Você está na página 1de 22

Atenção Farmacêutica

ATENÇÃO FARMACÊUTICA
Aula 07: Medicamentos isentos de prescrição -
nas manifestações neurológicas

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica

Fadiga e sonolência;

Distúrbios do sono;

1.Dispensação de MIP nestas manifestações.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

EPIDEMIOLOGIA

• Fadiga:

• Presente em todas as idades, sendo mais comum em mulheres.

• Fatores predisponentes:

• Gestação e período pós-parto, condições médicas e medicamentos (interferon,


quimioterapia, radiação, propranolol), situações de trabalho, sono inadequado,
estresse, falta ou excesso de exercício), obesidade, hipotireoidismo, uso excessivo de
cafeína, uso de álcool e drogas ilícitas.

• Fadiga crônica: mais de 6 meses e não relacionada a nenhuma condição subjacente e não
aliviada por descanso.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

EPIDEMIOLOGIA

• Sonolência:

• Aumenta com a idade (ciclo do sono muito fragmentado).

• Fatores predisponentes:

• Interrupção do sono (mudanças na rotina do sono), expediente de trabalho, condições


médicas (epilepsia, rinite alérgica, narcolepsia, apneia do sono, ronco);

• Medicamentos: antidepressivos (amitriptilina, trazodona, paroxetina), anti-


histamínicos de primeira geração (difenidramina, dexclorfeniramina, prometazina).

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

EPIDEMIOLOGIA

• Fadiga:

• Interrupção do sono-vigília;

• Interrupção do eixo hipotálamo-hipófise (pode ocorrer pelo uso de altas doses de


corticoides sistêmicos sem a retirada gradativa).

• Sonolência:

• Débito do sono pela falta de sono adequado.

• Mensagem encaminhada pelo cérebro para o corpo relaxar e dormir.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

SINAIS E SINTOMAS

• Fadiga:

• Sensação de exaustão ou esgotamento durante uma atividade mental;

• Motivação reduzida, falta de energia e aversão ao esforço;

• Irritabilidade comum.

• Sonolência:

• Desejo de dormir;

• Outros sintomas: músculos entorpecidos, dor nos olhos, dificuldade de foco visual, aumento
do piscar dos olhos, alucinações, dificuldade para falar, falta de atenção, memória
incoerente e dor no estômago.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

PREVENÇÃO E TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO

• Aumentar gradualmente o sono até que a fadiga ou a sonolência não seja um problema;

• Caso esteja associada à ingestão excessiva de cafeína, não utilizar alimentos, bebidas ou
medicamentos contendo esta substância especialmente no final do dia e à noite.

• A retirada abrupta da cafeína pode causar síndrome de abstinência com presença de


cefaleia e ansiedade, além de outros sintomas como tremores, dores estomacais,
cansaço, lassidão, rinorreia, diaforese e dores musculares em geral.

• Caso esteja associada ao uso de medicamentos, consultar o médico e verificar a possibilidade


de mudança da farmacoterapia.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

ASPECTOS IMPORTANTES

• No Brasil, a Lista de Medicamentos Isentos de Prescrição (LMIP) não traz medicamentos para
esta indicação.

• Cafeína (aprovado apenas pelo FDA na apresentação de 200 mg):

• Ajuda a restabelecer o alerta mental ou a vigília, possivelmente pelo bloqueio dos


receptores da adenosina sensíveis à metilxantina;

• Interações medicamentosas: quinolonas (diminuição do metabolismo hepático) e


contraceptivos orais (aumento dos efeitos da cafeína);

• Não ingerir outros alimentos e bebidas à base da cafeína (240 mL de café possui 135 mg
de cafeína);

• Pode causar nervosismo, irritabilidade, insônia, taquicardia e outras arritmias.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Fadiga e sonolência

ASPECTOS IMPORTANTES

• Mulheres grávidas e lactantes devem evitar ou diminuir a ingestão de cafeína;

• Farmacêutico deve verificar o consumo diário de cafeína, que não deve ultrapassar 100 a 200 mg
de cafeína a cada 3 a 4 horas;

• Verificar o consumo de uso de MIP associados à cafeína;

• Identificar situações de uso inadequadas (indivíduos que desejam ficar acordados a noite toda
para fins de estudo, viagem e trabalho);

• A ingestão contínua de cafeína produz sonolência paradoxal;

• Cafeína está associada a refluxo gastroesofágico, risco de osteoporose e fratura, dor na mama,
erosão nos dentes, enurese noturna, aumento da gravidade dos sintomas da síndrome pré-
menstrual, distúrbios do ritmo cardíaco e incontinência urinária.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

EPIDEMIOLOGIA

• Mais comum em mulheres acima dos 45 anos de idade.

• Fatores associados:

• Doença de Parkinson, noctúria, cãimbras, menopausa, câncer, síndrome das pernas


inquietas.

• Medicamentos:

• Propranolol, antiarrítmicos, contraceptivos orais, metildopa, teofilina,


corticoides, broncodilatadores, fluoxetina, descongestionantes.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ETIOLOGIA

• Causas da insônia transiente (menor que 7 dias):

• Eventos desencadeadores de ansiedade, perturbações ambientais, diferença de fuso


horário, ingestão de grande quantidade de alimentos e bebidas antes de deitar, consumo
de alimentos produtores que causam produção excessiva de gás (ex.: cebola e picles),
inatividade física.

• Causas da insônia de curto prazo (de 7 dias a 3 semanas):

• Mudanças e problemas de maior impacto no trabalho ou na vida pessoal (desemprego,


doença, casamento, morte na família, problemas financeiros).

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ETIOLOGIA

• Causas de insônia a longo prazo:

• Doença médica subjacente (apneia do sono, síndrome das pernas inquietas, mioclonia
noturna, cefaleia em salvas, dor reumática, problema dental, angina e úlcera péptica);

• Uso e abuso de hipnóticos e sedativos, drogas ilícitas ou álcool;

• Transtornos psiquiátricos (depressão, mania, transtorno bipolar, transtorno de pânico,


transtorno obsessivo-compulsivo, anorexia nervosa, demência);

• Insônia psicossomática.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

SINAIS E SINTOMAS

• Dificuldade para iniciar, manter o sono;

• Despertar muito cedo pela manhã;

• Sensação de fadiga, cansaço, tremores, irritabilidade, ansiedade, confusão e incapacidade de


concentração no dia subsequente, diminuição da atividade diária.

• Insônia crônica:

• Pode causar redução de memória, da concentração, da razão, da capacidade de resolver


problemas e do tempo de reação;

• Aumento da suscetibilidade a doenças e perda de dias de trabalho;

• É indicativo de depressão maior.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

PREVENÇÃO E TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO

• Melhora da higiene do sono:

• Programar um horário regular para deitar e levantar da cama;

• Reservar um horário mais ou menos próximo do horário de ir para a cama a fim de diminuir
o ritmo do dia e relaxar;

• O quarto deve ser confortável e proporcionar sensação de segurança, em silêncio e


escurecido (evitar TV no quarto);

• Ir para a cama quando realmente estiver com sono;

• Caso não durma dentro de 10 minutos, levantar-se e envolver-se em uma atividade não
estimulante (ler ou assistir TV).

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

PREVENÇÃO E TRATAMENTO NÃO FARMACOLÓGICO

• Melhora da higiene do sono:

• A fome e comer em excesso inibem o sono;

• Evitar consumo de cafeína à tarde (café, chá, chocolate);

• Evitar a nicotina (estimula o SNC);

• Evitar consumo de álcool (o consumo exagerado pode fazer despertar mais do que o
normal, principalmente na segunda metade do sono);

• Evitar cochilar durante o dia seguinte à insônia;

• Envolver-se em exercício regular, moderado, no meio do dia ou no fim da tarde;

• Solucionar os fatores que causam a insônia.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ASPECTOS IMPORTANTES
• Não devem ser recomendados medicamentos para insônia de longo prazo;

• Levar em consideração a rotina de cada individuo. Dormir menos de 8 horas não é sinônimo de
insônia se o paciente acorda descansado;

• A melhora da higiene do sono tem grande impacto na qualidade do sono do paciente;

• A adequação no horário de uso dos analgésicos próximo a hora de dormir para pacientes com dores
osteoartríticas podem ajudá-los a ter uma boa noite de sono;

• No Brasil, a Lista de Medicamentos Isentos de Prescrição (LMIP) não traz medicamentos para esta
indicação.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ASPECTOS IMPORTANTES

• Melatonina (aprovado pelo FDA como complemento alimentar)

• Hormônio de ocorrência natural, que está envolvido no ciclo circadiano normal;

• Pesquisa preliminar sugere que ela acelera o início do sono e facilita a adaptação ao trabalho
noturno e às alterações de fuso horário decorrentes de viagem;

• São desconhecidas interações medicamentosas, assim como perfil de eficácia e segurança.


Estudos conduzidos com pequeno número de pacientes.

• ANVISA não permitiu o registro deste medicamento no país, porém não proíbe sua utilização.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ASPECTOS IMPORTANTES

• Outros medicamentos e fitoterápicos indicados para o tratamento da insônia

Difenidramina (anti-histamínico com efeito depressor no SNC):

• Pode causar dependência e causar consequências tão ruins quanto o uso inadequado de
benzodiazepínico;

• Contraindicado em pacientes com glaucoma, crise asmática, hipertrofia prostática, úlcera


péptica, arritmias cardíacas e grávida;

• Na LMIP, este medicamento não está listado para esta indicação.

Piper methysticum (kava-kava):

• Utilizado como ansiolítico, porém os estudos sobre seu mecanismo são conflitantes, estando
associada à toxicidade hepática.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ASPECTOS IMPORTANTES

• Outros medicamentos e fitoterápicos indicados para o tratamento da insônia:

• Valeriana officinalis L.

• Utilizado como tranquilizante moderado devido à sua ação sedativa no SNC,


levando à indução do sono e melhora da sua qualidade;

• Tem pouca toxicidade, porém pode causar dependência;

• Contraindicada na gravidez e lactação e não deve ser ingerida com bebidas


alcoólicas.

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Insônia

ASPECTOS IMPORTANTES

• Outros medicamentos e fitoterápicos indicados para o tratamento da insônia:

• Passiflora incarnata L.

• Utilizado como tranquilizante devido à sua ação sedativa no SNC;

• Tem pouca toxicidade, porém em doses elevadas pode causar vômitos;

• Contraindicada na gravidez e lactação;

• Interações medicamentosas: inibidores da MAO (necessário monitorar o


paciente), outros depressores do SNC.

• Outros fitoterápicos: Humulus lupulus L., Matricaria recutita (camomila).

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica
Saiba mais

FINKEL, R.; PRAY, W. S. Guia de Dispensação de


produtos terapêuticos que não exigem
prescrição. Porto Alegre: Artmed; 2007. 728p.

Costa R. M.; Martins, I. S. Melatonina na insônia


primária: Quais as evidências? Rev Bras Med Fam
Comunidade. 2016;11(38):1-9. Disponível em:
<http://dx.doi.org/10.5712/rbmfc11(38)845>

AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS


Atenção Farmacêutica

VAMOS AOS PRÓXIMOS PASSOS?

Principais manifestações
dermatológicas na farmácia;

A dispensação de MIP nas


situações de dor e febre.

AVANCE PARA FINALIZAR


A APRESENTAÇÃO.
AULA 07: MEDICAMENTOS ISENTOS DE PRESCRIÇÃO - NAS MANIFESTAÇÕES NEUROLÓGICAS