Você está na página 1de 30

COMISSIONAMENTO

DA BTS

FLEXI EDGE

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 1



INDICE
• 1- Apresentacao
• 2- Indice
• 3- Configuracao da conexao a rede local do laptop
• 4- Download do software BTS manager
• 5- Selecao do modo de comissionamento
• 6- Especificacoes do site a ser comissionado
• 7- Selecao de configuracao do hardware
• 8- Selecao das unidades duplexadoras duais DDUS ( ERXAs)
• 9- Selecao das portas da DDU a serem conectadas as antenas
• 10- Selecao das antenas
• 11- Configuracao do cabeamento entre modulos de radio DTRX EXXA e duplexador DDU ERXA
• 12- Configuracao das antenas e MHAs
• 13- Configuracao do sistema de alimentacao e baterias
• 14- Descricao das unidades passivas
• 15- Configuracao dos parametros basicos da unidade de transmissao.
• 16- Ativacao das portas de interface da unidade de transmissao
• 17- Escolha das fontes de sincronismo.
• 18- Habilitacao da transmissao do ABIS via satelite
• 19- Configuracao do mapa de ABIS
• 20- Selecao de protecao de ABIS
• 21- Configuracao de Cross conexoes
• 22- Alocacao e habilitacao do canal de gerenciamento do meio de transmissao Q1
• 23- Verificacao do resumo da configuracao de comissionamento
• 24- Salvando o reporte de configuracao de comissionamento na pasta de Reporte

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 2


Configuramos no laptop um acesso na area de conexao local,
utilizando o IP, subnet mask e default
gateway conforme figura
.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 3


1- Abrir o BTS manager na versao em uso do projeto. 2-selecionar o icone da barra lateral
commissioning wizard para dar inicio ao comissionamento off line. 3- O primeiro icone da barra
superior Nos conecta a bts caso nao estejamos no modo off line.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 4


Na barra de ferramentas superior clicar em BTS SW e
escolher SW update para atualizar versao SW da BTS

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 5


Em master file selecionamos a versao instalada no
pacote de sw da BSC de acordo com o projeto pelo
browse Select Master File

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 6


Selecao do Master File

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 7


Visualizacao do progresso do upload do sw de
atualizacao.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 8


Status dos pacotes de SW ativos, reserva e em
funcionamento

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 9


Selecao do modo de comissionamento : O modo SCF engloba tanto
os parametros de hardware quanto os de transmissao, que podem ser
selecionados separadamente quando nao for necessario o
comissionamento modo completo.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 10


Nesta seccao, preenchemos informacoes especificas do site, tais como BCF ID,

nome e localizacao, tipos de controle do climatizador e tipo do clima local…

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 11


Escolhemos aqui entre criar um novo comissionamento a partir de um arquivo existente , marcando
“specify from file” e usando o botao browse para buscar o arquivo em questao ou partimos para o modo
manual passo a passo, marcando “specify manually”.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 12


Na aba “antenna cabling”, escolhemos os duplexadores(ERXAs), no campo “RF source unit”, que
estarao compondo o hardware, e em seguida o cabeamento do mesmo definindo portas e
antenas.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 13


No campo “Rf source port”, escolhemos a porta do DDU que sera interligado a antena referente
ao setor conforme projeto.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 14


No campo “Antenna ID”, definimos as portas de interligacao da unidade dual duplexer ‘as antenas.

A numeracao das antenas e uma geracao sequencial e automatica.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 15


Configuracao do RF cabling de transmissao e recepcao. Ao preenchermos esta tela estaremos

abrindo mao da autodeteccao do cabeamento por parte do SW da BTS, portanto devemos faze-
lo

Com atencao e este deve refletir exatamente o cabeamento fisico da BTS.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 16


Inserimos nesta tela os parametros de antenas e MHA, escolhendo o tipo do MHA, banda de recepcao

E perda do cabo em questao.

MHA SETTINGS
Caso o site possua MHA’s no 2G, é
necessário configurar cada um deles
neste , de acordo com o setor e cabos que
estão instalados. A configuração deve ser
feita para cada cabo, em cada Setor.
ANTENNA SETTINGS
É necessário lançar a perda real dos jumpers de
RF instalados. Este valor pode ser encontrado
por medida de Insertion Loss no Site Master, ou
por especifcação dos cabos de RF, vinda RF
Planning. A Configuração deve ser feita para
Cada Cabo, em cada Setor.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 17


Inserimos os parametros da planta de alimentacao e bancos de baterias. A data do expire date nao deve

Ser posterior a data de instalacao do mesmo.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 18


Devemos inserir todas as unidades nao alimentadas, nao Nokia e ou nao discriminadas durante

o processo de comissionamento em nenhuma outra pagina da configuracao, para que facam parte

Do reporte de inventario do site.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 19


Escolhemos aqui comissionar os parametros de transmissao manualmente, marcando “specify manually”,

Ou de um arquivo existente, marcando “specify from file”, e buscando o mesmo atraves do botao browse.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 20


Selecao da unidade de transmissao e habilitacao das interfaces que estarao disponibilizadas entre

BSC e FLEXI BTS, marcar sempre CRC em uso, a menos que o projeto defina o contrario.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 21


Aqui fazemos a escolha das fontes de sincronismo e suas prioridades, utilizando as setas
entre os campos “fontes disponiveis” e “lista de prioridades”.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 22


Se o projeto disponibilizar como meio de transmissao para a BTS um transponder via satelite,

devemos marcar nesta tela “Enable satelite Abis”.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 23


No mapa de Abis, definimos a localizacao dos diversos tipos de sinais e suas granularidades, tais

Como; traffic channel “TCH”, sinalizacao dos transcievers “TRXSIG”, EDAP e OMUSIG, conforme

Determinado no documento datafil.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 24


Criamos uma protecao de ABIS, escolhendo as topologias em Chain que engloba os 32 TSs daquele
E1, ou em loop, protegendo apenas os TS em uso e criando uma condicao a ser monitorada pelo
Sistema, que ao reconhecer uma anormalidade nesta condicao, comuta o trafego para a IF designada.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 25


Nesta tela criamos, adicionamos, deletamos, verifcamos
propriedades e modificamos as cross conexoes usando
os botoes da barra de ferramentas no lado direito da tela.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 26


Cross Conexao – definimos a granularidade ou qtidade de TS de uma determinada interface
para outra interface que sera a saida da bb para um radio que ira transportar essa info para
outra BTS que nao tem canalizacao direta com a BSC. Devemos apontar com o mouse dentro
do mapa de Abis, o start bit ou o inicio do agrupamento de TS a serem cross conectados bem
como para onde estarao alocados na outra interface.
Finalizando, clicamos em create e a mesma estara criada e devera fazer parte da lista de cross
conexoes ou current bank, como na tela anterior

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 27


Criamos um canal de gerencia da rede de MW habilitando e alocando na Abis parte de um TS ou canal para

troca de dados entre BTS e BSC, interligando-se tb fisicamente a FIU do flexi hopper via cabo Q1 a BTS.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 28


Nesta tela checamos todos os parametros de comissionamento antes de salva-lo ou fazer o upload
para

A BTS.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 29


Ao salvar o report de comissionamento, faze-lo sempre na pasta default que aparece como opcao.

Ha um padrao default automatico do nome do arquivo, mas pode ser personalizado tambem.

04/17/18 Tomaz Edson - NSN_ISO 30