Você está na página 1de 14

MÉTODOS NÃO FARMACOLÓGICOS

PARA O ALÍVIO DA DOR NO


TRABALHO DE PARTO
PROFESSOR RAPHAEL CRUZ

OBSTETRIZ

MESTRE EM CIÊNCIAS
DOR

Pain – Poena – Castigo


• “Experiência sensitiva e emocional desagradável associada ou relacionada a lesão real ou
potencial dos tecidos. Cada indivíduo aprende a utilizar esse termo através das suas
experiências anteriores.”

IASPInternational Association for the Study of Pain


A DOR NO TRABALHO DE PARTO

• Ambiente
• Suporte profissional
• Acompanhantes
• Métodos de alívio da dor

“Experiência sensitiva e emocional desagradável”


A DOR NO TRABALHO DE PARTO

• Dor abdominal – decorrência das contrações uterinas


• Dor lombar durante as contrações
• Dor lombar contínua
• Dor perineal
ALÍVIO DA DOR

 Posição materna
 Massagem
 Movimentos
 Contrapressão
 Térmico
 Água
 Aromaterapia
 Acupuntura
ALÍVIO DA DOR

 Posição materna/movimento
 Massagem
 Movimentos
 Contrapressão
 Térmico
 Hidroterapia
 Aromaterapia
 Acupuntura
POSICIONAMENTO PARA ALÍVIO DA DOR

• Posição ortostática  Gravidade


• Sentada/em pé/caminhando

Mudança de posição altera a relação entre gravidade, contrações uterinas, feto e pelve

Prática adotada por Midwives/Obstetrizes


“Practices during the active second stage of labor: a survey of French midwives”
(French Midwifery Journal 02/2018) https://doi.org/10.1016/j.midw.2018.02.001
MOVIMENTO PARA ALÍVIO DA DOR

Rebozo
Relaxar musculatura e ligamentos
Auxiliar rotação e descida

Imagens do blog Bibliografia de uma Doula


ALÍVIO DA DOR

 Posição materna/movimentação

 Massagem
 Contrapressão
 Térmica
 Hidroterapia
 Aromaterapia
 Acupuntura
MASSAGEM PARA ALÍVIO DA DOR
• Regulação Hormonal – American Pregnancy Association
• Toque – Atenção/afeto – Resposta neuro-sensorial

Intervenção Categoria A
“Physiologic Basis of Pain in Labour and Delivery: An Evidence-Based Approach to its Management”
Journal of Obstetrics and Gynecology Canada (02/2018) https://doi.org/10.1016/j.jogc.2017.08.003
The Toillet of Venus - François Boucher
BIBLIOGRAFIA
• Bonapace, JulieGagné, et al. Physiologic Basis of Pain in Labour and Delivery: An Evidence-Based Approach to its Management Journal of
Obstetrics and Gynaecology Canada ,Volume 40 , Issue 2 , 227 - 245
• CUNNINGHAM FG et al. Williams obstetrics. 23. ed., New York: McGraw-Hill, 2009
• GUYTON & HALL, Tratado de Fisiologia Médica – 09ª Edição, Editora: Guanabara Koogan, 1996 – Capítulos 67- 69 e 78. pag. 649-650 , 657-
658, 667-671,752-756.
• Levett KM, Smith CA, Bensoussan A, et al Complementary therapies for labour and birth study: a randomised controlled trial of antenatal
integrative medicine for pain management in labour BMJ Open 2016;6:e010691. doi: 10.1136/bmjopen-2015-010691
• Machado,Angelo, Neuroanatomia Funcional – Ed. Atheneu 3ª Ed. 2013
• MONTENEGRO e REZENDE. Obstetrícia Fundamental. 11° edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2008.
• RM Chloé Barasinski, et al. Practices during the active second stage of labor: a survey of French midwives, Midwifery, 2018, ISSN 0266-6138
https://doi.org/10.1016/j.midw.2018.02.001.
• VARNEY, H et al. Partería Profesional de Varney. 4. ed., McGraw-Hill Interamericana Editores, 2006