Você está na página 1de 14

Escherichia Coli Entero-

hemorrágica (EHEC)
Carolina Turnes
Fernanda Rocha
O que é
• Bactéria;
• Produtora da toxina shiga E. coli (STEC) ou da
toxina vero cito E. coli (VTEC);
• Período de incubação de três a nove dias (4);
O que é
• Os sintomas podem incluir cãibras abdominais e
diarreia sangrenta; podem ainda surgir febres e/ou
vómitos;
• Alguns casos mais graves, podem evoluir para o
síndrome hemolítico-urémico (SHU), caracterizado
por uma falha renal aguda, anemia hemolítica e
um número baixo de plaquetas.
Transmissão em humanos
• A EHEC encontra-se nos intestinos e fezes de
ruminantes, bovinos e ovinos.
• A sua transmissão por via fecal/oral, isto é, através
dos alimentos, ou água, contaminados, pelas fezes
de ruminantes.
• Assim, o consumo ou a manipulação de alimentos
mal cozinhados ou água contaminada e o contato
com animais infectados podem afetar os humanos,
a contaminação de pessoa para pessoa também
é possível.
Transmissão em humanos
• Exemplos de alimentos já implicados em surtos
epidémicos da EHEC incluem carnes mal
passadas, leite não pasteurizado, uma série de
vegetais crus (tais como pepino, couves, espinafres
e alface), sumo de maçã não pasteurizado e
queijo.
Prevenção
• Boa Higiene Pessoal
• Manipulação de Alimentos
o Boa higiene pessoal e ambiental antes das
refeições
o Evitar a contaminação cruzada
o Cocção correta
o Manter os alimentos nas temperaturas de
segurança
Escherichia Coli
Enteroagregativa (EAEC)
• Recentemente descrita

• Poucos dados disponíveis

• Transmissão: consumo de água e


alimentos contaminados

• Forma de crescimento: as
bactérias aderem-se umas as
outras em uma configuração de
“tijolos empilhados”
Características
• Enteropatógeno emergente

• Causa diarreia aguda e persistente

• Crianças

• Países em desenvolvimento
• Patogênese: colonização da mucosa intestinal
seguida pela secreção de enterotoxinas e
citotoxinas, resultando em uma diarreia secretória
assim como a lesão da mucosa

• Adesão ocorre no cólon (intestino grosso)

• Os mecanismos envolvidos na
enteropatogenicidade desses microrganismos
ainda não foram totalmente esclarecidos

• Resistência a antimicrobianos
- Contribui com a virulência
• Possui um plasmídeo de virulência designado pAA

• genes codificados no pAA são as fímbrias de


aderência agregativa, e o ativador transcricional
aggR
Tratamento para E. coli
enteroagregativa
• Consumo de bastante água

• Consumo de alimentos leves

• Garantir que a bactéria seja eliminada pelas fezes

• Em alguns casos o médico pode indicar ingestão de


antibióticos
Referências
• EFSA: Anúncio de saúde pública sobre prevenção de
diarreias com especial enfoque na produtora da toxina
shiga Escherichia coli(STEC), também conhecida por
produtora toxina vero cito E. coli (VTEC) or
Enterohemorrágica E. coli (EHEC).
http://www.efsa.europa.eu/en/press/news/110601a
Acesso em 16/05/2016.
• MICROBIOLOGIA DOS ALIMENTOS. Franco, B. D. G. M.,
Eandgraf, M.
• DIAS, Regiane Chrysostomo Bitencort. Prevalência e
caracterização de amostras de Escherichia coli
diarreiogênica isoladas de crianças na cidade de
Botucatu, São Paulo. 2015. 58 f. Dissertação (mestrado) -
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,
Instituto de Biociências de Botucatu, 2015. Disponível
em: <http://hdl.handle.net/11449/132078>
Referências
• Escherichia coli enteroagregativa (EAEC):
filotipagem e resistência a antimicrobianos em um
enteropatógeno emergente. Disponível em:
http://www6.ensp.fiocruz.br/repositorio/sites/default
/files/arquivos/Escherichia%20coli%20enteroagregat
iva....pdf.