Você está na página 1de 28

Palestra 4- Elementos de Economia e

Gestao
O meio envolvente dos negócios
• Análise do ambiente geral – PEST
• Ambiente competitivo – 5 forças de Michael Porter
• Análise do ambiente específico da organização
• Análise dos Stakeholdes/Shareholder
Análise do ambiente geral – PEST

Considerar-se ambiente geral o conjunto amplo e complexo


de condições e factores externos que envolve e influencia
todas as empresas:

• Factores póliticos;
• Factores económicos;
• Factores sociais;
• Factores tecnológicos;
• Factores ecológicos.
Análise do ambiente geral – PEST

• Factores Politicos/legal

Este ambiente é constituído de leis, agências


governamentais e grupos de pressão que influenciam e
limitam várias organizações e indivíduos em uma dada
sociedade.
o clima político, a estabilidade e instabilidade política, a
política económica, fiscal, de emprego, saúde publica,
educação, habitação, conjunto de leis, etc.
Análise do ambiente geral – PEST

• Factores económicos

Os mercados dependem tanto do poder de compra como


dos consumidores. Este ambiente consiste em fatores que
afetam o poder de compra e os hábitos de gasto do
consumidor.
Análise do ambiente geral – PEST

O nível de actividade económica do país, o nível de


desenvolvimento económico da região, o grau de
industrialização do país ou da região, distribuição do
rendimento per capita, a tendência inflacionista ou
deflacionista, etc.
Análise do ambiente geral – PEST

• Factores sociais

É constituído de instituições e outras forças que afetam os


valores básicos, as percepções, as preferências e os
comportamentos da sociedade.

As tradições culturais do país ou da região, a estrutura do


orçamento familiar, as atitudes quanto ao trabalho e a
profissão, as atitudes quanto ao dinheiro e a poupança,
etc.
Análise do ambiente geral – PEST

• Factores tecnológicos

A pesquisa e o desenvolvimento são super necessários em


uma empresa, as invenções técnicas, etc.

• Factores ecológicos

As condições físicas e geográficas – clima, terreno,


vegetação.
Análise do ambiente geral – PEST

• Factores demográficos

As características da população, o seu crescimento,


distribuição geográfica, etc
Ambiente Competitivo – 5 forças de Michael
Porter
De acordo com Michael Porter a intensidade concorrencial
de um sector pode ser analisada em função de cinco forças
básicas:

• A rivalidade entre os concorrentes existentes;


• O potencial de entrada de novos concorrentes;
• O poder de negociação dos clientes;
• O poder de negociação dos fornecedores;
• A ameaça de produtos ou serviços substitutos.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
• A rivalidade entre os concorrentes existentes

Sempre que num determinado sector existam


concorrentes que se sentem ameaçados ou que
encontram oportunidades para aumentar a sua quota de
mercado, verifica-se um aumento de rivalidade. Em várias
ocasiões, acções de algumas empresas tem forte impacto
noutras empresas desse mesmo sector.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
• Potencial de entrada de novos concorrentes

Algumas da principais razões que levam a entrada num


novo mercado prendem-se com a procura de um aumento
da capacidade instalada, desejo de ganhar quota de
mercado e aplicação dos recursos nesse sector.

Como consequência de uma nova entrada, podem verificar-


se quebras de preços ou aumento dos custos, diminuindo a
rentabilidade do negócio.
Ambiente competitivo – 5 forças de
Michael Porter
Existem dois aspectos principais que protegem as
empresas já existentes num determinado sector:

• A expectativa de retaliação por parte dos concorrentes


já existentes no mercado;

• As barreiras de entrada ( diferenciação do produto e


canais de distribuição, elevados níveis de capital).
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
• Poder de negociação dos clientes

A influência dos clientes na concorrência do sector está


ligada a sua capacidade directa ou indirecta de provocar a
diminuição dos preços, exigir uma maior qualidade e nível
de serviço, provocando muitas vezes guerras
concorrenciais.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
Pode-se considerar que um grupo de clientes é poderoso
se:

• For concentrado, ou for um cliente muito pesado nas


vendas do fornecedor;
• Existir indeferenciação nos produtos fornecidos;
• Existem baixos custos de mudança de fornecedor;
• Existe muita informação disponível sobre o mercado.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
• Poder de negociação dos fornecedores

Todo o processo pode ser afectado, positiva ou


negativamente, pelo poder de negociação dos
fornecedores, que se manifesta na sua capacidade de
aumentar os preços ou reduzir a qualidade dos bens e
serviços fornecidos.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
Este poder de negociação aumenta quando é mais
concentrado, quando tem clientes diversificados , quando
o produto fornecido é importante para o negócio do
cliente, e ainda, quando os concorrentes dos fornecedores
apresentam produtos diferenciados com custo de
mudança elevados.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
Assim um grupo de fornecedores tem mais poder nas
seguintes condições:

• Existe um reduzido número de fornecedores, face a


quantidade de clientes existentes num determinado
sector;
• Não existem produtos substitutos;
• O sector abastecido não é considerado como um
cliente importante para os fornecedores;
• Existe grande diferenciação nos produtos fornecidos;
• Existem elevados custos de mudança de fornecedor.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
Torna-se evidente que um dos factores que define o poder
dos fornecedores num determinado sector depende:

• Da quantidade de fornecedores existentes – um


fornecedor que detenha o monopólio numa
determinada indústria tem um poder quase total sobre
os seus clientes.

• Os custos de mudança para o cliente, no caso de


pretender mudar de fornecedor. Quando os custos são
elevados, o poder do fornecedor é igualmente elevado.
Ambiente Competitivo – 5 forças de
Michael Porter
• Ameaça de serviços ou produtos substitutos

• A identificação de produtos substitutos resulta da


pesquisa de outros que podem desempenhar a mesma
função, ainda que não sejam semelhantes, nem
tradicionalmente destinados a concorrer no mercado.
Análise Swot
Significado: O nome, SWOT, é uma sigla que significa
Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities
(Oportunidades) e Threats (Ameaças). Por essa razão, o
exercício também é conhecimento como análise/matriz
FOFA, em português.
Análise Swot
Quando usar: Essas áreas são separadas entre análise
interna (forças e fraquezas) e análise externa
(oportunidades e ameaças).

Além disso, também existe a visão dos elementos que


ajudam (forças e oportunidades) e aqueles que atrapalham
(ameaças e fraquezas).

Assim, a SWOT ou FOFA se torna um exercício completo de


análise de ambiente que deve ser aplicado em qualquer
processo de planejamento estratégico.
Análise Swot
• Forças

As forças são elementos internos que trazem benefícios


para o seu negócio. Esta relacionado as vantagens que sua
empresa possui em relação aos concorrentes.

Alguns exemplos podem ser:


• Quais as suas melhores actividades?
• Quais os seus melhores recursos?
• Qual a sua vantagem competitiva?
• Qual e o nivel de engajamento dos clientes?
Análise Swot
• Fraquezas

As fraquezas são elementos internos que atrapalham o


negócio, ou seja, são as aptidões que de algum modo
prejudicam o andamento do negócio.

• A mão-de-obra e capacitada?
• Existem lacunas no treinamento?
• Porquê a concorrência foi escolhida?
• Porquê o meu engajamento não funciona?
Análise Swot
Oportunidades:
As oportunidades são as situações externas à empresa que
podem acontecer e afetar positivamente no negócio. Estes
fenômenos normalmente estão fora do controle da
empresa, mas existe uma chance deles acontecerem.
Alguns exemplos são:
1) Vai sair uma nova lei
2) Pode surgir um novo curso
3) Minha concorrente precisa de ajuda
4) Ter acesso à uma nova tecnologia
5) Algum produto complementar ao meu ser lançado
Análise Swot
• Ameaças

Por fim, as ameaças são situações externas à empresa que


podem atrapalhar o negócio. Assim como as
oportunidades, estão fora do controle da empresa, mas
sabe-se que existe uma chance de acontecerem. Alguns
exemplos, são:
1) Entrada de um concorrente internacional no mercado
2) Pirataria dos seus produtos
3) Mudança na legislação do seu setor
4) Escassez de mão de obra
5) Catastrofes naturais/guerras
Ajuda Atrapalha

Interna FORÇA FRAQUEZA


S W

Externa
OPORTUNIDADES AMEAÇAS
O T
Stakeholders

• Stakeholders

Grupos influenciadores ou interessados no negocio que


participam directa ou indirectamente do seu sucesso. Os
stakeholders podem estar dentro ou fora do negocio, mas
são importantes para que ele seja bem sucedido. Os
principais stakeholders são:

O accionista, o empregado, o cliente, o fornecedor, a


sociedade.
Obrigado