Você está na página 1de 8

DIFUSÃO COM REAÇÃO QUÍMICA

AULA DE EXERCÍCIOS
MONITORIA DE FENÔMENOS DE TRANSPORTE 3
QUESTÃO 1
• Um reator fluidizado opera a 1145K e 1 atm. O processo é limitado pela difusão de
oxigênio em contracorrente para o dióxido de carbono, CO2, formado na
superfície da partícula. Suponha que o carvão é carbono sólido puro com uma
densidade de 1280 kg/m3 e que a partícula é esférica com um diâmetro inicial de
1,5 X 10^-4 m. O ar (21% O2 e 79% N2) existe a uma grande distância da esfera. A
difusividade do oxigênio na mistura de gases a 1145K é 1,3 x 10^-4 m2/s. Se o
processo de estado pseudo estacionário é assumido, calcule o tempo necessário
para reduzir o diâmetro da partícula de carbono para 5X 10^-5 m.

• Resposta: t = 0,92 s
Como resolver?
• Escrever a reação química

• Identificar qual gás está se difundindo em direção à superfície

• Escrever a equação do fluxo levando em consideração a estequiometria da reação

• Deduzir a expressão para o tempo considerando o pseudo estacionário

• Integrar
CUIDADO!!
• Limites de integração

• Estequiometria da reação
QUESTÃO 2
• Sabendo que a queima de grafite no ar é descrita pela equação:

• 2C(s) +O2 (g) + N2 (g) 2CO (g) + N2 (g)

• Sendo o nitrogênio inerte e a reação química irreversível de primeira ordem, determine a


distribuição da fração molar do oxigênio em uma película de ar que circunda uma partícula
esférica de raio R do grafite, considerando: o oxigênio é consumido imediatamente assim
do seu contato com a superfície da partícula; o ar, longe do grafite, comporta-se feito
mistura ideal de 79% de N2 e 21% de O2. Suponha A = O2.

• Resposta: y = [1,21^((1-(1/R))]-1
Como resolver?
• Equação da taxa levando em consideração a estequiometria

• Partícula esférica

• Fluxo é constante: regime estacionário

• Resolver para uma situação geral: aplicar condições de contorno


QUESTÃO 3
• As pastilhas de carvão pulverizado, que podem ser aproximadas como esferas de
carbono de raio R = 1 mm, São queimadas numa atmosfera de oxigênio puro a 1450 K
e 1 atm. O oxigênio é transferido para a superfície da partícula por difusão, onde é
consumido na reação C (s) + O2 (g) → CO2 (g). A velocidade de reação é de primeira
ordem e da forma R "= - k1" CO2 | R onde k1 "= 0,1 m / s. Essa é a taxa de reação por
unidade de área de superfície dos grânulos de carbono.
Negligenciando a mudança em R, determine a taxa de consumo molar de O2 no
estado estacionário em kmol / s. A 1450 K, o coeficiente de é 1,71 × 10-4 m2 / s.

• Resposta: -6,65 x 10^-9 kmol/s


Como resolver?
• Equação da taxa

• Estado estacionário: fluxo não varia com o raio

• Utilizar a expressão da velocidade da reação fornecida: encontrar ya,R