pontos mais utilizados para a aferição da frequência cardíaca:

-Artéria Carótida (Pescoço)

Imagem: Henry Gray / Domínio público
Imagem: Henry Gray / Domínio público

- Artéria Radial (Pulso)

Imagem: Sgt. Jeanette Copeland - U.S. Air Force / Domínio público
Imagem: Sgt. Jeanette Copeland - U.S.
Air Force / Domínio público

Faça a aferição da FC dos alunos e depois peça para que eles analisem os resultados relacionando-os com seus modos de vida, a condição do ambiente onde foi aferida e outros elementos que podem interferir na coleta dos dados e nos resultados coletados.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Teste de Cooper

O Teste de Cooper foi elaborado pelo Doutor Kenneth H. Cooper em 1968 para ser usado pelas forças armadas para verificar o nível de resistência aeróbica (Capacidade de realizar atividades de longa duração e de intensidade baixa sem fadiga); um bom indicador para aferição da aptidão física. Em sua forma original, o objetivo do teste é correr o mais longe possível em 12 minutos. O teste de Cooper visa medir o condicionamento da pessoa e dessa forma deve ser corrido em um ritmo constante ao invés de sprints.

Os resultados do teste de Cooper dão uma estimativa aproximada do condicionamento físico da pessoa. As classificações ("Muito Bom", "Bom", "Médio", "Ruim" e "Muito Ruim") são baseadas no quanto a pessoa correu, sua idade e sexo.

Os teste de Cooper é, de uma forma geral, fácil e barato de fazer, especialmente para grupos grandes. Por outro lado, os resultados dependem da motivação da pessoa fazendo o teste .

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Há várias tabelas de resultados, as duas abaixo são para pessoas de 13-20 anos e 20-50 anos.

 

Muito Bom

Cooper Test (20-50+) Bom

Médio

Ruim

Muito Ruim

 
 

M

2800+ m

2400 - 2800 m< 2200 - 2399 m< 1600 - 2199 m< 1600- m

20-29

F

2700+ m

2200 - 2700 m< 1800 - 2199 m<

1500 - >1799 m<

1500- m

30-39

M

2700+ m

2300 - 2700 m< 1900 - 2299 m< 1500 - 1899 m< 1500- m

 

F

2500+ m

2000 - 2500 m< 1700 - 999 m<

1400 - 1699 m< 1400- m

40-49

M

2500+ m

2100 - 2500 m< 1700 - 2099 m< 1400 - 1699 m< 1400- m

F

2300+ m

1900 - 2300 m< 1500 - 1899 m< 1200 - 1499 m< 1200- m

50+

M

2400+ m

2000 - 2400 m< 1600 - 999 m<

1300 - 1599 m< 1300- m

F

2200+ m

1700 - 2200 m< 1400 - 1699 m< 1100 - 1399 m< 1100- m

 

Muito Bom

Teste Cooper (13-20) Bom

Médio

Ruim

Muito Ruim

 

M

2700+ m

2400 - 2700 m< 2200 - 2399 m< 2100 - 2199 m< 2100- m

 

13-14

F

2000+ m

1900 - 2000 m< 1600 - 1899 m< 1500 - 1599 m< 1500- m

 

M

2800+ m

2500 - 2800 m< 2300 - 2499 m< 2200 - 2299 m< 2200- m

 

15-16

F

2100+ m

2000 - 2100 m< 1900 - 999 m<

1600 - 1699 m< 1600- m

 

M

3000+ m

2700 - 3000 m< 2500 - 2699 m< 2300 - 2499 m< 2300- m

 

17-20

F

2300+ m

2100 - 2300 m< 1800 - 2099 m<

1700 - >1799 m<

1700- m

http://www.cdof.com.br/consult184.htm

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Aferindo a Resistência Aeróbica

Identifique um espaço na escola ou na comunidade possível de ser utilizado para fazer o teste de Cooper. Antes de fazer o teste identifique se há algum aluno que tem problema de saúde e que não pode fazer o teste.

Faça a medida do espaço. Cronometre 12 minutos e identifique a distância percorrida por cada aluno. Peça para que eles observem na tabela os resultados do teste e escrevam em seus cadernos os resultados e a classificação de sua resistência aeróbica. Peça, também, que eles façam uma análise de sua aptidão física a partir dos dados do teste de Cooper relacionando- os com seu modo de vida e suas condições de vida (acesso à prática de esportes, atividades de lazer, culturais, alimentação, moradia e trabalho).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Índice de Massa Corporal (IMC)

O IMC é um método para identificar a situação corporal do indivíduo (Peso ideal, baixo peso, sobrepeso e obesidade) correlacionando o peso a altura.

Tabela 1. Classificação do sobrepeso e da obesidade pelo IMC.

Fórmula:

IMC= P \ h²

P= Peso (Kg) h= Altura (m)

 

Classe de

Classificação

obesidade

IMC (kg/m 2 )

Baixo peso

<18,5

Normal

18,5 - 24,9

Sobrepeso

25,0 - 29,9

Obesidade

I

30,0 - 34,9

II

35,0 - 39,9

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Como coletar os dados de peso e altura?

Altura (h)

-Estar descalço ou com meias finas. -Trajar o mínimo possível de roupas, para que a posição do corpo seja vista. -Distribuir a massa corporal igualmente entre ambos os pés. -Manter os calcanhares unidos. -Realizar uma inspiração profunda e manter apneia para leitura da medida;

Peso (g)

-Estar descalço ou com meias finas. -Trajar o mínimo possível de roupas. -Posicionar-se de costas para a escala e no centro da plataforma da balança

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Caiu no ENEM 2011!!!

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Caiu no ENEM 2011!!!
Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Caiu no ENEM 2011!!!
Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Caiu no ENEM 2011!!!
Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Caiu no ENEM 2011!!!

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

O IMC não é suficiente!!!

O IMC é um cálculo realizado para conferir se seu peso está adequado para sua altura. No entanto, somente esse parâmetro não basta, porque o IMC não especifica se a massa corporal é gorda ou magra. Dessa forma, um sedentário obeso terá o mesmo IMC de um fisiculturista e a situação da composição corporal dos dois não é a mesma, nem tão pouco a sua aptidão física (12).

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Recíproco Índice Ponderal (RIP)

É um fórmula criada para identificar a situação corporal do indivíduo (baixo peso, peso normal e sobrepeso).

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Recíproco Índice Ponderal (RIP) É um

Baixo Peso

Peso Normal

Sobrepeso

> 44 cm/kg 1/3

41 a 44 cm/kg 1/3

< 41 cm/Kg 1/3

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Índice de Adiposidade Corporal

O Índice de Adiposidade Corporal é uma nova fórmula de calcular a situação corporal do indivíduo. Proposto por cientistas da Universidade do Sul da Califórnia que contestam a utilização do IMC, pois este não identifica a quantidade de gordura corporal e acaba dando a mesma classificação para uma pessoa obesa e uma pessoa musculosa.

O novo teste visa identificar a porcentagem de gordura corporal e acabar com os equívocos identificados no IMC utilizando a seguinte fórmula:

IAC= Circunferência do Quadril - 18 h (m) X

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Tabela de Classificação do Índice de Adiposidade Corporal

Sexo

Excesso de

Moderada

Ideal

Baixa

Excepcionalmente

Gordura

Baixa

Homens

> 25 %

24% - 19%

18% - 15%

14% - 11%

10% - 6%

Mulheres

> 30%

29% - 26%

25% - 20%

19% - 16%

15% - 10%

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Sugestões de Atividades

Oriente os alunos para eles fazerem os cálculo individuais do IMC, RIP e IAC.

Peça a turma que elabore um relatório individual com relação à aptidão física e à composição corporal a partir doTeste de Cooper, Frequência cardíaca, IMC, RIP e IAC.

-Orientações para o relatório:

1º) Título: Relatório Individual de Análise da Composição Corporal e da Aptidão Física

2º) Apresentação: O aluno deve descrever de que se trata o relatório, quem é o

individuo que trata a análise

do

relatório e a partir

de quais

análise. 3º) Objetivos: qual é a finalidade do relatório.

dados será feita a

4º) Metodologia: Quais os testes e cálculos utilizados, descrever cada um deles e como foram coletados os dados.

5º) Resultados: Os resultados obtidos nos testes e cálculos e suas respectivas classificações

6º) Conclusões: Relacionar os dados obtidos fazendo a análise da composição

corporal e aptidão física com o modo de vida, problemas de saúde e as condições de vida individuais.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Questões de ENEM

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Questões de ENEM A) reduzir seu
Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico Questões de ENEM A) reduzir seu
  • A) reduzir seu excesso de gordura em cerca de 1%.

  • B) reduzir seu excesso de gordura em cerca de 27%.

  • C) manter seus níveis atuais de gordura.

  • D) aumentar seu nível de gordura em cerca de 1%.

  • E) aumentar seu nível de gordura em cerca de 27%.

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico
Educação Física, 2º Ano EM Aptidão Física e Condicionamento Físico

Educação Física, 2º Ano EM

Aptidão Física e Condicionamento Físico

Questões Extras

1ª) A ___

I

___

é a circulação que leva o sangue do corpo para o coração através das ___

II

____

e do coração

para o restante do corpo através das ___

III

__.

Nessa circulação o sangue chega no ___

IV

___

do coração e é

bombeado

pelo

__

V_

através

das

_____

VI _____

para

os

pulmões.

Nos

Pulmões

o

sangue

libera

VII

______

e recolhe o ______

VIII

_____.

O sangue oxigenado chega ao ____

IX

 

do coração e é

___

 

___

bombeado pelo ____

X

______

para o restante do corpo através da ______

XI

_____.

Assinale a opção que contém os termos que completam corretamente o texto acima:

a)I- Circulação Sistêmica, II- Veias, III- Veias, IV- Ventrículo Direito, V- Ventrículo Esquerdo, VI- Veias

cavas, VII- Oxigênio, VIII- Gás Carbônico, IX- Átrio Direito, X- Ventrículo Direito, XI- Artéria Aorta.

b)I- Circulação Sistêmica, II- Artérias, III- Veias, IV- Átrio Direito, V- Ventrículo Esquerdo, VI- Artéria

Aorta, VII- Oxigênio, VIII- Gás Carbônico, IX- Átrio Direito, X- Ventrículo Direito e XI- Artéria Coronária.

c)I- Circulação Pulmonar, II- Veias, III- Artérias, IV- Ventrículo Esquerdo, V- Ventrículo Esquerdo, VI- Veias

Pulmonares, VII- Gás Carbônico, VIII- Oxigênio, IX- Átrio Direito, X- Ventrículo Esquerdo e XI- Artéria

Coronária.

d)I- Circulação Sistêmica, II- Veias, III- Artérias, IV- Átrio Direito, V- Ventrículo Direito, VI- Artérias

Pulmonares, VII- Gás Carbônico, VIII- Oxigênio, IX- Átrio Esquerdo, X-Ventrículo Esquerdo e XI- Artéria

Aorta.

  • e) I- Circulação Pulmonar, II- Veias, III- Artérias, IV- Átrio Esquerdo, V- Átrio Esquerdo, VI- Veias Cavas,

VII- Gás Carbônico, VIII- Oxigênio, IX- Átrio Esquerdo, X- Ventrículo Esquerdo e XI- Artéria Aorta.

2ª) Marque a coluna I para a afirmativas verdadeiras e a coluna II para as falsas.

I

II

Afirmativas

0

0

O sistema cardiovascular é composto por: coração, sangue, artérias, arteríolas, veias, vênulas, capilares e alvéolos.

1

1

Sangue venoso é aquele que corre nas veias e sangue arterial é aquele encontrado nas artérias.

2

2

Circulação sistêmica é aquela que começa no ventrículo direito e termina no átrio esquerdo.

3

3

Circulação Pulmonar é a circulação que leva sangue venoso do coração aos pulmões e sangue arterial dos pulmões ao coração.

4

4

Os alvéolos transferem o gás carbônico para os capilares e recebe oxigênio.

5

5

Os alvéolos transferem oxigênio para os capilares e recebem deste gás carbônico.

6

6

A troca gasosa acontece ao nível dos alvéolos nos pulmões.

7

7

O fêmur é um músculo da perna.

8

8

O sistema ósseo possui funções de proteção, sustentação e locomoção.

9

9

O bíceps braquial, o tríceps e o deltóide são músculos do membro superior.

3ª) Em uma escola do interior do Estado de Pernambuco foram feitas algumas medidas e testes para

identificar a composição corporal e a aptidão física de 5 alunos. Analise os dados abaixo.

Alunos

Teste de

Peso\Altura

Idade

Cooper

A

2300m

64kg\1,70m

14 anos

B

3200m

92kg\1,95m

17 anos

C

2100m

77kg\1,60m

16 anos

D

2900m

79,5kg\1,80m

18 anos

E

2400m

80,0\1,80m

15 anos

Tabela 1. Classificação do sobrepeso e da obesidade pelo IMC.

   

Teste Cooper (13-20)

 

Muito Bom

Bom

Médio

Ruim

Muito Ruim

 

M

2700+ m

2400

- 2700

  • 2200 2100 - 2199 m<

- 2399 m<

2100- m

13-14

 

m<

F

2000+ m

1900

- 2000

  • 1600 1500 - 1599 m<

- 1899 m<

1500- m

 

m<

M

2800+ m

2500

- 2800

  • 2300 2200 - 2299 m<

- 2499 m<

2200- m

15-16

 

m<

F

2100+ m

2000

- 2100

  • 1900 1600 - 1699 m<

- 999 m<

1600- m

   

m<

M

3000+ m

2700

- 3000

  • 2500 2300 - 2499 m<

- 2699 m<

2300- m

17-20

 

m<

F

2300+ m

2100

- 2300

  • 1800 1700 - >1799 m<

- 2099 m<

1700- m

   

m<

Classificação Baixo peso Normal Sobrepeso Obesidade I Obesidade II Obesidade mórbida

IMC (kg/m 2 )

<18,5

18,5 - 24,9 25,0 - 29,9 30,0 - 34,9 35,0 - 39,9

>=40,0

Peso

Raiz cúbica

64

kg

4

92

kg

4,5

77

kg

4,25

79,5

4,3

80,0

4,31

Analise as afirmativas abaixo e marque a alternativa correta:

a)O aluno A está com aptidão física média segundo o teste

de Cooper, mas está com sobrepeso segundo IMC e RIP.

b)O aluno B está com aptidão física muito boa e com a

composição corporal normal.

c) O aluno C está com aptidão física muito ruim e com baixo

peso.

RIP: valores normais vão de 41 a 44 cm/kg 1/3 .

d) O aluno D está com aptidão física muito boa segundo

Fórmulas : IMC= Peso\altura² RIP= altura\raiz cúbica do Peso

teste de Cooper.

e) O aluno E está com aptidão física muito ruim e

composição corporal fora dos padrões.

Tabela de Imagens

Slide

Autoria / Licença

Link da Fonte

Data do

Acesso

 

6

LadyofHats / Domínio público

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Circula

09/03/2012

tory_System_pt.svg

8

SEE-PE

Acervo SEE-PE

09/03/2012

11.a

Lordpuppet / Domínio público

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pasajes_co

09/03/2012

nductores_sisresp.jpg

11.b

Patrick J. Lynch, medical illustrator / Creative

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bronch

09/03/2012

Commons Attribution 2.5 License 2006

ial_anatomy.jpg

15.a

KVDP / Domínio público

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Muscu

09/03/2012

los_esquel%C3%A9ticos.jpg

15.b

Ioan-Mihai Gale I / CC-BY-SA-3.0

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Huma

09/03/2012

n_skeleton_back_ro.svg

20.a

Henry Gray / Domínio público

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Gray513.p

09/03/2012

ng

20.b

Sgt. Jeanette Copeland - U.S. Air Force /

http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Radial

09/03/2012

Domínio público

_pulse.jpg