Você está na página 1de 26

Antígenos & Moléculas

que Reconhecem
Antígenos
Antígeno

- Toda molécula reconhecida como estranha pelo


organismo – interage com Ac, TCR e MHC – I ou
MHC – II.

-Epítopo – menor fração de um antígeno capaz de ser


reconhecida por anticorpos ou se ligar a TCRs ou
MHC – I ou MHC – II.

-Antigenicidade: capacidade de um antígeno de ser


reconhecido pelo sistema imunológico

-Imunogenicidade: capacidade do antígeno de ativar


uma resposta imunológica
Antígeno
A maioria dos orgânicos com complexidade química e alto
peso molecular são considerados antígenos.

- Moléculas de 100.000 são bons Ag, 10.000 poucos são


bons Ag e com 1.000 raros são considerados Ag.

- As proteínas são consideradas os melhores antígenos,


carboidratos complexos também são bons Ag, lipídeos são
considerados fracos antígenos. Moléculas como DNA, na
forma pura, não são considerados antígenos.

- Os inorgânicos e orgânicos simples são antígenos quando


associados a proteína carreadora.
Hapteno + Proteína Carreadora >>>> Ag.
Antígeno

Qualquer molécula biológica é potencialmente


um antígeno! Self e Non-Self!

Anticorpos podem se ligar a virtualmente toda


e qualquer espécie de molécula biológica!

TCRs se ligam somente a peptídeos


processados e apresentados por CAA.
FORÇAS DE INTERAÇÃO Ag-Ac

Diversos tipos de ligações químicas podem estar envolvidas


Ao mesmo tempo na ligação Ag-Ac
Ligação do Antígeno ao Anticorpo

A ligação entre Ag e Ac é resultado da conformação do Ag e


do Fab do Ac e das interações químicas entre eles
Valência, Avidez e Afinidade

Afinidade – representa a força da ligação entre o Ag e o Ac


Avidez – representa o somatório de todas essas forças
ANTICORPOS, TCR & MHC.
Estrutura dos Isotipos de Anticorpos:

Os diferentes isotipos de Acs apresentam estruturas variadas


Imunoglobulinas – Proteínas de
conformação globular que
participam da Resposta Imune

Podem ser encontradas secretadas


ou ancoradas na membrana das
células do sistema imunológico
Anticorpos – Glicoproteínas de formato
globular secretadas por Linfócitos B
que conferem a característica de
especificidade da Resposta Imune
Adquirida Humoral

Todo anticorpo é uma imunoglobulina,


mas nem toda imunoglobulina é um
Anticorpo!!!
Imunoglobulinas e Anticorpos
Eletroforese de Proteínas do Soro
As cadeias leves se ligam às cadeias
pesadas através de ligações dissulfeto.
As cadeias pesadas se ligam entre si
Também por ligações dissulfeto
2 tipos principais de cadeias leves:
Kappa (k) e Lambda (l)
5 tipos principais de cadeias pesadas:
Gamma (γ), mu (μ ), epsilon (ε), delta (δ ) e alpha (α)
Os anticorpos são classificados de acordo
com o tipo de cadeia pesada que apresentam
(Isotipos):
γ – IgG (subclasses IgG1, IgG2, IgG3 e IgG4)
δ – IgD
ε – IgE
α – IgA (Subclasses IgA1 e IgA2)
μ - IgM
Frações Fab e Fc
As cadeias leves e pesadas possuem duas regiões
distintas, classificadas de acordo com sua seqüência
de aminoácidos: A Região Constante e a Região Variável
Nas regiões variáveis, podemos identificar partes denominadas
Regiões Hipervariáveis, ou mesmo CDRs (Regiões Determinantes
De Complementariedade), que são estruturas que entram em contato
Íntimo com o antígeno para o qual o anticorpo é específico
Isotipos, Alotipos e Idiotipos
Ags TD e TI
 TD (Protéicos).

 TI (Carboidratos ou Lipopolissacarideos).

Você também pode gostar