Você está na página 1de 36

Administração Estratégica

Generalidades

PROF. DOUGLAS SOARES, PH.D


Administração Estratégica
Sinopse
Pequeno Histórico
Origem da Disciplina
Década 50 – Pesquisa patrocinada pela Fundação Ford, nos currículos
das Escolas de Negócio, sugeriu o ensino amplo, e focado em
problemas reais. Consolidou nos anos 70

Conceito de origem da “Estratégia”


É a arte militar, de planejar e executar movimentos e operações de
tropas, e de outros equipamentos de guerra.

Evolução dos Conceitos


1. Processo contínuo e iterativo, integrando a organização ao meio
ambiente.
2. Planos da alta administração, para atingir missão e objetivos.
3. Um plano - olhar para a frente - escola do planejamento
4. Como um padrão – consistência no comportamento ao longo do
tempo “escola do aprendizado.
Pequeno Histórico

Evolução dos Conceitos


1. Como uma posição – localização de determinados produtos ,em
determinados mercados (posição única e valiosa) –“escola do
posicionamento;

2. Como uma perspectiva – maneira fundamental da organização fazer


as coisas – “escola empreendedora”;

3. Como um truque – Manobra específica para enganar o oponente ou


concorrente – em partes – “escola do poder”

Autor
“Administração Estratégica, é um sistema de gestão, tendo como matriz,
a elaboração e a gestão de planos de longo prazo; forjados na interação e
na iteração das competências organizacionais, visando garantir à
organização, uma vantagem competitiva.”
Pequeno Histórico
Precedentes
1. Planejamento (formal ou informal);

2. Materialização;

3. Idéia sistêmica cuja execução depende de atitudes e ações;

4. Participação do estratégico, do tático e do operacional.

Benefícios
Benefícios financeiros com melhorias da lucratividade;
2. Maior comprometimento dos membros da organização
3. Cria proteção contra quaisquer surpresas do mercado
provocadas por movimentos de seus concorrentes
Pequeno Histórico
Objetivos do Planejamento Estratégico
1. Colocar a organização em ma situação privilegiada, junto ao mercado.

Natureza do Planejamento Estratégico


1. É um processo contínuo.
2. É iterativo, e jamais voltado para dentro da organização.
3. Não pode sofrer interrupção absoluta;
4. Deve ser repetido quantas vezes for necessário.
5. O processo deve se nortear pelo cenário.
6. A organização deve ser mantida como um conjunto integrado ao
seu ambiente.
7. O processo é afeto, normalmente, ao diretor-presidente (CEO) –
chief executive officer
Especificidades
Surgimento dos Estudos sobre
Administração Estratégica
Marco inicial:

Pesquisa patrocinada pela Fundação Ford e pela Carnegie Corporation

nos anos 50, nos currículos das escolas de negócio; chamada de

Relatório Gordon-Howell, recomendou o ensino sobre negócios fosse

constituído de forma mais ampla, e incluísse um curso de capacitação

em uma área chamada de política de negócios.

(Certo & Peter) (1993)


Surgimento dos estudos sobre
Administração Estratégica
Desenvolvimento:

A proposta, foi de não se trabalhasse com os alunos, com problemas

específicos (marketing, finanças, pessoas, etc) e sim, com o

desenvolvimento de conhecimentos na identificação, análise e

solução de problemas do mundo real ,em todas as áreas que envolvem

um negócio. Por volta dos anos 70 a proposta foi aceita e já fazia parte

dos currículos de muitas escolas de negócio.

(Certo & Peter) (1993)


Conceitos de Estratégia e de
Administração Estratégica
Conceitos de Estratégia e de
Administração Estratégica

Origem

Por origem, a estratégia é entendida como sendo uma


“arte” militar de planejar e executar movimentos e
operações de tropas, e de outros equipamentos de
guerra. Chama à atenção os termos “planejar”e “executar
movimentos e operações”.
Conceitos de Estratégia e de
Administração Estratégica

Certo & Peter (1993:6), por exemplo, usam a definição de Cornell


Maier, presidente do conselho diretor Executivo da Kaiser e define a
administração estratégica:

“como um processo contínuo e iterativo (realimentado)que visa


manter uma organização. como um conjunto apropriadamente
integrado a seu ambiente”.
Conceitos de Estratégia e de
Administração Estratégica

Para Wright et al. (2000:24):

“Estratégia refere-se a planos da alta administração,

para alcançar resultados consistentes, com a missão e os

objetivos gerais da organização”.


Conceitos de Estratégia e de Administração
Estratégica
Para Mintzberg et al (2000 pgs.17 e 52) a definição de estratégia

não é algo fácil e requer no mínimo cinco definições particulares.

Para ele estratégia é uma palavra que definimos de uma forma,

mas que usamos de outra.

1. Como um plano – olhar para frente “escola do planejamento”

2. Como um padrão – consistência no comportamento ao longo do


tempo “escola do aprendizado”.
Conceitos de Estratégia e de Administração
Estratégica
3. Como uma posição – localização de determinados produtos em
determinados mercados (posição única e valiosa) –“escola do
posicionamento”

4. Como uma perspectiva – maneira fundamental da organização fazer as


coisas – “escola empreendedora”

5. Como um truque – Manobra específica para enganar o oponente ou


concorrente – em partes – “escola do poder”
Conceitos de Estratégia e de Administração
Estratégica
Para o autor desse trabalho:

“Administração Estratégica, é um sistema de gestão, tendo como

matriz a elaboração e a gestão de planos de longo prazo; forjados na

interação e na iteração das competências organizacionais, visando

garantir à organização, uma vantagem competitiva.”

Wf - 2012
Condições para Existência da
Administração Estratégica

1. Planejamento (formal ou informal);

2. Sustentação da ideia. através da implementação e execução


(materialização);

3. Tradução de que é uma ideia sistêmica, cuja execução depende de


atitudes e ações;

4. Garantia da participação do estratégico, do tático e do operacional.


Objetivos e Benefícios da
Administração Estratégica
 Objetivos e Benefícios da
Administração Estratégica

O planejamento e a implementação da Administração


Estratégica, em uma organização, objetiva colocá-la numa
situação privilegiada, junto ao mercado.
Benefícios da Administração
Estratégica
Benefícios Básicos da AE

1. Benefícios financeiros com melhorias da lucratividade;

2. Maior comprometimento dos membros da organização com as metas


traçadas para o longo prazo;

3. Ao avaliar se no ambiente da organização, a empresa está criando


proteção contra quaisquer surpresas do mercado provocadas por
movimentos de seus concorrentes;
Benefícios Potenciais Adicionais

Peter & Certo (1993:12) : baseando em Gordon E. Greenley, “Does


Strategic Planning” Improve Campany Performance?” Long Range Planning, 19, no. 2 (1986), p.
106.

1. Indica os problemas que podem surgir antes que ocorram;

2. Alerta a organização para as mudanças e permite ações em


resposta a mudanças;

3. Identifica qualquer necessidade de redefinição na natureza do


negócio;

4. Melhora a canalização dos esforços para a realização de


objetivos predeterminados;

5. Permite que os administradores tenham uma clara visão do


negócio;
Benefícios Potenciais Adicionais
6 Facilita a identificação e exploração de futuras oportunidades de
.

mercado;

7. Oferece uma visão objetiva dos problemas da administração;

8. Fornece uma estrutura para revisar a execução do plano e controlar


as atividades;

9. Minimiza os efeitos indesejáveis de condições e mudanças adversas;

10. Ajuda os administradores a relatar as principais decisões de forma


mais efetiva e estabelecer objetivos;

11. Torna mais efetiva a alocação de tempo e recursos para a


Benefícios Potenciais Adicionais
12. Coordena a execução das táticas que compõem o plano;

13. Permite a integração de todas as funções de marketing em um


esforço combinado;

14. Minimiza os recursos e o tempo que devem ser dedicados a


corrigir erros de decisão;

15. Cria uma estrutura para a comunicação interna entre as pessoas;

16. Permite ordenar as prioridades do cronograma do plano;

17. Dá a empresa uma vantagem sobre os concorrentes;


Benefícios Potenciais Adicionais

18. Ajuda a ordenar as ações individuais em uma organização


dirigida para o esforço global;

19. Fornece uma base para o esclarecimento de responsabilidades


individuais e contribui para motivação;

20. Encoraja o “pensamento positivo” por parte do pessoal;

21 Estimula uma abordagem cooperativa, integrada e entusiástica


para enfrentar problemas e oportunidades.
Funcionamento do Processo de
Administração Estratégica
Responsável pela Administração
Estratégica
Passado:
Era exercício do departamento de planejamento das empresas.

Atualmente:
Atualmente o processo é afeto, normalmente, ao diretor- presidente
(CEO) – chief executive officer – que não desempenha o seu papel
sozinho, concursando a participação e o envolvimento de elementos
dos mais diferentes níveis, departamentos ou áreas para atuarem no
processo
Vantagens do envolvimento de elementos
de níveis inferiores

Tal procedimento faculta a empresa a atingir metas, objetivos e

estratégias mais realistas. O envolvimento dos membros de divisões

inferiores da organização, provoca também um compromisso

organizacional e a maximização dos resultados dos processos


Natureza do processo da
Administração Estratégica
Natureza do processo da Administração
Estratégica
1. É um processo contínuo.

2. É iterativo, e jamais voltado para dentro da organização.

3. A administração estratégica não poderá provocar interrupção


absoluta no processo.

4. O processo deve ser repetido quantas vezes for necessário.

5. O processo deve se nortear pelo cenário.


6. A organização deve ser mantida como um conjunto integrado
ao seu ambiente até que o processo seja implementado e
concluído.
A importância dos cenários
para a Administração
Estratégica
A importância dos Cenários para a
Administração Estratégica
1. Revelam e comunicam a visão comum de todos;

2 Permite, uma compreensão das novas realidades para todas as


partes da organização;

3 Permite a escolha da melhor estratégia;

4 Viabiliza convencer a alta direção, em fazer o que o cenário está


indicando.
Funções do planejador
estratégico
Funções Genéricas

Analista:

Provendo o processo de informações;

Catalisador:

(não trabalha formalizando o planejamento), mas encorajando o

comportamento estratégico na organização.


Funções do Administrador Estratégico
1. Definir a missão

2. Formular a filosofia da companhia;

3. Estabelecer políticas;

4. Estabelecer os objetivos;

5. Desenvolver a estratégia;

6. Planejar a estrutura da organização;

7. Providenciar pessoal

8. Estabelecer procedimentos;

9. Fornecer instalações

10 Fornecer capital
Funções do Administrador Estratégico

11. Estabelecer padrões

12. Estabelecer programas de administração e planos operacionais

13. Fornecer informação de controle

14. Manter o pessoal ativo